sexta-feira, maio 27, 2016

QUEM VOTOU EM QUEM NA ÁUSTRIA

A tendência de voto das mulheres acima indicada é preocupante para os Nacionalistas mas tudo tem a sua solução... torna-se cada vez mais urgente conquistar o eleitorado feminino, reforçando para isso a divulgação do perigo que é sobretudo para a população feminina o aumento da presença em solo europeu de pessoal do terceiro-mundo, particularmente se for da religião do profeta pedófilo, em que o testemunho da mulher tem metade do valor do testemunho do homem e o marido pode bater na esposa. É também urgente reduzir cada vez mais a carga conservadora do Movimento Nacionalista em geral - a conotação de valores ditos «tradicionais» com o Nacionalismo é historicamente conhecida mas, e isto é que interessa mais salientar, de modo algum logicamente necessária. O «ar» patriarcalmente restritivo que certas partes da chamada Extrema-Direita ainda exibem não convida o voto de grande parte das mulheres, excepto talvez de algumas idosas ou de meninas da mamã e da avó, por assim dizer...
De resto, confirma-se que a classe trabalhadora vota em massa nos Nacionalistas - e confirma-se também que o maior apoio às forças internacionalistas parte precisamente do maior nicho da cultura das elites, a universidade. Ora, sendo a maior parte do povo constituído pela classe trabalhadora, pode perceber-se que a vitória nacionalista já esteve mais longe.


18 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Mais uma nação pronta a integrar-se a Rússia

Leia mais: http://br.sputniknews.com/mundo/20160526/4787779/ossetia-referendo-russia.html#ixzz49qZ7ECh0

27 de maio de 2016 às 10:28:00 WEST  
Anonymous Anónimo said...

País membro da União Europeia e da NATO vive convulsão social e económica complicada:

França toda fica paralisada com atos de sindicatos

Leia mais: http://br.sputniknews.com/mundo/20160526/4785527/manifestacoes-protestos-Franca.html#ixzz49qZlNGoY

27 de maio de 2016 às 10:31:00 WEST  
Anonymous Anónimo said...

Alguns países tentam 'expulsar' Rússia da Europa

Moscou ficou surpreendida com o fato de que as autoridades holandesas definiram a Rússia como um país não europeu.



Leia mais: http://br.sputniknews.com/mundo/20160526/4784981/russia-europa-holanda.html#ixzz49qbBH9T4

27 de maio de 2016 às 10:35:00 WEST  
Anonymous Anónimo said...

99% dos russos não gostam dos EUA

omente 1% dos russos aprova a liderança dos EUA em 2015, segundo uma pesquisa da empresa norte-americana Gallup International.

Leia mais: http://br.sputniknews.com/mundo/20160526/4783584/russia-eua-pesquisa.html#ixzz49qbYVsRc

27 de maio de 2016 às 10:36:00 WEST  
Anonymous Anónimo said...

Estados membros da União Europeia e membros da NATO salvam bancos da falência injectando milhares de milhões de Euros,gastam milhares de milhoes de Euros no acolhimento de refugiados MAS deixam morrer cidadãos nativos de cancro por falta de verbas:

Uma nova pesquisa científica revelou que a crise econômica de 2008 causou 160 mil mortes adicionais na União Europeia.



Leia mais: http://br.sputniknews.com/mundo/20160526/4780607/saude-cancer-mundo.html#ixzz49qbqwQmX

27 de maio de 2016 às 10:40:00 WEST  
Anonymous Anónimo said...

General britânico afirma que em breve pode começar uma guerra nuclear contra a Rússia

Leia mais: http://br.sputniknews.com/mundo/20160518/4657951/general-prev-guerra-nuclear-contra-russia.html#ixzz49qct7MZD

27 de maio de 2016 às 10:42:00 WEST  
Anonymous Anónimo said...

‘Ocupação silenciosa’ usa apartamentos para conquistar sul da Sérvia

Leia mais: http://br.sputniknews.com/mundo/20160525/4766891/ocupacao-silenciosa-servia.html#ixzz49qeQbwht

27 de maio de 2016 às 10:48:00 WEST  
Anonymous Anónimo said...

mais uma razão para proibir o direito ao voto das mulheres,já que as mesmas não têm consciência na altura do voto,levando-se muito pela emoção.
Para além disso democracia a sério é isso só os homens é que deveriam votar é que se é para imitar a democracia verdadeira(a ateniense) há que imitar bem.

27 de maio de 2016 às 12:54:00 WEST  
Anonymous Anónimo said...

Resultados expectáveis. A classe trabalhadora, a que está na linha da frente na convivência com os forasteiros, votou em peso no candidato nacionalista, o mesmo não acontecendo com os estudantes universitários que, doutrinados até dizer "chega" nas faculdades, votaram à esquerda.

Entre a população em idade de votar com menos de 30 anos, a intenção de voto dividiu-se consoante o sexo, tendo a maioria dos homens votado no nacionalista e a maioria das mulheres votado no esquerdista. Penso que as mulheres são, no geral, mais sugestionáveis e complacentes. Arrisco dizer que têm outras prioridades acima da conservação étnica (não que algumas ou muitas não as tenham). É por isso que elas são o principal alvo das campanhas de miscigenação.

