sexta-feira, julho 20, 2018

MARCA DE MODA AUSTRALIANA DEIXA DE TRABALHAR COM MODELOS DE RAÇA BRANCA

A Moga, uma marca australiana especializada em lenços de cabeça e xailes, anunciou que não vai trabalhar com modelos brancas. A empresa diz estar comprometida com questões sociais.
"Fiz esta regra para ser o ponto inicial de um debate que acho muito importante: raça e a sua representação na indústria da moda", explicou Azahn Munas, fundador da marca à "Teen Vogue". "Queremos alcançar pessoas que não são representadas na indústria".
A nova regra foi divulgada durante uma acção da Moga, que procura modelos para o próximo ano. Podem participar mulheres de todo o mundo, com ou sem experiência, de todo o tipo de corpos e raças, excepto brancas caucasianas. "Desculpem, meninas, achamos-vos absolutamente lindas mas, infelizmente, esta não é para vocês", pode ler-se no texto.
A marca publicou um vídeo, feito com bonecas em stop motion, para explicar a nova política da marca. "É importante falar sobre assuntos nos quais não estamos confortáveis e raça é uma delas. Quanto mais falamos destes assuntos como sociedade, mais perto chegamos de entender a complexidade deles e avançar para nos tornamos mais respeitosos e inclusivos."
*
Fonte: https://www.jn.pt/mundo/interior/marca-de-moda-deixa-de-trabalhar-com-modelos-caucasianas-9607806.html

* * *

Estão no seu direito, os donos da marca. Imagine-se que entretanto alguma outra marca de moda declarava querer trabalhar apenas com modelos caucasóides, e não por motivos políticos raciais, como os que no texto se indicam, mas por razões puramente estéticas... pode imaginar-se o histérico cagaçal que por aí não se ouviria, aliás, nem é preciso imaginar muito, basta imaginar o que por aí se disse contra a marca francesa L'Óreal só por esta ser suspeita de propositadamente só usar modelos de raça branca... até foi condenada em tribunal e tudo...
A fé absoluta da Santa Madre Igreja Anti-Racista e Multiculturalista dos Últimos Dias do Ocidente é useira e vezeira neste tipo de descarado despudor, já se sabe como é.

2 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Deve ser por caisa do "privilégio branco". Como os brancos sempre foram privilegiados (mas desde sempre, a Europa nunca foi fustigada por ninguém do exterior e fez-se grande, toda sem excepção, até os muitos países que nunca tiveram uma colónia, porque, sabe-se lá como, foi parar a outros cantos do Mundo e roubou-lhes as riquezas e escravizou-lhes as populações), ha agora que que equilibrar as coisas. Como? Tratando-os abaixo de merda. Ate quando? Pá, até que se extingam e não passem de uma triste recordação num mundo maravilhoso afro-asiático-mestiço-islâmico governado por uma pequena elite.

20 de julho de 2018 às 22:41:00 WEST  
Blogger Caturo said...

Nessa altura vão ser lembrados como os «gigantes malévolos» das histórias infantis, do tempo em que havia gigantes sobre a Terra, e culpados por todos os males do mundo...

Entretanto, duvido que algum dia os afros venham a tomar conta seja do que for, que os amarelos não vão na fita, não brincam e não são compassivos.

22 de julho de 2018 às 22:35:00 WEST  

Publicar um comentário

<< Home