quarta-feira, março 28, 2018

BISPOS E OUTROS CLÉRIGOS ABRAÂMICOS INQUIETOS DIANTE DA EVENTUALIDADE DA PROIBIÇÃO NA ISLÂNDIA DA APLICAÇÃO DE CIRCUNCISÃO A CRIANÇAS

Os bispos da Europa estão preocupados com uma proposta de lei na Islândia que proibiria, com penas até seis anos de cadeia, a circuncisão de menores por motivos não religiosos.
A lei que está a ser ainda discutida no Parlamento islandês diz respeito apenas à circuncisão masculina. A mutilação genital feminina, que por vezes é chamada também circuncisão feminina, já é proibida na Islândia, como acontece na esmagadora maioria dos países europeus. Mas se esta lei for aprovada, a Islândia tornar-se-á o primeiro país a proibir a circuncisão por motivos religiosos.
A circuncisão é um elemento central da religião judaica e também é largamente praticada por muçulmanos. As comunidades judaica e muçulmana da Islândia são minúsculas, mas já revelaram preocupação, dizendo que esta discussão os faz sentir que não são bem-vindos naquele país.
Na mesma linha os bispos católicos da Europa manifestaram a sua solidariedade com os judeus e os muçulmanos. Numa nota divulgada esta semana, o Conselho das Conferências Episcopais Europeias diz que “é com grande preocupação que organizações cristãs, judaicas e muçulmanas da Europa tomam nota da proposta de banir a circuncisão não-terapêutica de crianças do sexo masculino.”
Os bispos dizem que a lei corresponde a um abuso do direito fundamental de liberdade religiosa e de crença, “mas também será entendida como um sinal de que as pessoas de extracto judaico ou muçulmano não são bem-vindas na Islândia”.
“A circuncisão não é uma cerimónia opcional, mas está no cerne da prática religiosa. É com este rito religioso que os rapazes são acolhidos na sua religião, dotando-os de um sinal da aliança de Deus com a humanidade. Para estas comunidades trata-se de uma expressão integral da fé”, escrevem os bispos.
No Cristianismo, apenas as Igrejas da Etiópia e da Eritreia praticam a circuncisão por motivos religiosos, mas as igrejas cristãs têm manifestado sempre preocupação por leis desta natureza que procuram limitar práticas religiosas. A cidade de Berlim proibiu a circuncisão durante um período, mas o Governo federal acabou por garantir a protecção da prática.
*
Fonte: http://rr.sapo.pt/noticia/108362/proposta-de-lei-diz-a-judeus-e-muculmanos-que-nao-sao-bem-vindos-na-islandia

* * *

Um louvor é devido à Islândia por mais uma vez dar um exemplo valioso a toda a Europa e a todo o Ocidente - uma atitude autenticamente europeia, no verdadeiro espírito europeu de defesa da liberdade individual contra o peso de tradições que limitam ou mutilam indivíduos e que, no caso, até acarretam mais danos do que benefícios, segundo uma petição assinada por quinhentos médicos islandeses.
Quanto à posição dos bispos europeus, não surpreende - e os seguidores do Judeu Morto que não viessem mostrar inquietação por se limitar a imposição de uma tradição abraâmica às crianças antes que elas possam decidir por si próprias... ou não fosse o baptismo frequentemente ministrado a crianças antes que estas possam sequer saber o que lhes está a acontecer, isto apesar de o Cristianismo ser alegadamente uma religião de escolha individual («escolha» entre submeter-se a Deus ou ir para o inferno, claro...). 

7 Comments:

Anonymous O que me dizes disto? said...

O que dizes disto, Caturo?

https://www.publico.pt/2018/03/26/sociedade/noticia/a-espera-da-autorizacao-de-residencia-enquanto-acumula-dividas-no-sns-1805774/amp

29 de março de 2018 às 10:43:00 WEST  
Anonymous Anónimo said...

Toma e publica, Caturo:

http://www.dailymail.co.uk/news/article-5544017/Woman-24-stabbed-Syrian-refugee-Germany.html?ito=social-twitter_mailonline

P.S.: publica mesmo.

29 de março de 2018 às 23:27:00 WEST  
Anonymous Anónimo said...

Recusa de vistos para Portugal a 21 crianças gera indignação em Cabo Verde
A recusa de vistos para Portugal a 21 crianças cabo-verdianas está a gerar críticas, incluindo da primeira-dama Lígia Fonseca, à atuação do Centro Comum de Vistos, mas fonte consular explicou que foi motivada por falta de documentação.

https://24.sapo.pt/atualidade/artigos/recusa-de-vistos-para-portugal-a-21-criancas-gera-indignacao-em-cabo-verde

30 de março de 2018 às 04:16:00 WEST  
Blogger Caturo said...

«https://www.publico.pt/2018/03/26/sociedade/noticia/a-espera-da-autorizacao-de-residencia-enquanto-acumula-dividas-no-sns-1805774/amp»

Desgraças do terceiro-mundo são mesmo assim, depois o outro é que é o mau da fita por dizer que aquilo são «shitholes» e tudo é melhor do que ficar por lá... Essas pessoas deveriam ser ajudadas mas na sua terra, a sua vinda para cá só serve para encher os bolsos a quem a explora e a quem quer pagar baixos salários.

1 de abril de 2018 às 22:42:00 WEST  
Anonymous Anónimo said...

Essa gente deve é aprender a ajudar a si própria, e não estarmos sempre ajudá-los.

1 de abril de 2018 às 22:54:00 WEST  
Anonymous Anónimo said...

Parece-te ser uma boa série, Caturo?

https://magg.pt/2018/03/26/o-mecanismo-a-nova-serie-viciante-da-netflix-que-esta-a-originar-boicotes-no-brasil/

1 de abril de 2018 às 23:40:00 WEST  
Blogger Caturo said...

Não acompanho a situação no Brasil, não sei, mas acho muito curioso que uma série contra esquerdistas esteja a ser tão divulgada. Parece que o povo gosta... não tomo partido nessa questão. De resto, a Direita capitalista não mostra ser melhor em nada que a Esquerda de Lula e um dos males do Brasil parece ser precisamente a rapina que se exerce no sentido do aumento do fosso sócio-económico.

2 de abril de 2018 às 02:39:00 WEST  

Enviar um comentário

<< Home