segunda-feira, maio 25, 2015

PETIÇÃO PARA QUE OS BRANCOS SUL-AFRICANOS POSSAM RETORNAR À EUROPA

Agradecimentos ao Vilhena por aqui ter trazido esta notícia, com ligação para uma petição de carácter prioritário para quem seja europeu: http://www.dailystormer.com/europe-could-be-overrun-with-white-south-africans/
*
Está neste momento em movimento uma petição - iniciada por um brasileiro (?) de nome Rodrigo Herhaus de Campos, é refrescante ver alguém no Brasil o a trazer honra ao nome português - para que a Europa aceite os milhões de refugiados brancos sul-africanos que, não podendo ficar na África do Sul devido ao clima de repressão, violência e miséria que por lá é imposto a multidões de origem europeia, pretendam encontrar abrigo em solo europeu, preferencialmente nos países de origem da maior parte dos seus antepassados, nomeadamente Reino Unido e Holanda. Mais de quatro mil sul-africanos brancos foram já vítimas de homicídio, tendo muitos deles sofrido violações e/ou mutilações prévias.

O princípio evocado é o do direito indígena à auto-determinação. 

Diz a petição que neste momento estão a ser rejeitados muitos requerimentos de brancos sul-africanos para adquirir cidadania no Reino Unido e na Holanda - precisamente os países dos seus antepassados...

A petição pode e deve estender-se aos brancos de origem europeia que vivam noutros países africanos - Zimbabwe e Namíbia - e queiram regressar à Europa.

Numa sociedade dirigida por uma elite minimamente sadia, seria absolutamente óbvio, sem margem para quaisquer espécie de dúvidas, todo e qualquer branco sul-africano em risco de vida teria prioridade sobre todo e qualquer alógeno africano ou médio-oriental no que toca ao direito de asilo em espaço europeu. Mas já se sabe o que é a elite política que controla os países europeus. Urge por isso galvanizar a população europeia para que se faça o que é de direito.

Para assinar, clicar aqui: https://www.change.org/p/european-commission-allow-all-white-south-africans-the-right-to-return-to-europe


4 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Assinado e partilhado.

Disto já ninguém fala, a não ser os fascizóides que julgam que é importante salvaguardar o povo branco. E o Reino Unido e a Holanda rejeitarem muitos pedidos de sul-africanos descendentes de nacionais desses países, enquanto recebe indianos, paquistaneses, africanos e sabe-se lá mais o quê à fartazana, é ultrajante! Mas o que a elite política quer é mesmo isso. Qualquer dia começa-se a dizer que a Europa é de todos menos dos Europeus, que não têm o direito de habitá-la.

26 de maio de 2015 às 14:15:00 WEST  
Anonymous Anónimo said...

CATURO,este caso da Africa do sul é um dos casos mais bizarros que já vi na vida,a holanda e a Inglaterra se recusam a receber seus descendentes ao caso que recebem milhares de adoradores de Maomé e africanos principalmente a holanda,é caso de estudo,indiretamente este genocídio que ocorre contra os brancos sul africanos tem a conivência destes dois países.

26 de maio de 2015 às 15:28:00 WEST  
Anonymous Anónimo said...

Eu assinei petição.

26 de maio de 2015 às 17:50:00 WEST  
Blogger EDIMAR said...

Como eu faço para assinar? Isso e um absurdo, essas autoridades são verdadeiros demonios. Deveriam ser queimados em praça publica.

29 de maio de 2015 às 20:06:00 WEST  

Enviar um comentário

<< Home