sábado, julho 16, 2016

TENTATIVA DE GOLPE DE ESTADO NA TURQUIA

01:11 - Golpe controlado 
Primeiro ministro turco diz que golpe está quase controlado. 

 01:05 - Erdogan em Istambul 
 Avião que traz Presidente Recep Tayyip Erdogan prestes a aterrar em Istambul, centenas de pessoas preparam-se para o ir receber. A Agência Bloomberg diz que o Presidente turco já aterrou na Turquia e está refugiado num sítio seguro. Ao longo da noite houve notícias contraditórias de que Erdogan - depois de apelar a revolta nas ruas contra o golpe - teria tentado fugir e refugiar-se na Alemanha - a qual teria recusado recebê-lo - ou no Irão, que não chegaram a ser confirmadas. 

 01:05 - Deter um blindado de mãos nuas ´
Omid Memarian publica o tweet de uma foto demonstrativa da forma como parte da população se opôs ao golpe militar.

01:00 - Operações contra Estado Islâmico 
A Agência reuters afirma que as operações aéreas contra o grupo estado Islâmico na Síria prosseguem normalmente. Televisão TRT recomeça a emitir normalmente, controlada por apoiante de Erdogan. 

00:59 - Golpe foi travado - secretas 
Responsável das secretas turcas diz que golpe foi travado mas a informação não foi ainda confirmada. 

 00:53- Parlamento sob ataque 
 Parlamento turco terá sido bombardeado afirma agência de notícias estatal. A notícia é difundida igualmente pelo Daily Mirror.



00:45 - Golpe fracassou
Governador de Istambul diz que golpe fracassou diz a agência russa Sputnik e a Russia Today.

00:41 - Manifestações na TRT
A televisão pública ocupada inicialmente por militares estará agora nas mãos de civis.
A NTV mostra imagens de soldados a serem levados pelas forças de segurança.

00:39 - Palácio Presidencial detenções
Foram detidos 13 soldados que tentavam entrar no Palácio Presidencial afirma a Bloomberg

00:37 - Disparos nas ruas
A agência russa Sputnik publica um vídeo de um helicóptero a disparar sobre a multidão.

0:35 - Governo tenta assumir controlo
Primeiro ministro turco mandou abater qualquer avião de combate que sobrevoe Ancara.

00:25 - Apelo alemão
Porta-voz da chanceler alemã apela ao respeito pela ordem democrática na Turquia e afirma que tudo deve ser feito para proteger vidas.

00:20 - EUA apoiam Erdogan
Presidente norte-americano Barack Obama apela a que se evite "banho de sangue" e Secretario de Estado John Kerry manifestam apoio a Presidente da Turquia.
"Damos o nosso apoio absoluto ao Governo turco civil e democraticamente eleito e às instituições democráticas", afirmou Kerry em telefonema ao ministro turco dos Negócios Estrangeiros.
John Kerry efectuou uma visita de dois dias à Rússia para tentar obter um acordo que garanta o cessar-fogo na Síria.
"Apelamos a todas as partes que garantam a segurança e o bem estar das missões diplomáticas e seu pessoas e dos civis em toda a parte", refere um comunicado do departamento de estado publicado no Twitter.

00:17 - Falta de apoios
Kemal Kilicdaroglu, um dos dirigentes da oposição turca, manifesta-se contra o golpe, diz que "já houve golpes a mais neste país"
Um coronel e três soldados detidos em Istambul, avança a CNN Turk.
Chefe de Estado Maior da Armada turca manifesta-se contra o golpe.

00:12 - Contra-golpe
Exército estará a fazer frente aos golpistas e a ordenar aos soldados que regressem aos quartéis
Em Istambul estão a registar-se confrontos entre apoiantes e adversários do Golpe.

00:10 - Mortos
Há pelo menos 17 polícias mortos pelos golpistas diz a agência Anadolu no ataque contra a sede das unidades especiais em Ancara.
Outras fontes referem vários feridos entre as pessoas que tentaram invadir uma das pontes bloqueadas pelos golpistas em Istambul

00:05 - Troca de tiros
Há relatos de trocas de tiros entre apoiantes dos golpistas e apoiantes de Erdogan em várias cidades turcas

00:00 - "Pequeno grupo"
O comandante do Primeiro Exército turco, responsável pelas forças terrestres de Istambul e das zonas ocidentais, afirmam que os golpistas são uma pequena facção e "nada de preocupante".
"Representam um pequeno grupo no seio dos quartéis do Primeiro Exército", afirmou à agência Anadolu.
O comandante das forças especiais turcas afirma que não apoia o golpe militar.
A agência Reuters afirma que um caça abateu um helicóptero militar dos golpistas sobre Ancara.

23:57 - Soldados disparam em Istambul
Apoiantes do Presidente Erdogan agacham-se para fugir dos tiros dos militares em Istambul, onde o golpe não parece estar a correr  de feição aos militares

23:52 - O povo no aeroporto
Aviões no aeroporto Ataturk em Istambul rodeados de pessoas. Serão populares que assumiram o controlo ou passageiros?

