quarta-feira, junho 03, 2015

IMPRENSA OFICIAL DO PCP DÁ CRÉDITO A CLÁSSICO DO ANTI-SEMITISMO DESACREDITADO

Na semana passada, O DIABO expôs aos leitores a reescrita da História por parte do órgão central do PCP, que apresentou a tenebrosa ditadura da ex-Alemanha Oriental como um conjunto de “notáveis realizações de 40 anos de poder dos trabalhadores”. Mas não é de agora que o ‘Avante!’ troca os factos por mistificações ideológicas. Ainda não há muito, o semanário comunista citava, como se de uma fonte legítima se tratasse, a célebre falsificação anti-semita ‘Protocolos dos Sábios de Sião’.

O texto ‘Os Protocolos dos Sábios de Sião’ foi forjado segundo instruções rigorosas de Piotr Rachkovsky, chefe da Okhrana, a polícia secreta da Rússia czarista, em Paris, nos últimos anos do século XIX. Rachkovsky era responsável pela vigilância dos emigrados políticos russos na capital francesa e andava preocupado com o que lhe parecia ser a influência de alguns nobres liberais na corte do imperador Nicolau II. O chefe da polícia achava que essa influência se devia a manobras dos judeus e, por isso, encarregou os seus espiões infiltrados nos meios anti-semitas franceses de escreverem um texto destinado a revelar a existência de uma conspiração judaica para conquistar o poder em todo o mundo. O facto de, precisamente na mesma altura, Theodor Herzl, defensor da criação de um Estado judaico, estar a organizar o I Congresso Sionista, em Basileia, na Suíça, era tudo menos coincidência.

Os autores
O panfleto que viria a ser conhecido como ‘Os Protocolos dos Sábios de Sião’ foi escrito em Paris, entre 1897 e 1903, por um agente da Okhrana, ao que tudo indica Matvei Golovinski, com a participação do próprio Rachkovsky. Em Agosto e Setembro de 1903, o texto foi publicado, anonimamente, no jornal ‘A Bandeira’, uma obscura folha ultra-nacionalista de S. Petersburgo.
Trazia no cabeçalho: “Programa para a conquista do mundo pelos judeus” e, como título, “Protocolos das Sessões da Aliança Mundial dos Maçons e dos Sábios de Sião”. Na altura, praticamente ninguém deu por ele.
Dois anos mais tarde voltou a ser editado, desta vez em apêndice a um livro com um título estranho, ‘O Grandioso no Ínfimo: A Vinda do Anticristo e o Domínio de Satanás’, do russo Sergei Nilus. Foi apresentado como a transcrição de reuniões secretas de dirigentes judeus e maçónicos reunidos em Basileia, na Suíça – a mesma cidade que foi palco dos congressos sionistas entre 1897 e 1903.
Estão ali todos os estereótipos do judeu: rico, avarento, traiçoeiro. O ‘road map’ para a conquista do poder apontava para o domínio da economia mundial através dos banqueiros judeus, a influência sobre a opinião pública por meio da imprensa (nas mãos de patrões de jornais, também judeus), a conquista de força política através de vitórias eleitorais mais ou menos fraudulentas graças ao financiamento dos partidos por capitalistas judeus ou por meio de revoluções encomendadas pelos mesmos e a dissolução da moral, resultado da dissolução dos costumes incentivada pela literatura e pelas artes – tudo nas mãos de judeus.

Difusão mundial
O título foi mudando até se fixar no definitivo ‘Os Protocolos dos Sábios de Sião’, já como publicação autónoma. Sucederam-se as edições na Rússia, então palco de ‘pogroms’ tolerados (quando não incentivados) pelas autoridades czaristas. A revolução comunista de 1917 ampliou a audiência da obra. A tomada do poder pelos bolchevistas, seguidores do judeu Karl Marx, parecia confirmar que a estratégia dos ‘Protocolos’ estava a ser seguida à risca: Trotsky, chefe do Exército Vermelho, era judeu, tal como Zinoviev, o líder da Internacional Comunista.
Pouco depois, em 1919, estalava outra revolução vermelha, desta vez em Berlim, tendo à frente a judia Rosa Luxemburgo. No mesmo ano, o judeu Bela Kuhn punha a Hungria a ferro e fogo, chegando a ocupar o poder durante alguns meses em Budapeste.
Sucederam-se as traduções em Alemão, Francês, Inglês, Espanhol, Português e Árabe. Um grande entusiasta dos ‘Protocolos’ na América foi Henry Ford, que financiou a edição de meio milhão de exemplares.

