segunda-feira, junho 15, 2015

CAMPANHA EM DEFESA DOS CARACÓIS

Fonte: http://www.tvi24.iol.pt/sociedade/accao-directa/associacao-lanca-campanha-em-defesa-dos-caracois
*
A associação Acção Directa, que procura sensibilizar para a “libertação animal” e promover o veganismo, lançou uma campanha em defesa dos caracóis, numa altura em que o petisco faz parte dos fins de tarde de muitos portugueses. Na página do Facebook, a associação defende que “estes animais sentem e por tal sofrem nas circunstâncias em que são instrumentalizados”.  
“Esta é a primeira parte de uma específica acção de sensibilização contra o uso e exploração de caracóis, esses mesmos seres sencientes que são cozidos vivos e tão frequentemente consumidos nas épocas mais quentes do ano. Pretendemos alertar para o facto de que, assim como nós, estes animais sentem e por tal sofrem nas circunstâncias em que são instrumentalizados apenas para satisfazer o palato de quem os procura como petisco”, escreve a Acção Directa na legenda do álbum que publicou no Facebook há cerca de uma semana.

  
A campanha está a ser amplamente partilhada nas redes sociais. Questionada por um dos seguidores sobre se outros animais, como as lagostas, não mereciam o mesmo tipo de tratamento, a associação responde: 
 

“Todos os seres sencientes merecem a nossa defesa. Actualmente estamos com esta acção de defesa dos caracóis, entre outras campanhas. Se tiver alguma campanha em defesa das lagostas que queira realizar teremos todo o gosto em participar.”

* * *

De facto, cozinhar a chamada «lagosta suada» é outro crime. O desgraçado do animal chia de dor enquanto é cozido vivo, tal como os caracóis.

O que esta associação está a fazer parece quase cómico, mas constitui bom sinal que seja hoje muito menos ridicularizado do que seria há vinte anos, por exemplo. É um sinal de que a sociedade portuguesa evolui no sentido da defesa dos mais fracos, como europeia que é. 



7 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Isto é rídiculo.

15 de junho de 2015 às 23:26:00 WEST  
Blogger Afonso de Portugal said...

Bem... mas há alguma alternativa ao método de preparação dos caracóis?

É que não estou a ver uma campanha destas ter sucesso se não apresentar alternativas... as pessoas não vão deixar de comer caracóis "só" porque eles são cozidos vivos. Parece-me que às vezes falta algum realismo a estas campanhas, por muito que a sua intenção seja nobre...

16 de junho de 2015 às 00:04:00 WEST  
Anonymous Anónimo said...

Extrema-direita ganha popularidade na Europa

http://br.sputniknews.com/mundo/20150616/1308001.html

16 de junho de 2015 às 12:14:00 WEST  
Anonymous Anónimo said...

Coordenador antiterrorista da UE admite que há mercenários europeus na Ucrânia

Leia mais: http://br.sputniknews.com/mundo/20150615/1306132.html#ixzz3dDsIv51E

16 de junho de 2015 às 12:15:00 WEST  
Anonymous Anónimo said...

Rússia cria ‘canhão de micro-ondas’ que pode desativar drones

Leia mais: http://br.sputniknews.com/mundo/20150615/1299733.html#ixzz3dDsPj300

16 de junho de 2015 às 12:15:00 WEST  
Anonymous Anónimo said...

Os caracóis também chiam de dor?

16 de junho de 2015 às 17:13:00 WEST  
Blogger KVRGANIVS NOSTRATORVM said...

Os caracóis também chiam de dor?

PARA TER UM SISTEMA TÁTIL E SENSORES DE DOR SE NECESSITA DE APARELHO FONADOR QUE EXPRIMA SENSAÇÕES QUE SE SENTE MESMO QUANDO SE SENTE E NÃO PODE EXPRIMI-LAS A LA COMA E RECEM-NASCIDOS PRE-LINGUAGEM ETC ETC?

16 de junho de 2015 às 19:44:00 WEST  

Enviar um comentário

<< Home