quarta-feira, novembro 11, 2015

IGREJAS CRISTÃS RETIRAM SÍMBOLOS PARA ACOLHEREM MUÇULMANOS

Fontes:
http://www.infovaticana.com/2015/11/10/quitan-las-cruces-en-las-iglesias-para-no-ofender-a-los-refugiados/
 - http://www.breitbart.com/london/2015/11/02/traditional-christian-holiday-renamed-festival-lights-facilitate-integration/
*
Na Alemanha, diversas igrejas cristãs evangélicas retiraram de exposição os seus símbolos religiosos para que se pudessem acolher aí os refugiados de credo muçulmano.
Uma destas igrejas foi a de Königshardt-Schmachtendorf, na cidade de Oberhausen, que decidiu remover o altar, o púlptio, a pia baptismal e os bancos, para aí receber os refugiados sírios e iraquianos - a ideia foi, não apenas a de arranjar espaço, mas também a de não ofender os muçulmanos.
Na Suécia fez-se o mesmo - a bispa de Estocolmo, Eva Brunne, da Igreja Luterana «Nacional» sueca, incitou a que se esvaziassem as igrejas de símbolos cristãos para acolher muçulmanos. A bispa foi ao ponto de colocar no chão marcas para indicar a direcção de Meca, facilitando assim as orações muçulmanas, as quais têm de ser executadas estando o fiel virado para a cidade santa do Islão.
Na Áustria há na Igreja Católica quem vá pelo mesmo caminho, nomeadamente através do arcebispo de Viena Christoph Schönborn, que promoveu a utilização das igrejas para receber refugiados de outras confissões religiosas.

Tudo atitudes perfeitamente cristãs no que toca à atitude de se despojar para acolher o Outro, dê lá por onde der, mesmo que o Outro queira roubar, e isto está escrito assim no Novo Testamento, atribuído a Jesus, o rabi dos cristãos: «se ele te quiser tirar a capa, dá-lha». 

Fica aqui destarte mais um testemunho da incompatibilidade visceral entre o Cristianismo e o Nacionalismo, e do papel que a doutrina cristã está a desempenhar na Europa - o de apoiar na primeira linha o caminho para a dissolução identitária europeia.



Etiquetas:

2 Comments:

Blogger Survivalist-SHTF said...

Este comentário foi removido pelo autor.

12 de novembro de 2015 às 14:57:00 WET  
Anonymous Anónimo said...

Sabe o que eu acho realmente engraçado nisso tudo, é que ainda uma vez ou outra caturo, ainda parece gente aqui nesse espaço algum acéfalo com a coragem de criticar o paganismo, esquecer propositalmente que são igrejas,organizações dominicais, representantes e líderes cristãos e além da imensa massa de manobra cristã que hoje em dia que pede as fronteiras aberta a mistura racial é nossa eventual destruição genética, mas é claro culpa é sempre dos identitários que visam reviver mais bela sublimação religiosa de todos os tempos da história que é credo pagão né.

12 de novembro de 2015 às 18:52:00 WET  

Enviar um comentário

<< Home