Fraude desmascarada
Em 1921, o repórter inglês Lucien Wolf, do ‘Times’ de Londres, descobriu que muitas passagens dos ‘Protocolos’ copiavam, quase palavra por palavra, um capítulo do romance ‘Biarritz’, publicado em 1868 pelo alemão Hermann Goetsche, antigo informador da polícia prussiana. Nesse capítulo, intitulado “O Cemitério Judeu de Praga e o Conselho dos Representantes das Doze Tribos de Israel”, conta-se um encontro nocturno, naquele famoso cemitério checo, entre vários rabinos e o próprio diabo. A ideia já não era nova: o livro de Goetsche baseava-se no conhecido romance ‘O Colar da Rainha’, de Alexandre Dumas.
Na mesma altura, o correspondente do ‘Times’ em Constantinopla (hoje Istambul), Philip Graves, estabeleceu contacto com um antigo agitador anti-semita russo que se apresentou como “uma das fontes” dos ‘Protocolos’. Este revelou o plágio, por parte dos autores do texto, de extensos trechos da obra de um opositor do imperador francês Napoleão III, Maurice Joly: ‘Diálogo nos Infernos entre Maquiavel e Montesquieu’, publicada muito antes, em 1864. Mas nem o livro de Joly era original: plagiava Os Mistérios de Paris, de Eugène Sue.
Mesmo depois de desmascarada a fraude, gerações de anti-semitas continuaram a fazer fé em «Os Protocolos dos Sábios de Sião». O livro teve um papel preponderante na preparação da opinião pública alemã para a aceitação das perseguições e do Holocausto, durante a Segunda Guerra Mundial.
Na actualidade, os ‘Protocolos’ são utilizados como argumento por vários países árabes, no conflito que os opõe a Israel. O antigo presidente egípcio Nasser citava-os e, hoje em dia, continuam a ser referidos nos estatutos do movimento radical palestiniano Hamas e em manuais escolares da Arábia Saudita. No Irão, as reedições têm-se sucedido desde a instauração do regime dos ayatollahs, que fez questão de ter exemplares à venda no pavilhão persa da Feira do Livro de Frankfurt de 2005.

Uma mentira muito pouco verdadeira
Apesar de o escritor Umberto Eco ter lançado em 2010 ‘O Cemitério de Praga’, uma sátira à elaboração dos ‘Protocolos’ que se transformou num ‘best-seller’ internacional, incluindo em Portugal, foi precisamente no nosso país que, 90 anos depois de comprovada a fraude, o jornal do Partido Comunista voltou a ressuscitá-la, tentando vendê-la como uma obra genuína.
Na sua edição de 27 de Outubro de 2011, o ‘Avante!’ publicava um artigo que, além de citar os ‘Protocolos’, os justificava: “Tudo poderia ser pura imaginação não fosse o caso do enunciado teórico dos ‘Protocolos’ ser acompanhado por uma listagem de objectivos a curto e médio prazos: um governo mundial oculto que promova uma Nova Ordem mundial; um único sistema económico, financeiro e monetário, de obediência universal”.
Mais palavras para quê? Está tudo no órgão central… da teoria da conspiração.

O artigo intitulado “A máquina da morte e a utopia” foi publicado no ‘Avante!’ de 27 de Outubro de 2011, assinado por Jorge Messias (http://www.avante.pt/pt/1978/argumentos/116792/).
Depois de alinhar, em epígrafe, citações de Engels, dos próprios ‘Protocolos’ e do Papa Bento XVI, o órgão central dos comunistas afunda-se numa prosa que faz lembrar algumas das teorias da conspiração mais primárias.
Com uma diferença, porém. Apresenta uma fraude policiesco-literária – de consequências sangrentas, como os ‘pogroms’ russos e o Holocausto mostraram – como se de uma obra legítima se tratasse. E não hesita em dar a sua achega explicativa. A citação é longa, mas reveladora. “Uma nota informativa complementar: os ‘Protocolos’ não são proféticos.
Não foram redigidos de uma só vez, para sempre. São fichas que incluem tópicos de matérias já conhecidas no seu tempo. Depois, vão sendo actualizadas à medida do tempo que passa.
E os seus mentores e condutores do processo são os ‘illuminati’ que repartem ligações entre a Santa Sé, a Maçonaria, o Pentágono e a Wall Street. Voltaremos a este tema. Quem lê os jornais portugueses cada vez mais se enreda na confusão.”
Olha quem fala…
*
Fonte: http://jornaldiabo.com/nacional/mais-mentiras-comunismo/

