terça-feira, julho 21, 2015

ACTRIZ PORNOGRÁFICA QUEIXA-SE DE QUE O PÚBLICO É RACISTA

Fonte: http://sol.pt/noticia/403369
*
A actriz de filmes pornográficos Janice Griffithdeu uma entrevista à Fusion sobre o racismo existente na indústria.
A jovem de origem caribenha afirma que os sites porno usam vários rótulos para a categorizar – latina, egípcia, negra, chinesa – sem prestar qualquer atenção à sua ascendência.
“Sou contra estes rótulos. Não apoio a ‘fetichização’ das etnias”, disse à Fusion a actriz de 20 anos.
Muitas pessoas criticam a indústria por englobar vários actores e actrizes em categorias como ‘negros’ ou ‘brancos’, agrupando os performers pura e simplesmente com o intuito de satisfazer prazeres sexuais, sem prestar atenção à sua herança genética.
Griffith afirma que as mulheres negras que trabalham na indústria pornográfica recebem menos que as colegas e não têm as mesmas oportunidades que as restantes.
Existe uma influência racista - não por causa dos performers, mas sim porque a sociedade em si é racista”, disse a actriz.
Para Griffith, a Internet veio piorar esta situação: “As categorias são simplificadas na Internet, de forma a facilitar a vida a quem procura os conteúdos. Uma pessoa quer ver uma jovem morena para satisfazer os seus desejos mais perversos e para isso procuram simplesmente ‘latinas’”.
Alguns sites já se recusam a colocar estes rótulos nos seus conteúdos, mas para Griffith, ainda há muito a fazer. “As pessoas ainda não aceitam bem os conteúdos pornográficos. Associam-lhes uma conotação negativa. Por isso, o racismo pode ‘andar de mãos dadas’ com a indústria. Ainda não foi encontrada uma forma para regularizar os conteúdos e chegar a um acordo entre performers, realizadores e legisladores (…) Não estamos a falar abertamente sobre o assunto”, afirma.

* * *

É assim, o raio do povinho - naturalmente «racista». Se até as opiniões políticas sobre a imigração são o que são («racistasss!!!!!!!!!!!!!») e os votos na Extrema-Direita europeia crescem a olhos vistos («socorro que vem aí o nazismoo!!!!»), quanto mais os gostos pessoais em matéria sexual... bem pode a elite reinante guinchar diariamente durante décadas que as raças não existem, ou que se existem não interessam porque se interessarem isso é pecado!!!!!, mas não há maneira de o povinho gostar de carapinhas, de lábios hiper-grossos ou de faces prógnatas, paciência. Faces bonitas são as caucasóides, isto num contexto civilizacional feito por brancos, como seria de esperar. Quanto mais próximo do tipo caucasóide mais perfeito, maior a beleza, genericamente falando - por isso as negras mais negras são estético-socialmente as mais desfavorecidas, as asiáticas estão a meio, algumas safam-se bem, as mulatas com traços caucasóides e super-produção de gosto ocidental lá conseguem ser apreciadas, mas as europeias ocupam evidentemente o lugar cimeiro, sobretudo as europeias com menos mistura não euroasiática, como é o caso das nórdicas e das eslavas. Quem seja autêntico, por esforço de coerência consigo mesmo ou por ter recebido menos influência da cultura sócio-culturalmente dominante, a que a elite reinante propaga através dos grandes mé(r)dia, da educação estatal e da propaganda oficial, quem seja autêntico irá naturalmente perceber que a miscigenação não traz bem nenhum. Isto mesmo foi percebido por exemplo pela modelo ucraniana conhecida como «Barbie humana», como aqui foi noticiado. A jovem eslava, de uma beleza óbvia, disse que a mistura racial destrói a beleza física. Simples. Acabou-se, é assim. Duvido que a miúda tenha tido alguma indoutrinação nazi. Tampouco acredito que quisesse viver numa sociedade não democrática, militarizada, hierarquizada, reprimindo a liberdade de expressão, etc.. Assustar-se-ia porventura se deparasse com uma subida ao poder de uma trupe de fardados zangados e convencidos de que têm o direito, e superior missão, de «aristocraticamente» reger a «carneirada», como eles próprios dizem. A rapariga pura e simplesmente quer ver gente bonita, só isso. Usualmente é considerada como protótipo de futilidade feminina. Talvez a sua «alienação», fechando-a no mundo da estética pura, a tenha deixado a coberto da maciça propaganda anti-racista vigente. Ou foi simplesmente corajosa - disse o que milhões pensam mas não se atrevem a admitir, embora o manifestem cada vez mais na solidão tranquila das urnas de voto.


