segunda-feira, maio 16, 2016

PAPA «PEDE PERDÃO» AOS IMIGRANTES...

«Muitas vezes nós não os acolhemos! Perdoem-nos pela indiferença das nossas sociedades que temem uma mudança de vida e de mentalidade que a vossa presença nos pede. Vocês são tratados como um peso, um problema, um custo, mas ao invés disso, vocês são dons», afirma o Papa Francisco, na mensagem dirigida aos imigrantes que chegam à Europa na esperança de encontrarem melhores condições de vida.
Para o Pontífice, que no passado fim de semana viajou até à ilha grega de Lesbos - considerada a maior porta de entrada de deslocados na Europa - para mostrar proximidade aos refugiados, os migrantes são pontes entre as culturas e religiões, e como tal devem ser bem acolhidos e encarados como irmãos.
«A vossa experiência de dor e de esperança lembra-nos que todos somos estrangeiros e peregrinos pela Terra. Quem como vocês fugiu da própria terra por causa da opressão, da guerra, de uma natureza destruída pela poluição e pela desertificação ou pela injusta distribuição de recursos do planeta, é um irmão com o qual precisamos dividir o pão, a casa e a vida», sublinha Francisco.
Segundo os dados mais recentes da Organização Internacional para as Migrações (OIM), desde Janeiro deste ano, já chegaram à Europa através do mar Mediterrâneo mais de 178 mil imigrantes. A maioria desembarcou na Grécia, depois na Itália, Chipre e Espanha. Mais de 700 morreram ou desapareceram durante a travessia.
*
Fonte: http://www.fatimamissionaria.pt/artigo.php?cod=34393&sec=8

* * *

O líder espiritual supremo e, em matéria de fé, dado como infalível, da maior parte dos cristãos do planeta, vem com este «pedido de perdão» sonso reforçar o complexo de culpa que as elites político-culturais reinantes no Ocidente querem impingir aos Europeus de maneira a que estes não resistam à iminvasão. Evidentemente que o fulano está a pedir perdão «em nome» da Europa. Ao «pedir perdão» aos imigrantes, o vigário do Judeu Morto está a lançar uma mensagem clara aos católicos europeus: «somos culpados diante de Deus!!!!!!!!!!! se não os deixarmos entrar!!!!!»
Nunca, jamais, em tempo algum, tiveram os Ocidentais um inimigo interno destes, raiz directa e/ou indirecta dos seus maiores males. E só é um inimigo interno porque foi imposto aos Europeus como «produto» europeu - na verdade, é étnica e espiritualmente alógeno à Europa, contrastando gritantemente com a herança religiosa e espiritual pré-cristã europeia.
Repare-se em especial na parte em que diz «somos todos estrangeiros na Terra». Percebe-se bem, também aqui, que o papa não é  simplesmente um «politicamente correcto» que se adapta à moda ideológica da época - pelo contrário. Na verdade, esta alusão à ideia de que no mundo todo o cristão é um estrangeiro em todas as nações, porque a verdadeira pátria é a «celestial», foi há quase dois mil anos uma ideia que serviu para minar entre os desenraizados de Roma o já escasso apego à pátria romana pagã que pudesse existir. Estar pois a dizer, como dizem alguns nacionalistas cristãos ingénuos, que «ai este papa está-me a desiludir!!!» é ou fugir à verdade ou andar gravemente iludido. Não é «este papa». São todos. Todos os papas, incluindo o anterior, que muito boa gente na Direita quer louvar como exemplo do que deve ser um bom papa e que de facto também apoiou constantemente a iminvasão.
O que agora disse o papa argentino constitui só mais um testemunho, e mais um, e mais outro, e mais outro ainda, e ainda mais outro, de como a Cristandade é visceralmente incompatível com o Nacionalismo e, no presente contexto, revela-se já incompatível também com a salvaguarda da identidade nacional.

Etiquetas:

12 Comments:

Blogger CENSURADO AGAIN said...