* * *

Fosse algum meio de comunicação do PNR a basear fosse o que fosse no «Protocolo dos Sábios do Sião» e se calhar caíam não sei quantos Carmos e Trindades, aqui d'el rei que vêm aí os nazis e são burros e mal formados porque dão crédito a uma obra que toda a gente sabe que é falsa e etc. e tal... Mas como afinal quem o faz é o «respeitável» PCP, fica tudo caladinho, e nem o direitinha CDS tuge ou sequer muge sobre isso...


16 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Tu obviamente não sabes ou então finges que não. É óbvio que os Protocolos são verdadeiros. Eu antes também julgava que não mas depois andei a ler alguns sites manhosos com nomes do tipo SSmashzogsupremacy.com e assim do género e fiquei a saber a VERDADE. Quer dizer, uma pessoa à partida já sabe que os judeus são culpados, mas depois entra nesses sites que dizem que os judeus são de facto culpados e é como se a gente tivesse uma epifânia: "eu sabia!!!", exclamei eu da última vez que vi as minhas suspeitas confirmadas num site desses.
Só acho é estranho eu já ter saído da Matrix Sionista há tanto tempo e a CIA-Mossad ainda não me ter tentado silenciar... Porque, acredita, eu sou importante a esse ponto; eu conheço a Verdade e por isso sou um risco para o ZOG e o diabo a quatro. A mim já ninguém me passa a perna.

3 de junho de 2015 às 22:27:00 WEST  
Anonymous Anónimo said...

Outra coisa que eu esqueci-me de dizer: o marxismo é uma ideologia sionisto-imperialista com vista a alcançar o domínio judeu sobre todo o mundo mas eu a nível do judeus e Israel estou mais próximo destes marxistas que dão crédito aos Protocolos do que da direita filo-sionisto-zog-judaica-winstonchurchilliana da qual tu fazes parte.
Pode parecer que não mas por detrás desta monumental e asinina contradição existe uma filosofia muito profunda e coerente...

3 de junho de 2015 às 22:33:00 WEST  
Blogger Caturo said...

«Só acho é estranho eu já ter saído da Matrix Sionista há tanto tempo e a CIA-Mossad ainda não me ter tentado silenciar...»

Isso é só porque ainda não saíste de casa ou então andas a trocar-lhes as voltas. Conheci um tipo assaz influente no meio que também já tinha topado a gigantesca conspiração sionista do Sistema e que por isso todos os dias ia do trabalho para casa por um caminho diferente (juro). Isso é que o safou até hoje... como ele estava sempre a dizer, há que não pôr a cabeça no cepo... isto é uma guerra sem quartel e se não formos espertos a Mossad apanha-nos a todos...

3 de junho de 2015 às 23:09:00 WEST  
Blogger Afonso de Portugal said...

O quê!? Outro "anónimo" a fazer ironias com judeus e conspirações sionistas? Oh não, afinal temos, perdão, afinal tenho tripla e não dupla personalidade! Meu deus, isto é mesmo grave, estou mesmo mal, andei tantos anos a chamar "loucão" ao Caps, mas afinal o louco era eu!

Amanhã sem falta tenho de procurar um profissional da saúde mental! Ou então, pronto, tenho de ler os Protocolos, eu bem não queria, toda a gente séria diz que aquilo é uma farsa, mas agora percebo, a comunidade científica, as universidades, os mé(r)dia... está tudo nas mãos dos judeus!!! Aliás, eu até já li os Protocolos uma vez e fartei-me de rir com aquilo, mas agora consigo ver que não li com "olhos de ver", não percebi o grau de sofisticação da coisa: aquilo foi escrito deliberadamente assim, para parecer uma paródia e ser desacreditado pelos cientistas ocidentais... dessa forma, só mesmo os judeus é que percebem a cabala! É brilhante!...

