sexta-feira, abril 21, 2006

SELECÇÃO DE CIDADANIA NA HOLANDA

Os Holandeses começam a acordar do seu torpor ingénuo suicidário que os levou a abrir as portas do seu país a toda a imigração vinda de fora da Europa. O assassinato revoltante do realizador Theo van Gogh, cometido por um muçulmano marroquino em solo holandês pelo facto de o cineasta, na sua própria terra, ter criticado o Islão (religião estrangeira), ajudou a que a população em geral começasse a perceber qual o verdadeiro significado do crescente verde.

Aliás, o anterior assassinato do político anti-imigração islâmica Pim Fortuyn tem, quanto a mim, muito que se lhe diga. Sempre achei estranho que o autor do crime fosse um activista pelos direitos dos animais...

Por conseguinte, a partir de agora, todo o muçulmano que queira residir na Holanda terá de fazer um teste especialmente exigente que inclui conhecimentos da língua holandesa e observação das reacções perante elementos da sociedade holandesa actual, tais como a nudez feminina.

É um activista muçulmano turco a viver nos Países Baixos quem o diz: «Eles (autoridades holandesas) sabem que de acordo com o Islão, a nudez e a homossexualidade são tabu. Eles conhecem os sentimentos dos muçulmanos sobre esse assunto. Portanto, indirectamente, eles estão a dizer que nós não somos bem-vindos.»


Ainda bem que percebeste, ó mafomético...

De facto, os Holandeses, como povo europeu que são, valorizam a sua liberdade - e não admitem que um contingente de alienígenas lhes venha alterar a sua sociedade de liberais costumes e tolerância instituída. E, assim, souberam chumbar a constituição no referendo realizado no seu país - referendos, referendos, luxos democráticos dessa coisa para muitos esquisita que se chama Europa livre... - sabendo-se, geralmente, que tal opção da população holandesa está ligada à repulsa pela imigração e pela entrada da Turquia na U.E..

Efectivamente, o Povo Holandês ainda não morreu, apesar de anos e anos de lavagem cerebral politicamente correcta. Prova disso é o diz que um estudante de origem marroquina que se considera holandês: «Mesmo quando nascemos aqui, somos imigrantes. Tu vês isso quando eles olham para ti: Tu não és um de nós».

E, assim, a Europa desperta

85 Comments:

Anonymous Anónimo said...

" «Eles (autoridades holandesas) sabem que de acordo com o Islão, a nudez e a homossexualidade são tabu. Eles conhecem os sentimentos dos muçulmanos sobre esse assunto."

Curioso, não fizeram os nacionalistas uma manifestação contra os homosexuais? Não é a homosexualidade um tabu para os nazioracistas? Aliás é apenas uma das coisas que os nazioracistas discordam dos valores liberais das sociedades ocidentais.

Ainda bem que defendes os valores liberais - como a homosexualidade - afinal nada está perdido.

]:->

21 de abril de 2006 às 18:51:00 WEST  
Blogger Caturo said...

Isso, desvia a conversa, concentra-te em detalhes insignificantes e tenta criar cisões entre os nacionalistas, já que, quanto aos argumentos relacionados com o cerne da questão, nem lhes tocas...

21 de abril de 2006 às 19:10:00 WEST  
Anonymous Pedro Caçorino Dias said...

" Não é a homosexualidade um tabu para os nazioracistas? "

Eu cá sou a favor da legalização do casamento entre netos e avôs, e que esse casal possa adoptar crianças ... aliás sou a favor do casamento incestuoso e homosexual com adopção e tudo.

Afinal cada vez mais em sociedades evoluidas a Família não é mais do que uma comunidade de afectos . Onde há amor, que seja como for, Sem restrições nenhumas ... afinal de contas essa treta da família tradicional não é mais do que mais uma influencia da obscurantista igreja catolica e da padralhada .

Casamento de Netas com as Avós JÀ
Casamento de Netos com os Avôs JÀ

Poligamia homosexual JÀ ( Com adopção )

Incesto Sempre

Abaixo o Obscurantismo

21 de abril de 2006 às 19:54:00 WEST  
Anonymous Anónimo said...

"Isso, desvia a conversa, concentra-te em detalhes insignificantes e tenta criar cisões entre os nacionalistas, já que, quanto aos argumentos relacionados com o cerne da questão, nem lhes tocas... "

Sou a favor da medida holandesa, bem como a favor de testes de língua e cultura para qualquer indivíduo que se candidate a ser cidadão de um País.

É curioso que tu concordes e fiques contente com tal medida - e não questiones porque é que a homosexualidade é considerado como pertencente a cultura holandesa: que é tão mau para os muçulmanos como para vocês.

Por mim, ficava contente com qualquer medida que garanta que as sociedades sejam liberais, e que os radicais sejam postos fora. Esta medida holandesa garante ambos. :)

Mas és demasiado imbecil para perceber a primeira, mas descansa que estou cá para te ensinar a pensar de uma forma menos simplista.

]:->

21 de abril de 2006 às 22:59:00 WEST  
Anonymous Anónimo said...

