quarta-feira, novembro 06, 2019

VIGIANDO OS «WATCHMEN»

«Watchmen» é das melhores bandas-desenhadas de super-heróis da década de oitenta, um portento da nona arte assinada pelo inglês Alan Moore, esquerdista -«anarquista» - que por acaso sabe escrever em condições. Consiste na história de um mundo real em que os super-heróis existissem mesmo com todas as consequências disso mesmo, incluindo a vitória dos EUA na guerra do Vietname, pois alguém imaginava que um super-homem americano não apoiasse o seu governo a deitar abaixo os ditatoriais comunistas vietcongs? 
O filme que na década passada se fez a partir desta obra foi dos melhores filmes de super-heróis de sempre, digo eu. Ideologicamente de Esquerda, tal como a b.d., mas bom, tecnicamente.
A série que agora está em exibição é uma estucha que nem no enredo consegue atrair. Quem fez «aquilo» pura e simplesmente racializou tudo e edificou uma merdalhice ideológica antirra em que há uma heroína principal, bófia negra, que, boa e impoluta, não hesita em torturar um racista para obter informações, quem diria que um esquerdista aplaudiria uma merda destas, depois de tanto chiqueiro manifestante ter sido exibido ao longo das décadas por esquerdalhame de todos os níveis educacionais contra as torturas da CIA, ai de um Trum ou de um Bolsonaro que diga que é a favor da tortura, que com isso comprova logo o seu barbarismo...

1 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Mas ao menos tem muita diversidade cultural, coisa que faltava ao original.

7 de novembro de 2019 às 00:22:00 WET  

Publicar um comentário

<< Home