Só que eles não contavam com a argúcia os Verdadeiros Nacionalistas, detentores da Suprema Verdade Facha! Eles conseguiram ler nas entrelinhas dos protocolos e desconstruir a tramóia! Só eu é que não vi! E ainda por cima inventei várias personalidades para parecer que havia mais como eu! Estou tão arrependido! Felizmente, temos a psiquiatria que me vai curar e ajudar a ver finalmente que é tudo culpa dos judeus! Eu acredito, irmãos! Eu finalmente acredito! Aleluia!.... Eeer.. Allahu Akbar!... eeer, perdão, Sieg Heil!!!

4 de junho de 2015 às 00:18:00 WEST  
Blogger KVRGANIVS NOSTRATORVM said...

Anónimo Anónimo disse...
Tu obviamente não sabes ou então finges que não. É óbvio que os Protocolos são verdadeiros. Eu antes também julgava que não mas depois andei a ler alguns sites manhosos com nomes do tipo SSmashzogsupremacy.com e assim do género e fiquei a saber a VERDADE. Quer dizer, uma pessoa à partida já sabe que os judeus são culpados, mas depois entra nesses sites que dizem que os judeus são de facto culpados e é como se a gente tivesse uma epifânia: "eu sabia!!!", exclamei eu da última vez que vi as minhas suspeitas confirmadas num site desses.
Só acho é estranho eu já ter saído da Matrix Sionista há tanto tempo e a CIA-Mossad ainda não me ter tentado silenciar... Porque, acredita, eu sou importante a esse ponto; eu conheço a Verdade e por isso sou um risco para o ZOG e o diabo a quatro. A mim já ninguém me passa a perna.

3 de junho de 2015 às 22:27:00 WEST

KKKKKKKK - ESSA TUA ULTIMA PARTE PARECES MEIO PARANOICO MAS NA PRIMEIRA PARTE MANDOU BEM

4 de junho de 2015 às 01:01:00 WEST  
Blogger KVRGANIVS NOSTRATORVM said...

OBVIO QUE FOI BASEADO EM DADOS REAIS - A POLICIA DO CSAR, OS AUTORES DA EPOCA JA LUTERO; O INSTITUTO HISTORICO E GEOGRAFICO DO MERDIL DESDE O XIX - TODOS ESSES LOCAIS E ORGÃOS JA EM EPOCAS VARIAS ESTUDARAM O EVENTO JUDEU E MAÇONICO E TUDO OCORREU

4 de junho de 2015 às 01:04:00 WEST  
Blogger KVRGANIVS NOSTRATORVM said...

MAS ALGUNS NÃO ACEITAM A REALIDADE QUE A TODO O TEMPO DESDE EPOCAS PASSADAS OS JUDEUS ERAM OBVIAMENTE MONITORADOS PELAS POLICIAS SECRETAS DOS ESTADOS EM QUE SE INFILTRAVAM E MUITOS DESSES DADOS INVESTIGATIVOS VASAVAM

4 de junho de 2015 às 01:06:00 WEST  
Blogger KVRGANIVS NOSTRATORVM said...

AFINAL QUEM É QUE VAI MANTER UM POVO PERIGOSO DESTES DENTRO DE SI SEM MONITORA-LOS AINDA MAIS DEPOIS QUE OS GUETOS SE FUNDIRAM AOS BURGOS

4 de junho de 2015 às 01:06:00 WEST  
Blogger KVRGANIVS NOSTRATORVM said...

Outra coisa que eu esqueci-me de dizer: o marxismo é uma ideologia sionisto-imperialista com vista a alcançar o domínio judeu sobre todo o mundo mas eu a nível do judeus e Israel estou mais próximo destes marxistas que dão crédito aos Protocolos do que da direita filo-sionisto-zog-judaica-winstonchurchilliana da qual tu fazes parte.
Pode parecer que não mas por detrás desta monumental e asinina contradição existe uma filosofia muito profunda e coerente...

KK THOR

4 de junho de 2015 às 01:11:00 WEST  
Blogger KVRGANIVS NOSTRATORVM said...

Isso é que o safou até hoje...

KKKKKKK - A CIA SÓ PELO CELULAR JA RASTREIA BILHÕES NO 1984 DO SNOWDEN

4 de junho de 2015 às 01:14:00 WEST  
Blogger KVRGANIVS NOSTRATORVM said...

O THOR É MUITO INGENUO AINDA VEM RESPONDER ISSO E COM UM ARGUMENTO DESTES E O CELSO A FINGIR QUE NÃO SABE E RESPONDENDO COM TOSQUICE

4 de junho de 2015 às 01:15:00 WEST  
Anonymous Anónimo said...

