domingo, fevereiro 27, 2011

«VERDE VINHO» - «GRIECHISCHER WEIN»

E agora, cambada, um momento de memórias de infância, via YouTube - o «Verde Vinho», de Paulo Alexandre, música que marcou a mais antiga infância que recordo, antes dos seis anos, e que eu, no aéreo vai-e-vem entre cá e lá - Portugal e Moçambique - identificava com Portugal, esta música era para mim Portugal (o que está longe de significar que Portugal fosse para mim só isto...), e ao ouvi-la vinha-me à mente uma taberna tipicamente aldeã, semi-iluminada, com pessoal fisicamente avantajado de olhos verdes a emborcar copos e a recordar o passado.

Ora aos vinte e seis anos, tive a inusitada surpresa de descobrir que esta música, que eu sempre identificara com Portugal, é na realidade de origem austríaca, da autoria de Udo Jürgens, intitulada «Griechischer Wein»:

Não deixará, evidentemente, de constituir uma das minhas referências... ao fim ao cabo, está-se na Europa...
E lembro-me, repentinamente, de ter lido, há umas duas décadas, um excerto de uma entrevista do cantor «Toy», que enquanto esteve imigrado na Alemanha mandou músicas para Marco Paulo cantar e que disse qualquer coisa como isto: «os Portugueses gostam muito do tipo/ritmo/melodia? de música alemã.»

4 Comments:

Blogger Nepenthes said...

http://www.publico.pt/Mundo/o-lugar-mais-perigoso-para-um-afroamericano-e-o-utero_1482154#Comentarios

camarada Caturo e restantes leitores deste glog:trago-lhes este link de uma notícia muito polémica.

27 de fevereiro de 2011 às 15:10:00 WET  
Anonymous Anónimo said...

Os asiáticos do RU estão mais interessados em travar a imigração do que os próprios brancos??

http://islamineurope.blogspot.com/2011/02/uk-52-think-muslims-create-problems-39.html

27 de fevereiro de 2011 às 16:32:00 WET  
Blogger Caturo said...

Pudera..estão no El-Dorado e não querem levar com a merda que teriam de suportar se tivessem ficado na sua terra...

Sobretudo porque sabem, por experiência própria e dos familiares, o que é viver numa sociedade cheia de muçulmanos.

27 de fevereiro de 2011 às 16:56:00 WET  
Anonymous Anónimo said...

Lembrei-me dos meus tempos de jovem. Esta música era uma das minhas favoritas, e fez sucesso aqui no Brasil.

28 de fevereiro de 2011 às 04:29:00 WET  

Enviar um comentário

<< Home