segunda-feira, abril 25, 2016

O NACIONALISMO NA CONQUISTA GRADUAL DA EUROPA



A agência Sputnik analisou os dados estatísticos sobre as preferências eleitorais dos europeus. A comparação da popularidade dos partidos entre os anos 2014 e 2016 revela a importância das mudanças ocorridas durante estes dois anos.
As estatísticas mostram o aumento significativo da popularidade dos partidos de Direita na Áustria, Hungria, Países Baixos, Suécia e Itália. Nestes países, os eleitores de Direita manifestaram um forte apoio à limitação da imigração. A crise migratória e todos os aspectos sociais relacionados com a integração dos refugiados na sociedade europeia parecem ter atraído mais partidários para as suas fileiras.
A Frente Nacional, liderada por Marine Le Pen, não apresentou um aumento significativo de filiados, mas o partido já conseguiu obter forte apoio no país e continua ser uma grande força política em França.
A Alemanha, por sua vez, registou um pequeno aumento da popularidade do partido Alternativa para a Alemanha (AfD, na sigla em alemão). A crise migratória influenciou muito o país, mas o governo pretende aliviar as tensões com diferentes métodos, de acordo com representantes da AfD.
A maior queda na popularidade sofreu o Partido da Independência do Reino Unido (UKIP, na sigla em Inglês). Em 2015, eles perderam as eleições parlamentares e a demissão do seu líder, Nigel Farage. Os resultados do referendo na Escócia também podem ter influenciado a derrota de UKIP.
Na Noruega, o Partido do Progresso (FRP, na sigla em norueguês) também perdeu parte dos seus filiados. As analistas explicam a queda da popularidade pelo fato de que o partido está sempre presente no Governo e, por isto, a crise migratória é associada com o FRP.
*
Fonte: Leia mais: http://br.sputniknews.com/mundo/20160425/4294771/preferncias-eleitoraisna-europa.html#ixzz46sW6fnnn

* * *

É assim que se faz a guerra - com avanços e recuos, mas ganhando terreno a pouco e pouco. Porque, a médio e longo prazo, a Democracia confirma, cada vez mais, que é potencial aliada natural do Nacionalismo, uma vez que esta tendência política mais não é do que o espírito tribal trabalhado e vertido em forma política e organizada - compreende-se por isso que tenha mais eco junto do povo do que qualquer outra mensagem.

1 Comments:

Blogger João José Horta Nobre said...

Os nazis da Aurora Dourada não são exemplo para ninguém. Conheço gente que ficou com muito má imagem do Nacionalismo por causa desses idiotas gregos.

Os nazis são uma constante fonte de problemas para os nacionalistas, essa gente nem sequer deve ser colocada em estudos sobre nacionalistas, porque os nazis NÃO são nacionalistas, são, isso sim, anti-nacionalistas:

http://historiamaximus.blogspot.pt/2015/12/o-nazismo-e-um-anti-nacionalismo.html

26 de abril de 2016 às 01:34:00 WEST  

Enviar um comentário

<< Home