Etiquetas: Nacionalismo X Cristianismo

CURIOSO POR QUE O TERMO NÃO SE ESTENDE A ABRAAMISMO POIS SABEMOS QUE NÃO É A UNICA SERPENTE ABRAAMICA OU DERIVADA

17 de maio de 2016 às 01:45:00 WEST  
Blogger Caturo said...

É simples - o Judaísmo é uma religião nacional e não se opõe ao Nacionalismo, enquanto o Islão já se sabe que é universalista e inimigo dos Nacionalismos europeus. O Cristianismo, todavia, teve outro estatuto, o de «religião nacional», e isso deve ser desmascarado.

17 de maio de 2016 às 19:32:00 WEST  
Blogger CENSURADO AGAIN said...

É simples - o Judaísmo é uma religião nacional e não se opõe ao Nacionalismo, enquanto o Islão já se sabe que é universalista e inimigo dos Nacionalismos europeus. O Cristianismo, todavia, teve outro estatuto, o de «religião nacional», e isso deve ser desmascarado.

NACIONAL MAIS DA METADE DOS ASKENAZITAS AO REDOR DE NY - DESDE QUANDO NY É JUDAH?

17 de maio de 2016 às 22:10:00 WEST  
Blogger CENSURADO AGAIN said...

E SE UMA GERA A OUTRA É A MÃE DELA OU SEJA MÃE DA MERDA ALOGENA

17 de maio de 2016 às 22:11:00 WEST  
Blogger CENSURADO AGAIN said...

não se opõe ao Nacionalismo

SIM SÓ ABRIU AS PORTAS DA IBERIA NO MEDIEVO E AGORA DO OESTE TODO

17 de maio de 2016 às 22:11:00 WEST  
Blogger CENSURADO AGAIN said...

enquanto o Islão já se sabe que é universalista e inimigo dos Nacionalismos europeus. O

OBVIO O ISLÃO TEM COLHÕES NÃO PRECISA SE TAQYIAR EM FALSO CORDEIRINHO

17 de maio de 2016 às 22:12:00 WEST  
Blogger CENSURADO AGAIN said...

O Cristianismo, todavia, teve outro estatuto, o de «religião nacional», e isso deve ser desmascarado.

17 de maio de 2016 às 19:32:00 WEST

KK UMA SEITA DA ALOGENA JUDAH É NACIONAL ONDE?NEM NA ZONA DE ORIGEM VENCEU VIDE O ISLÃO

17 de maio de 2016 às 22:13:00 WEST  
Blogger Caturo said...

É nacional para os Judeus, evidentemente... até os Romanos entenderam isso, quando a dada altura toleravam bem os Judeus, mas com os cristãos o perigo era outro.

17 de maio de 2016 às 22:49:00 WEST  
Blogger Caturo said...

«NACIONAL MAIS DA METADE DOS ASKENAZITAS AO REDOR DE NY»

O Estado de Israel é recente e mesmo assim boa parte da população judaica do planeta já lá vive. Portanto, a questão não é a de mais de metade dos askhenazitas viverem ainda nos EUA mas sim a de muitos milhões de Judeus viverem já em Israel.

17 de maio de 2016 às 22:51:00 WEST  
Blogger Caturo said...

«E SE UMA GERA A OUTRA É A MÃE DELA OU SEJA MÃE DA MERDA ALOGENA»

Mas a postura política de uma difere da da outra.

17 de maio de 2016 às 22:52:00 WEST  
Blogger Caturo said...

«SIM SÓ ABRIU AS PORTAS DA IBERIA NO MEDIEVO E AGORA DO OESTE TODO»

Exagero sem fundamento.

17 de maio de 2016 às 22:53:00 WEST  
Blogger Caturo said...

«OBVIO O ISLÃO TEM COLHÕES NÃO PRECISA SE TAQYIAR EM FALSO CORDEIRINHO»

Isso deve ser das maiores barracadas que já aqui se escreveram. A Taqya é precisamente um método formalmente islâmico para fazer os muçulmanos disfarçarem-se de «cordeirinhos» enquanto não têm poder para se imporem pela força.

17 de maio de 2016 às 22:54:00 WEST  

Enviar um comentário

<< Home