quarta-feira, julho 22, 2015

LÍDER DO TERCEIRO MAIOR PARTIDO ALEMÃO DIZ QUE É BOM QUE OS ALEMÃES DESAPAREÇAM PELA BAIXA NATALIDADE

Como se pode ver neste vídeo (falado em Alemão com legendas em Inglês) https://www.youtube.com/watch?v=riQh4Qpvxm4, sucedeu que, na Alemanha, o líder do terceiro maior partido do país (8.6% dos votos em 2013) - Die Linke, ou «A Esquerda» - , o neo-comunista Gregor Gysi, publicou no seu Facebook um vídeo seu a apelar à participação na iniciativa «Viva melhor sem os nazis», no qual diz que os Alemães têm o dever de acolher bem os imigrantes por causa do que aconteceu durante a II Guerra Mundial, e que precisam dos imigrantes porque a sua taxa de natalidade é baixa (das mais baixas do mundo... e que são nazis, e que ainda bem que a sua taxa de natalidade é baixa.

O fulano está deste modo a apelar ao genocídio pela via sonsa, não violenta - não violenta se não pensarmos na violência quotidiana dos gangues criminosos alógenos em solo europeu, bem entendido. Fomentar ou apoiar a diminuição de uma população com o intuito de a fazer desaparecer é objectivamente um acto de ódio condenado pela carta da ONU sobre genocídio.

Agora é esperar que o Gysi vá a tribunal por incitação ao genocídio, se não também por traição, mas isso já era pedir muito a uma elite reinante doentia que dificilmente condena um traidor à sua estirpe se esta for europeia...

Deve estar quase, a ida do sô Gysi a tribunal, quase quase... falta pouco... é só esperar mais um bocadito... e mais outro...





4 Comments:

Blogger R. Vilhena said...

Não cheguei a ler o seu texto todo, mas o fato mais importante a ser dito é que o desgraçado é judeu. Mais um judeu a falar já abertamente aquilo que sempre foi o objetivo final deles, genocídio.

Não que eu tenha algo contra genocídio por si mesmo, apenas sou contra o meu. Pelo contrário, acho que o maior problema do mundo só pode ser resolvido desta forma.

22 de julho de 2015 às 19:17:00 WEST  
Anonymous Anónimo said...

"Fomentar ou apoiar a diminuição de uma população com o intuito de a fazer desaparecer é objectivamente um acto de ódio condenado pela carta da ONU sobre genocídio."

se ele dissesse isso a um povo não europeu, especialmente negro, caia o carmo e a trindade que ele queria acabar com esse povo.
Mas os europeus nao sao pessoas, sao maquinas, tem de desaparecer.
Nem para os jogos indigenas foram convidados, sao todos convidados mas os europeus sao maquinas, nao podem estar presentes na comemoraçao dos jogos indigenas..

23 de julho de 2015 às 00:29:00 WEST  
Anonymous Anónimo said...

Ele não é traidor pois não é etnicamente alemão.

23 de julho de 2015 às 21:43:00 WEST  
Blogger Caturo said...

Isso é discutível. Ele é maioritariamente alemão, vive na Alemanha desde sempre, dá-se como alemão. Está pelo menos a trair a sua promessa implícita como político alemão.

23 de julho de 2015 às 23:21:00 WEST  

Enviar um comentário

<< Home