23:49 - Polícia detém soldados golpistas
A polícia turca está a deter alguns dos soldados turcos envolvidos no golpe militar.
O ministro do Interior afirma que as forças armadas e unidades de polícia estão a responder à tentativa de golpe militar.

23:37 - Tiros no Parlamento
A agência Reuters fala em tiros de blindados diante do Parlamento e de tiros no aeroporto de Istambul

23:35 - Imans apelam à revolta contra golpe
Imans de diversas mesquitas estarão a apelar à população para vir para a rua resistir ao golpe militar

23:30 - Vídeos em directo no Facebook
As redes sociais parecem estar a funcionar e o Facebook enche-se de vídeos em directo, de toda a Turquia, mostrando grande agitação em várias partes do país.

23:23 - 'Mantenham-se em casa'
A maioria dos Governos europeus apela aos seus cidadãos na Turquia para se manterem em casa.
Departamento de Estado diz aos americanos na Turquia para não tentarem ir para a embaixada ou consulados e para se manterem seguros em casa.

23:15 - Povo na rua
Centenas de pessoas ignoram recolher obrigatório e enchem praças, empoleirando-se em monumentos e agitando bandeiras turcas, não se percebe se em apoio ao golpe ou contra.
Há notícias de que militares revoltosos estarão próximos da residência do primeiro-ministro.

23:10 - Disparos sobre a multidão
Um grupo de homens tentou avançar numa ponte em Istambul, foi detido por tiros.

23h00 - confrontos intensos em Ancara
Agência russa Sputnik refere que se estão a dar combates intensos em Ancara

22h55 - Grande explosão ouvida em Ancara
O edifício da CNN em Ancara terá sido atacado, pouco depois de emitir uma entrevista via telefone com o Presidente turco Reccep Tayyp Erdogan.
Outros relatos afirmam que explosão visou o edifício da televisão oficial TRT, que também entrevistou Erdogan

22h45 - Populares saem à rua
Surgem vídeos de populares na rua a saudarem os militares que patrulham as principais vias. O trânsito mantém-se fluido nas principais vias, apesar da presença dos militares.

22h40 - Erdogan em entrevista
O Presidente turco surge entrevistado ao telefone na televisão TRT a partir da cidade de Marnaris, apelando a população a vir para as praças e para os aeroportos e enfrentar os militares. "Eles que depois façam o que quiserem", diz Erdogan.
Os primeiros sinais de algo se passava surgiram passava pouco das 21h30 em Portugal: as pontes de Istambul, sobre o Bósforo, tinham sido encerradas, em Ancara ouviam-se tiroteios e aviões militares e helicópteros passavam a rasar sobre a capital.
Pouco depois, na televisão, o primeiro-ministro turco, Binaly Yildrim, alertava a população para o facto de estar a decorrer uma tentativa "ilegal" de um pequeno grupo de militares "fora do comando" para assumir o poder.
Yildrim garantia também que o Governo se mantinha firme.
Mas logo começaram sinais de que Yildrim não podia garantir nada: o aeroporto de Istambul foi encerrado por carros armados e todos os voos cancelados.
As redes sociais Facebook, Twitter e Youtube foram canceladas na Turquia. Apesar disso, ainda era possível conseguir algumas imagens do que se passava. Por exemplo, houve uma corrida às caixas ATM para levantar dinheiro.
Na rede social Twitter surge a notícia: os militares tomaram a televisão pública e emitiram um comunicado dizendo que assumiram o controlo do governo e do país.
Chamaram-se a si mesmos, "Conselho da Paz e dos Países" e afirmam estar a defender "a democracia".
O comunicado impõe a lei marcial e o recolher obrigatório em todo o país.

*

Fonte: http://www.rtp.pt/noticias/mundo/exercito-realiza-golpe-de-estado-na-turquia_e934086

* * *

É, como eu pensei, um golpe da elite militar, ocidentalizada, laica, kemalista, contra a islamização da Turquia que conheceu especial ímpeto com Erdogan mas que já se desenhava nos anos oitenta. Parece que está a falhar, mas, aconteça o que acontecer hoje, resta saber como é que uma pequena elite militar laica poderia «reinar» sobre uma população muçulmana crescentemente islamizada e apoiante do governo islamista. 
É entretanto muito significativo que Erdogan tenha-se refugiado em Teerão, um dos países mais islamistas do mundo...
Quanto ao papel das mesquitas, a incitar o povo contra os militares, não surpreende e diz muito, muitíssimo, sobre o que de facto está a acontecer na Ásia Menor.

3 Comments:

Blogger SHTF way of life said...

E só agora que você noticia isto? Onde você estava?!

16 de julho de 2016 às 01:56:00 WEST  
Blogger Caturo said...

Estava lá na Turquia do lado dos revoltosos mas assim que percebi que a coisa ia dar para o torto, pirei-me...

16 de julho de 2016 às 02:08:00 WEST  
Blogger Caturo said...

Caso não tenhas percebido, o «só agora» é muito relativo, uma vez que a notícia ainda está em actualização...

16 de julho de 2016 às 02:08:00 WEST  

Enviar um comentário

<< Home