sexta-feira, maio 27, 2011

RTP, SIC E TVI OBRIGADAS A FAZER DEBATES ENTRE OS PEQUENOS PARTIDOS

Lisboa, 27 Mai (Lusa) -- O Tribunal de Oeiras condenou hoje as televisões generalistas a realizarem debates frente a frente com todos os partidos concorrentes às legislativas até ao último dia da campanha, dando razão a uma providência cautelar interposta pelo PCTP/MRPP.
O Tribunal decidiu condenar a RTP, SIC e TVI em mil euros por cada dia decorrido desde hoje até ao dia 3 de Junho "em que não cumprirem" a decisão, advertindo que incorrem na prática do "crime de desobediência qualificada" em caso de infracção.
A decisão do Tribunal, a que a Agência Lusa teve acesso, determina que a organização dos frente a frente visam "a participação de um representante do requerente" (PCTP/MRPP) e de participantes "das restantes forças e partidos políticos concorrentes às eleições legislativas" de 5 de Junho "na medida em que cada um destes últimos assim o deseje".
(Este texto da agência Lusa
foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
, mas eu corrigi-o para a norma portuguesa.)

Bom trabalho, o de Garcia Pereira, tem de se lhe tirar o chapéu no que à sua competência e pelo-na-venta diz respeito. Lá democrata não é muito, mas sabe fazer valer os direitos democráticos que esta mediocre democracia reconhece aos cidadãos.
E assim se salienta a terceiro-mundice dos poderes instituídos, controlados por gente sem consciência do dever e da justiça, que se contorce consoante interesses económicos - as audiências, na melhor das hipóteses... - e que, para actuar como deve, precisa de ser forçada por terceiros.

8 Comments:

Anonymous Anónimo said...

NYTimes confirms: Obama negotiating with the Taliban!

— American officials have met with a senior aide to the fugitive Taliban leader, Mullah Mohammad Omar, at least three times in recent months in the first direct exploratory peace talks, officials in the region said.
The meetings have been facilitated by Germany and Qatar but American officials have been present at the meetings each time, meeting with Tayeb Agha, who is a close personal assistant to Mullah Omar, the officials said. Officials of the Central Intelligence Agency and the State Department have been involved in the meetings, one official said.

27 de maio de 2011 às 21:09:00 WEST  
Anonymous Anónimo said...

. Congressman Says The Obama Administration Materially Supporting Terrorists.


Last Friday, May 20th, U.S. Congressman Louie Gohmert of the First District of Texas indicated the current Administration appears to be complicit in supporting the designated terrorist organization Hamas. Thus far, there has been nearly no media coverage on the Congressman’s comments, which, one would think, would have a significant impact because of the implications of such an accusation.


The comments came during an interview on the nationally syndicated radio program, “The Sean Hannity Show,” and were in response to reports of the attendance of Mohammed Magid at President Obama’s speech on Thursday May 19th at the U.S. Department of State regarding Israeli and Palestinian issues in the Middle East.


Congressman Gohmert, a former Chief Justice for the 12th Court of Appeals in Texas, said, “There were a number of the co-conspirators that asked that their names be stricken from the pleadings. The judge refused to strike ISNA and others because he says there’s a prima facie case against them…I’ve seen documentation – deposit slips, journals, ledgers and things. They have a tremendous amount of evidence that could have been used to prosecute ISNA.”


In ruling on this matter, Federal Judge Solis of the Northern District of Texas stated “The Government has produced ample evidence to establish the associations of CAIR, ISNA, and NAIT with HLF, the Islamic Association for Palestine (“IAP”), and Hamas.” A three-judge appellate panel unanimously ruled the same. Thus far, the Department of Justice is not seeking to prosecute ISNA, NAIT, or CAIR.


In March of this year, Deputy National Security Advisor Dennis McDonough went to the All Dulles Area Muslim Society (ADAMS) in Sterling, Virginia where he was the keynote speaker. The Executive Director of ADAMS is Mohammed Majid. Besides thanking Majid for leading prayers during the Iftar Dinner at the White House, included in Mr. McDonough remarks were these:

27 de maio de 2011 às 21:10:00 WEST  
Anonymous Anónimo said...

Caturo, pelo que tu ves e ouves e sabes, achas que o nacionalismo tem crescido em Portugal??

Tem mais por onde crescer???

Responta o mais sincera possivel Caturo.

27 de maio de 2011 às 21:13:00 WEST  
Blogger Caturo said...

Tem crescido e, sobretudo, tem muito, mas muito mais por onde crescer. O que o PNR diz é, no fundo, o que diz o cidadão comum - e quanto mais o cidadão comum SOUBER disso, mais votará no PNR.

É, basicamente, o que se passa nos outros países europeus com os partidos nacionalistas.

27 de maio de 2011 às 21:18:00 WEST  
Blogger Anti-ex-ariano said...

«Bom trabalho, o de Garcia Pereira, tem de se lhe tirar o chapéu no que à sua competência e pelo-na-venta diz respeito. Lá democrata não é muito, mas sabe fazer valer os direitos democráticos que esta mediocre democracia reconhece aos cidadãos.»

É verdade. O gajo é um comuna em toda a asserção da palavra, mas de vez em quando tira um coelho da cartola (energúmenos da Madeira à parte) e dá provas de não andar a dormir.

Consigo respeitar adversários assim, embora odeie tudo o que eles representam. O homem tem-nos no sítio. Não é por acaso que o PCTP/MRPP é o maior dos pequenos partidos.

27 de maio de 2011 às 22:11:00 WEST  
Anonymous Anónimo said...

Tem crescido e, sobretudo, tem muito, mas muito mais por onde crescer. O que o PNR diz é, no fundo, o que diz o cidadão comum - e quanto mais o cidadão comum SOUBER disso, mais votará no PNR.

É, basicamente, o que se passa nos outros países europeus com os partidos nacionalistas.




Mas achas que o crescimento do nacionalismo lusitano é verdadeiro, no sentido de será que este crescimento pode estar a antever algo futuro.

Sei que são coisas para as quais nao tens resposta mas o que eu queria saber era se acreditas que mais tarde ou mais cedo o nacionalismo chega ao poder em Portugal e tambem no resto da Europa.


Já agora, reparei que escrevi nacionalismo lusitano sem querer.
Engraçado.No fim de estes anos todos e depois de tanta gente ainda nos lembramos dos nossos verdadeiros antepassados e ainda os chamamos.

27 de maio de 2011 às 22:43:00 WEST  
Blogger Caturo said...

Acho que o Nacionalismo já está a começar a chegar ao poder em certos países da Europa - a Dinamarca fecha fronteiras e torna a imigração cada vez mais rigorosa, por exemplo. Em França, Sarkozy tem de «vender» o discurso identitário a ver se a FN não cresce mais ainda, em Itália a Liga Nortte bloqueia a iminvasão, etc.. Portugal não é diferente dos outros países europeus.

28 de maio de 2011 às 04:13:00 WEST  
Anonymous Anónimo said...

"Lá democrata não é muito, mas sabe fazer valer os direitos democráticos que esta mediocre democracia reconhece aos cidadãos. "

Mas ele fez isso em nome da democracia ou foi mais pelo interesse próprio? Se o partido dele fosse um dos grandes devia estar mesmo muito preocupado em fazer valer os diretos democráticos neste caso concreto...

28 de maio de 2011 às 22:31:00 WEST  

Publicar um comentário

<< Home