domingo, julho 29, 2018

IMÃ ACUSADO DE INCITAR À MORTE DE JUDEUS QUANDO SE LIMITOU A CITAR O PRÓPRIO MAOMÉ...

Na mesquita de Masjid Al-Faruq em Norrebro, perto da capital dinamarquesa, um imã, Mundhir Abdallah, foi acusado pelas autoridades de incitação de matança contra os Judeus. Escreveu ele no Facebook que «o Dia do Juízo Final não virá até que os muçulmanos combatam os Judeus e os matem.» Disse-o também num vídeo, divulgado em Março. A delegada do Ministério Público Eva Ronne declarou que é legal citar livros religiosos mas incitar ou aprovar matanças pode ser punido com pena de prisão até três anos. Ora o clérigo muçulmano limitou-se a citar um hadith, isto é, um dos ditos do maior próprio profeta do Islão, Maomé...
*
Fonte: https://www.jihadwatch.org/2018/07/denmark-imam-charged-with-hate-speech-for-quoting-muhammad-calling-for-killing-jews

* * *

Mais uma vez, os criadores-aplicadores das leis e mentalidade do Ocidente a ficarem perplexos diante da maneira de descalçar esta bota... se não fosse a imigração em massa oriunda do Islão, a Europa não teria mais este maravilhoso «quebra-cabeças» para lhe desenvolver o intelecto...

1 Comments:

Anonymous Anónimo said...

https://www.youtube.com/watch?v=WKaDoR1qfKc&feature=share

30 de julho de 2018 às 02:36:00 WEST  

Publicar um comentário

<< Home