11 Comments:

Anonymous Anónimo said...

A realidade é que os rótulos étnicos não lhe são vantajosos.

21 de julho de 2015 às 17:54:00 WEST  
Blogger KVRGANIVS NOSTRATORVM said...

NAQUELE SITE DE RELACIONAMENTOS AS NEGRAS FORAM AS PIORES AVALIADAS ATÉ POR NEGROS AGORA VEM ESSA E DIZ QUE A CULPA É DAS LATINAS AH FALA SERIO SE AS LATINAS SÃO MAIS ATRAENTES É POR QUE NOS TESTES DEU UNS 70% CAUCASOIDE TIPO JAY LO ETC

21 de julho de 2015 às 18:26:00 WEST  
Anonymous Anónimo said...

podemos ter gostos sobre tudo, carros, cor, roupas, clima, mobiliario, comida, enfim tudo, tudo menos raças. Aí não pode haver gostos, preferências, achar que certo povo é mais giro, não. Aí é um tema sagrado, somos todos iguais e não ha preferencias. Quer dizer se dissermos que até preferimos os negros e tal não ha assim muito problema, até ficamos bem vistos e ninguem nos acusa de racism.

21 de julho de 2015 às 18:27:00 WEST  
Anonymous Anónimo said...

engraçado, apos ler o teu comentario pesquisei no google imagens por prognatismo e nem um exemplo duma imagem de negros, aparecem so brancos lol incrivel. mais uma vez o google a alterar as suas buscas para nao ser racista, como aquela noticia que quando se pesquisava gorila e aparecia um negro e eles tinham de mudar porque o google era racista e isso nao podia ser.

21 de julho de 2015 às 18:33:00 WEST  
Blogger Caturo said...

E na Wikipedia, encontrei esta suavíssima referência racial, pouco ou nada mais que isso: «The vast majority of prognathism in humans is due to normal variation among phenotypes.»

Ou seja, a esmagadora maioria dos casos de prognatismo é de NEGROS e, em menor grau, de amarelos.

21 de julho de 2015 às 19:04:00 WEST  
Blogger Caturo said...

Mas vá lá que pelo menos há isto: https://en.wikipedia.org/wiki/Negroid#Craniofacial_traits

«In modern craniofacial anthropometry, Negroid describes features that typify skulls of black people. These include a broad and round nasal cavity; no dam or nasal sill; Quonset hut-shaped nasal bones; notable facial projection in the jaw and mouth area (prognathism); » etc..

21 de julho de 2015 às 19:06:00 WEST  
Anonymous Anónimo said...

Na verdade as mais bonitas são mesmo consideradas as asiáticas orientais (e até concordo que muitas são mais bonitas que as nórdicas), mas enfim, para mim as melhores são as europeias mediterrâneas.

21 de julho de 2015 às 22:03:00 WEST  
Blogger Caturo said...

Consideradas... por quem? Pelos asiáticos... pelos americanos, que têm uma tara por asiáticas... as que na esmagadora maioria dos casos são consideradas como as mais atraentes são realmente as mulheres europeias, sobretudo de ascendência setentrional.

22 de julho de 2015 às 02:05:00 WEST  
Blogger KVRGANIVS NOSTRATORVM said...

Ou seja, a esmagadora maioria dos casos de prognatismo é de NEGROS e, em menor grau, de amarelos.

NA VERDADE PROGNATISMO QUE VI EM AMARELOS ERAM DAQUELES MENOS A NORTE E MISTURADOS COM ELES QUE JA É RESIDUOS DA MELANESIA

22 de julho de 2015 às 02:13:00 WEST  
Anonymous Anónimo said...

segundo varias pesquisas as mulheres mais girasa são as Suecas (também a primeira raça a entrar em extinção).
Num dos recentes estudos elegeram as mulheres dos USA como as mais giras, mas claro que não ha uma identidade nesse país, segundo a reporter isso devia-se ao factor hollywood. Em segundo lugar no estudo vinha a Suécia.

22 de julho de 2015 às 03:18:00 WEST  
Anonymous Anónimo said...

"Pelos asiáticos... pelos americanos, que têm uma tara por asiáticas"

E por muitos europeus (especialmente os próprios homens setentrionais), além de australianos também pelo que já li.

22 de julho de 2015 às 20:59:00 WEST  

Enviar um comentário

<< Home