sexta-feira, outubro 14, 2016

PAPA CHAMA «HIPÓCRITAS» A CRISTÃOS QUE QUEIRAM FECHAR AS FRONTEIRAS

O Papa Francisco recebeu esta quinta-feira, em audiência, cerca de mil participantes da Peregrinação de Luteranos e Católicos. Francisco respondeu a várias perguntas dos jovens, abordando temas como o ecumenismo e os refugiados.
*
Fonte: http://rr.sapo.pt/video/116437/papa_dizer_se_cristao_e_fechar_a_porta_a_refugiados_e_hipocrita - Página com vídeo incorporado.

O supremo vigário do Judeu Morto aproveitou a oportunidade para condenar a alegada hipocrisia dos cristãos que não querem receber refugiados: «é hipócrita chamar-se a si mesmo cristão e rejeitar um refugiado ou quem quer que precise da sua ajuda. Jesus ensinou-nos o que significa ser um bom cristão na parábola do bom samaritano.»
Renovando os argumentos de que acolher imigrantes é um dever cristão, citou uma passagem do Livro do Êxodo, da Bíblia, que diz o seguinte: «Não prejudicarás nem oprimirás um estrangeiro, porque vocês foram estrangeiros na terra do Egipto.»
Afirma também que «travar a entrada de migrantes» leva a que «se alimentem as redes de imigração ilegal» e que por isso os governos devem equilibrar o seu direito a controlar a imigração com «o dever de resolver e regularizar a situação das crianças migrantes».
*
Fonte: https://aboutcroatia.net/news/world/pope-denounces-christians-who-dont-want-refugees-hypocrites-40253?


* * *


A chantagem moral de acusar os Europeus que fecham as fronteiras enquadra-se perfeitamente na mentalidade e argumentação da hoste militantemente anti-imigração - culpar quem trava a imigração pelo sofrimento das crianças imigrantes é como dizer que quem atinja uma criança levada pelo pai para um assalto é que tem a culpa se a criança morrer...
Mais uma vez, a maior autoridade moral da Cristandade a querer desarmar os Europeus no mais elementar movimento de defesa da sua própria terra contra a iminvasão, o que não surpreende - nisso está a ser perfeitamente coerente com o universalismo militante pregado pelo seu credo, origem indirecta do credo anti-racista que hoje domina as elites ocidentais. Aliás, ele próprio já disse que a invasão árabe está a acontecer na Europa e que isso é uma coisa boa, que vai criar «novas sínteses culturais», ou seja, uma misturada étnica desenraizada sob o sinal da cruz do carpinteiro crucificado. E depois é isto que tantos patriotas querem dar como um dos pilares do Ocidente, esta autêntica quinta-coluna espiritual da Europa...




1 Comments:

Blogger SHTF way of life said...

Mas na prática ele está certo, se o próprio cristianismo é uma religião estrangeira, então como ser contra o estrangeiro?

15 de outubro de 2016 às 00:07:00 WEST  

Enviar um comentário

<< Home