terça-feira, outubro 22, 2013

PORTUGAL VENDE PATRIMÓNIO... SOBRETUDO A ÁFRICA E AO BRASIL?...

Fonte: http://www.rtp.pt/noticias/index.php?article=689488&tm=8&layout=122&visual=61  - página com vídeo incorporado. O artigo original é redigido sob o novo aborto ortográfico mas aqui está corrigido à luz da ortografia portuguesa.

A venda de palácios e monumentos a estrangeiros é uma das apostas do Salão Imobiliário de Lisboa que pode visitar na FIL. O objectivo é atrair investimento, principalmente de Angola e do Brasil.

Mais uma desgraça cultural às costas, derivada menos da crise do que da falta de respeito da elite político-reinante pela salvaguarda de um orgulho identitário nacional.

2 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Na Hungria, deputado antissemita descobre ter origem judaica

http://jornalggn.com.br/blog/luisnassif/na-hungria-deputado-antissemita-descobre-ter-origem-judaica?page=1

22 de outubro de 2013 às 19:39:00 WEST  
Anonymous Carlos said...

Salve Portugal!

Essa história de reforma ortográfica não dá certo. Aqui no Brasil alguns acentos foram abolidos e algumas frases ficaram com duplo sentido.

Por exemplo: outro dia surgiu uma manchete de jornal: "Chuva para a cidade de São Paulo".

Se alguém desatentamente olhar essa frase, entenderá que não chovia há algum tempo em São Paulo, quando na verdade, a cidade parou devido aos problemas decorrentes do excesso de chuva.

Lutem! Resistam contra a reforma ortográfica, que só descaracteriza a língua e a cultura.

23 de outubro de 2013 às 01:55:00 WEST  

Publicar um comentário

<< Home