quarta-feira, julho 08, 2015

SERVIÇOS SECRETOS INVESTIGAM PRESENÇA DA EXTREMA-DIREITA NA PSP

Agradecimentos a quem aqui trouxe esta notícia: http://www.dn.pt/inicio/portugal/interior.aspx?content_id=4667663&page=-1   (artigo originalmente redigido sob o acordo ortográfico de 1990 mas corrigido aqui à luz da ortografia portuguesa)
*
Os serviços de informações portugueses têm estado a monitorizar alguns casos de agentes e chefes da PSP com ligações a movimentos de extrema-direita, como os skinheads ou o Partido Nacional Renovador (PNR). O DN sabe que alguns dirigentes sindicais desta força de segurança foram abordados pelos espiões sobre esta matéria, mas também houve oficiais a serem contactados, com o objectivo de colaborarem com as secretas no acompanhamento deste fenómeno que se receia estar a consolidar-se.
Ontem, foi conhecida a conclusão do processo de averiguações da Inspecção-Geral da Administração Interna (IGAI) aos incidentes de Fevereiro passado, na esquadra da PSP na Cova da Moura, um dos bairros mais sensíveis da zona de Lisboa. A IGAI confirmou grande parte das denúncias das vítimas, jovens do bairro que foram agredidos e injuriados. Nove polícias vão ser sujeitos a processos disciplinares, três dos quais vão ser já suspensos preventivamente, dada a gravidade da sua actuação, por decisão da ministra da Administração Interna, Anabela Rodrigues. Um deles é chefe na esquadra.
Apesar de, em sede da averiguação, meramente disciplinar, da IGAI, não ter sido estabelecida uma ligação entre a extrema-direita e o comportamento dos agentes (o inquérito disciplinar irá aprofundar essa matéria), a situação não deixou de fazer soar o alarme nas secretas. O caso indiciou atitudes muito graves de discriminação racial por parte dos agentes e abuso violento de força contra os jovens portugueses de ascendência africana. A PGR confirmou ao DN que abriu um inquérito, para investigar estas suspeitas, com origem em "participação apresentada pelos advogados dos detidos" e que se encontra "em segredo de justiça".
O relatório agora produzido pela IGAI será enviado ao Ministério Público e incorporado neste inquérito. Em causa, de acordo com o que foi apurado pela IGAI estão suspeitas dos crimes de discriminação racial e tortura, classificados pelo Código Penal como "crimes contra a identidade cultural e integridade pessoal".
Há também suspeitas de falsos depoimentos por parte dos agentes de autoridade.
"Disseram que nós, africanos, temos de morrer", "vocês têm sorte que a lei não permite, senão seriam todos executados" ou "deviam alistar-se no Estado Islâmico", contou, na ocasião, um dos jovens agredidos. O sociólogo Boaventura Sousa Santos reagiu salientando que estes incidentes "são um problema do Estado de direito e da democracia". O investigador, que participava numa manifestação contra o racismo em frente à Assembleia da República, nessa semana, assinalou, logo nessa altura, a sua apreensão quanto ao fenómeno da "infiltração das forças policiais por elementos próximos de grupos de extrema-direita, como sucedeu em França e na Grécia".
Fontes da PSP contactadas pelo DN confirmaram a existência de "alguns elementos que se sabe participarem em iniciativas da extrema-direita", mas lembram que se trata da esfera "da vida privada e das opções ideológicas a que todos os cidadãos, incluindo os polícias, têm direito". Por isso, "até que haja provas que essa opção influenciou a isenção que devem ter na sua actividade profissional, não há nada que possamos fazer, a não ser estar atentos. E é isso que fazemos", explicou uma dessas fontes, do departamento disciplinar.
No dia dos incidentes da Cova da Moura, cinco dos jovens foram detidos e o MP pediu a sua prisão preventiva, mas o Tribunal de Sintra libertou-os, com a medida menos gravosa de termo de identidade e residência.

* * *

Claro que há elementos da PSP que são de Extrema-Direita. Torna-se absolutamente óbvio que basta passar uma noite em convívio com «jovens» da Cova da Moura para se ser de Extrema-Direita, a menos que se adopte a postura cristã de dar a outra face...
Falar-se em «infiltração das forças policiais por elementos próximos de grupos da extrema-direita» é por isso gratuito e inverte a natureza das coisas. E estar a armar um cagaçal em torno do assunto é mais um tique totalitário da Esquerda militante - totalitarismo é mesmo isto, procurar perseguir as pessoas na sua vida profissional só porque têm ideias proibidas, sobretudo quando estas pessoas têm funções de segurança. Eventualmente há quem prefira que toda a bófia seja do Bloco de Esquerda, que é para andarem todos desarmados e enfrentarem a «revolta» dos «jovens discriminados» com nada mais que diálogo intercultural...


8 Comments:

Anonymous Anónimo said...

http://pt.euronews.com/2015/07/07/clandestino-morre-ao-tentar-atravessar-tunel-do-canal-da-mancha/

8 de julho de 2015 às 17:00:00 WEST  
Anonymous Anónimo said...

http://pt.euronews.com/2015/07/07/problemas-fronteiricos-nos-balcas/

8 de julho de 2015 às 17:01:00 WEST  
Anonymous Anónimo said...

http://www.voxeurop.eu/pt/content/news-brief/4948338-um-mapa-que-mostra-os-imigrantes-que-morreram-tentar-chegar-europa

8 de julho de 2015 às 17:04:00 WEST  
Anonymous Anónimo said...

http://www.voxeurop.eu/pt/content/blog/4913204-europa-nao-tem-meios-para-combater-os-jihadistas-no-seu-territorio

8 de julho de 2015 às 17:05:00 WEST  
Anonymous Anónimo said...

E os polícias de extrema-esquerda já foram investigados?

8 de julho de 2015 às 21:49:00 WEST  
Blogger KVRGANIVS NOSTRATORVM said...

clandestino-morre-ao-tentar-atravessar-tunel-do-canal-da-mancha/

CANAL EUGENICO

9 de julho de 2015 às 01:37:00 WEST  
Blogger KVRGANIVS NOSTRATORVM said...

europa-nao-tem-meios-para-combater-os-jihadistas-no-seu-territorio

OBVIO GASTA TUDO EM ASSISTENCIA SOCIAL PRA VAMPIRO ALOGENO

9 de julho de 2015 às 01:39:00 WEST  
Anonymous Anónimo said...

era bom que metessem so pessoal do be para patrulhar as zonas mais problematicas.
aqueles que sofreram grande lavagem cerebral eram incapazes de mudar, mesmo que tivessem a vida em perigo todos os dias, arranjariam sempre desculpas e que a culpa era dos brancos para justificar tudo o que os negros fazem de mal.
E a morrerem policias, ao menos morria essa escumalha do be que é incapaz de ver a realidade e defende o fim dos europeus a todo o custo.

9 de julho de 2015 às 03:06:00 WEST  

Enviar um comentário

<< Home