quarta-feira, junho 08, 2016

MUSEU DINAMARQUÊS RETIRA A PALAVRA «PRETO» DAS EXPOSIÇÕES

O Museu Nacional da Dinamarca anunciou nesta Martes ter retirado a palavra "preto" de títulos e descrições acrescentadas por especialistas a obras que retratam pessoas de origem africana. Essa palavra e o termo "hottentot" (nome dado pelos holandeses à etnia Khoikhoia) serão apagadas de catorze obras porque, segundo a instituição, reflectem a linguagem da era colonial. Desta forma, as pessoas retratadas devem ser designadas pela sua nacionalidade ou por uma referência às suas origens africanas.
Os títulos dados pelos autores não serão alterados. As obras cujos nomes sofrerão alteração foram descritas ou nomeadas por especialistas do museu ou historiadores. "Na época, era a palavra usada, mas já não é", disse o director de colecções e pesquisa do maior museu de Copenhaga, Peter Norgaard Larsen. "Estamos continuamente a mudar os títulos de obras. Estes estão sempre a ser revistos (...) para nos dirigirmos ao nosso público numa linguagem que corresponde aos tempos em que vivemos."
A decisão foi criticada tanto por um porta-voz do Partido do Povo Dinamarquês (DF, anti-imigração), Alex Ahrendtsen, como por um deputado de origem síria, Naser Khader. "É parvoíce. É ignorância e é contrário à história", declarou Ahrendtsen à agência de notícias Ritzau. "Esta é uma negação e uma limpeza da história", disse Khader, eleito pelo Partido Popular Conservador.
Nos últimos anos, outro museu dinamarquês, o Rijksmuseum de Amsterdão, lançou-se numa vasta empreitada de caça a termos racistas e ultrapassados nos títulos ou descrições de obras da sua imensa colecção, apagando também aqueles que haviam sido atribuídos pelos artistas às peças.
*
Fonte: http://veja.abril.com.br/noticia/entretenimento/museu-da-dinamarca-suprime-palavra-preto-dos-titulos-de-obras

* * *

É assim o ridículo da Santa Madre Igreja Anti-Racista e Multiculturalista dos Últimos Dias do Ocidente - na sanha de perseguir todo e qualquer elemento sequer remotamente «racista», reforça implicitamente a ideia de que «preto» é insulto porque ser preto é ser inferior...

5 Comments:

Blogger CENSURADO AGAIN said...

KK PRETO NÃO É COMO OS PROPRIOS NEGROS DOS EUA GOSTAM DE SE CHAMAR?

8 de junho de 2016 às 22:39:00 WEST  
Blogger CENSURADO AGAIN said...

HOTENTOTE NEM SE FALA É UMA PALAVRA CIENTIFICA NÃO TEM NADA DE PEJORATIVO NEM COLONIAL

8 de junho de 2016 às 22:40:00 WEST  
Blogger CENSURADO AGAIN said...

MESMO ESQUIMÓ QUE SUBSTITUIRAM POR INUIT ACHAVA ATÉ UMA PALAVRA SIMPATICA MAS COMO SEMPRE SE MISTIFICA TUDO NO POS MERDA

8 de junho de 2016 às 22:41:00 WEST  
Blogger CENSURADO AGAIN said...

INUIT SIM PARECE ESQUISITO FONETICAMENTE

8 de junho de 2016 às 22:41:00 WEST  
Blogger Caturo said...

Por acaso «hotentote» significa «gago», mas é um termo histórico.

9 de junho de 2016 às 22:35:00 WEST  

Enviar um comentário

<< Home