" torna-se cada vez mais urgente conquistar o eleitorado feminino, reforçando para isso a divulgação do perigo que é sobretudo para a população feminina o aumento da presença em solo europeu de pessoal do terceiro-mundo, particularmente se for da religião do profeta pedófilo, em que o testemunho da mulher tem metade do valor do testemunho do homem e o marido pode bater na esposa."

Essa divulgação tem que ser superior à cantilena multiculturalista e multi-racial que impõe às pessoas. Sobretudo as mulheres têm que ter consciência que só têm a perder em deitar a sua herança genética para o lixo quando têm filhos de forasteiros de terceiro-mundo ou em aceitar a presença de culturas no seu próprio solo que lhes trariam muitos e graves problemas por serem mulheres. O povo, no geral, tem que deixar de passar cartão à propaganda multiculturalista/liberal e começar a entender, já livre dessa farsa ideológica, que a aceitação em massa de gente estranha no seu país é, sem qualquer dúvida, um retrocesso civilizacional em todos os aspectos. Para isso, o diálogo sério e honesto em que transmitimos a importância da preservação do povo e da cultura dentro das fronteiras, a uma pessoa de cada vez, e mesmo sabendo que há pessoas cuja lavagem cerebral foi tanta que já não têm retorno, é essencial.

27 de maio de 2016 às 13:12:00 WEST  
Blogger Caturo said...

«democracia a sério é isso só os homens é que deveriam votar é que se é para imitar a democracia verdadeira(a ateniense) »

Excepto quando o Ocidente já evoluiu o suficiente para, de acordo com a natureza que lhe é própria e já se vislumbrava até mesmo em Atenas, valorizar as mulheres ao nível dos homens...
De resto, quanto mais democráticos são os países europeus mais poder tem aí a população feminina.

27 de maio de 2016 às 18:25:00 WEST  
Blogger Caturo said...

«Moscou ficou surpreendida com o fato de que as autoridades holandesas definiram a Rússia como um país não europeu.
Leia mais: http://br.sputniknews.com/mundo/20160526/4784981/russia-europa-holanda.html#ixzz49qbBH9T4»

Lamentável, de facto. O desprezo pela identidade étnica (e pela geografia, já agora) são maleitas que só dão chatices, tarde ou cedo.

27 de maio de 2016 às 18:32:00 WEST  
Blogger Caturo said...

«Sobretudo as mulheres têm que ter consciência que só têm a perder em deitar a sua herança genética para o lixo quando têm filhos de forasteiros de terceiro-mundo ou em aceitar a presença de culturas no seu próprio solo que lhes trariam muitos e graves problemas por serem mulheres.»

Esta é talvez a tarefa mais importante do Movimento Nacionalista, neste momento.


«O povo, no geral, tem que deixar de passar cartão à propaganda multiculturalista/liberal»

O povo não liga grande coisa a essa propaganda e só por medo não fala tanto contra como podia falar.

27 de maio de 2016 às 18:34:00 WEST  
Blogger CENSURADO AGAIN said...

TANTO QUE OS ARQUIVOS DE MOSCOU CONTROLADA PELA TENDA E PELAS NYS FINANCIANTES MOSTRAVA BEM COMO VIAM O NS COMO ALIADO PARA TOMAR A EUROPA DEPOIS

27 de maio de 2016 às 19:41:00 WEST  
Blogger CENSURADO AGAIN said...

DERRUBASSEM OS CONDOMINIOS FECHADOS PRA MEIA DUZIA FICAR TÃO EXPOSTA QUANTO O TRANSEUNTE COMUM FICA POR CULPA DELES

27 de maio de 2016 às 19:51:00 WEST  
Anonymous Anónimo said...

"O «ar» patriarcalmente restritivo que certas partes da chamada Extrema-Direita ainda exibem não convida o voto de grande parte das mulheres, excepto talvez de algumas idosas ou de meninas da mamã e da avó, por assim dizer..."

Sim sim claro, aí como solução elas votam em quem aceita meter os muslos (que são "nada" patriarcais) na Europa. Felizmente há é mais antifeministas a lutar para impedir essas irracionais de votar. Isto sim.

28 de maio de 2016 às 23:56:00 WEST  
Anonymous Anónimo said...

"mais uma razão para proibir o direito ao voto das mulheres,já que as mesmas não têm consciência na altura do voto,levando-se muito pela emoção."

Sim, felizmente há mais nacionalistas contra esta imbecilidade chamada igualdade de género. São mais comuns nos Estados Unidos e Canadá mas já estão a chegar cá na Europa.

29 de maio de 2016 às 00:03:00 WEST  
Blogger Caturo said...

Não estão «a chegar», existem há muito mas são cada vez menos, felizmente. Com a diminuição da sua influência o Nacionalismo só tem a ganhar.

30 de maio de 2016 às 08:40:00 WEST  
Blogger Caturo said...

«Sim sim claro, aí como solução elas votam em quem aceita meter os muslos (que são "nada" patriarcais) na Europa.»

A seu tempo podem abrir os olhos. Já vai havendo casos disso.


«Felizmente há é mais antifeministas a lutar para impedir essas irracionais de votar.»

Impedir essas irracionais de votar? Mau sinal...

30 de maio de 2016 às 08:42:00 WEST  

Enviar um comentário

<< Home