A Mossad tem os dias contados.
Todos os impérios apodrecem no seu cerne.
Nem a SAMSON OPTION lhes vale de nada agora.

Onde são tratados os feridos do Estado Islâmico e os feridos do al-Nusra Front?
Isso mesmo, em hospitais Israelitas (a verdade mesmo debaixo dos teus queixos, Caturo!).

http://www.timesofisrael.com/syrian-rebel-leader-thanks-pm-for-standing-by-wounded/

É só uma questão de tempo; o ajuste de contas com os judeus está próximo e eles sabem-no.
Longa vida ao Exército e ao povo Sírio.
A batalha pela ´Terra Média´ (alusão clara à Trilogia do Senhor dos Anéis) está a ser ganha por nós Arianos.
O Exército e o povo Sírio têm agora seis frentes de batalha, orquestradas pela CIA/MI6/Mossad. Estas seis frentes estão a esgotar principalmente a Mossad Israelita e a ditar o fim desta.
O avanço imparável do formidável império ZOG iniciado em 2003 está a ser travado pelos Sírios! Já para não falar no Yemen onde dois F-16 Israelitas com pinturas frescas para se fazerem passar por aviões Sauditas foram abatidos porque para carregarem combustível para voarem desde Israel e regressar tiveram de tirar os pods ECM, tornando-se alvos ´fáceis´.
Correm rumores nas secretas que estes F-16 poderão ser do lote que foi vendido por Portugal e que ´misteriosamente´ chegaram a Israel, o seu verdadeiro destino final!
Mas isto são cenas do próximo capítulo.

http://www.jn.pt/paginainicial/nacional/interior.aspx?content_id=3382051

Como já ouvi dizer de um Sírio:
´Mossad? Come-se ao pequeno-almoço´.

E a India (será que estou a ouvir ´Arianos´ aqui?) já anunciou que irá tornar do Domínio Público um gerador ´Free Energy´.
O ajuste de contas com os judeus está mesmo próximo.
E eu hei-de estar cá para ´molhar a colher na sopa´.

4 de junho de 2015 às 01:32:00 WEST  
Blogger Caturo said...

Ai agora a Mossad está em decadência... porra, este conhece a Judiaria toda por dentro e por fora, os Judeus bem controlam tudo e todos e todos, e todos os mé(r)dia e mais alguns, mas a tropa dos Verdadeiros Nacionalistas, detentores da Suprema Verdade Facha, topa-os bem...
De qualquer maneira esta até teve a sua utilidade. Fiquei a saber porque é que Telavive já não paga há dois meses.

4 de junho de 2015 às 14:14:00 WEST  
Anonymous Anónimo said...

http://www.dailystormer.com/there-is-something-enriching-about-being-raped-and-replaced/

Eu também não acreditava.
Até que um amigo meu me enviou o link.
Sera que quem comentou no link está errado e precisa de apoio psiquiátrico?

4 de junho de 2015 às 14:27:00 WEST  
Anonymous Anónimo said...

É, realmente, mais um caso de dois pesos e duas medidas: se tal coisa fosse dita por um político de extrema-Direita, ou até de Direita (desde que não fosse a Direita banana e "asquerdalhada" que temos, mas mesmo assim nem essa escapava só por ser Direita), seria o sinal inequívoco de que os mauzões nazis andam aí e que querem o mundo de novo...

O único sítio onde ouvi falar disto foi aqui.

Seja como for, não é por haver teorias que metem os Judeus no centros de uma conspiração para conquistarem e controlarem o mundo e por sempre terem sido vítimas de perseguições que me merecem, até em prova do contrário, mais empatia do que os outros grupos étnicos. São-me indiferentes, não me aquecem nem me arrefecem, não são o meu povo, gente ou sangue.

Já me chegam os traidores entre os da própria estirpe, dispenso muitas confianças com outros grupos etnocêntricos, sejam eles quais forem, que não sei ao que vêm. Mas, claro, vivendo sempre pelos princípios do respeito (mútuo) e o de a haver o primeiro ataque, que nunca seja da minha parte.

4 de junho de 2015 às 20:33:00 WEST  
Blogger Caturo said...

Ora nem mais.

5 de junho de 2015 às 18:11:00 WEST  

Enviar um comentário

<< Home