"aliás sou a favor do casamento incestuoso e homosexual com adopção e tudo."

E o casamento incestuoso, homosexual com animais pedófilos (incluindo a adopção) - ou és por acaso demasiado conservador? :)

]:->

21 de abril de 2006 às 23:04:00 WEST  
Anonymous João said...

E o casamento incestuoso, homosexual com animais pedófilos (incluindo a adopção) - ou és por acaso demasiado conservador?

Não, desculpa lá, mas por muito progressista que um homem seja não pode considerar o casamento dos teus pais como válido, seja à luz de que lógica for...

21 de abril de 2006 às 23:07:00 WEST  
Anonymous Pedro Caçorino Dias said...

" E o casamento incestuoso, homosexual com animais pedófilos (incluindo a adopção) - ou és por acaso demasiado conservador? :) "

Ves como vais lá ... tinha-me esquecido dessa ... se houver amor ... case-se ... é um avanço do liberalismo tolerante que tudo tolera, essa coisa fantastica anti-conservadorismo, que não quer limites nenhuns a nada nem sequer limites às aberrações doentias ...

Viva o liberalismo - Casamento de Paneleiros com animais Já

Abaixo esses gajos radicais skinheads assustadores ... que metem medo às aberrações e aos traidores

Viva Sodoma ! Viva Gomorra ! Viva a Roma de Claudius César !

Que caiam todas as Civilizações às mãos dos barbaros, mas que ao menos durante a queda a maralha eteja toda unida em grandes bacanais e elevados valores de curtição

22 de abril de 2006 às 11:50:00 WEST  
Anonymous Anónimo said...

"é um avanço do liberalismo tolerante que tudo tolera..."

Repara que o que se discute cá não é a homosexualidade mas sim o facto da Holanda mostrar a homosexualidade como parte normal das sociedades liberais. Surprendente (ou talvez não) é ver o Caturo a traduzir este facto sem comentar que é um avanço fundamental ao liberalismo, e concluir com a "Europa Desperta".

Sobre as uniões homosexuais (casamentos civis) não há qualquer argumento contra esta que não se aplique aos casamentos heterosexuais.

]:->

22 de abril de 2006 às 12:38:00 WEST  
Anonymous Pedro Caçorino Dias said...

" Sobre as uniões homosexuais (casamentos civis) não há qualquer argumento contra esta que não se aplique aos casamentos heterosexuais. "

Nem o facto de serem uniões contra a Natureza ? Vou-te fazer um desenho :

Homosexualidade = Comportamento contra a Natureza
Contra a Natureza = Preversão
Preversão = doentio
doentio = desiquilibrado
desiquilibrado = necessitado de tratamento

Um homosexual é alguem que precisa de tratamento e ajuda, e compreensão

O Estado deve reconhecer que a homosexualidade é uma doença, empenhar-se implementar formas de tratamento ( As Clinicas de tratamento de homosexuais têm 75% de casos de sucesso, o problema está tal como nos alcoolicos ou drogados, em conseguir que um homosexual reconheça que está doente e precisa de tratamento ), em vez de como a avestruz esconder a cabeça e considera-los normais .

Considerar um comportamento homosexual normal, é arranjar maneira de ele nunca ser tratado .

Os problemas associados ao casamento normal ( heterosexual ) existem maa não têm rigorosamente nada a ver com a preversão homosexual

22 de abril de 2006 às 15:00:00 WEST  
Anonymous Pedro Caçorino Dias said...

De qualquer maneira também não entendo o Caturo no exemplo que deu . Acho que ele não entendeu que uma das razões pelas quais as Civilizações caiem é quando deixam de ter vontade de se defender ! A História mostra-nos que sempre que as Grandes Civilizações se construiram sempre com base em valores superiores e caíram quase sempre quando esses mesmos valores foram arredados e substituidos pelo primarismo . Caíu assim o Império Romano, Caíu assim Sodoma e Gomorra ( engraçado como a palavra Sodomia ficou associada à queda desta Cidade ), e cairá o Ocidente se arredar os seus valores e se entregar ao primarismo .

Caro Anonimo, o Ocidente não só está a arredar os valores que estiveram na origem do seu apogeu, como já implementou como bons valores , o conceito do antivalor :

- O Heroi não é o que mata e morre pela Pátria, mas sim o desertor .
- O Heroi não é aquele que defende primeiro a sua própria estirpe, mas sim o que tem a "coragem" de ser contra a sua estirpe, chegando a defender os proprios inimigos da estirpe. Os antiherois do Ocidente elogiam o Malcom X pela defesa da sua Raça ( essa pode existir e ter-se Orgulho nela ), mas vilipendiam quem usa a expressão "Orgulho Branco" .
- O Heroi não é aquele que luta por manter a sua Família contra tudo e contra todos, tudo sacrificando na tentativa de ultrapassar os problemas familiares que tem, mas sim aquele que tem a "coragem" de largar mulher e filhos e em nome da sua felicidade egoista entregar-se a outras mulheres dissolvendo a sua familia .

E para cúmulo de prenúncio dos riscos de queda do Ocidente, o antiheroi do Ocidente elogia o "Orgulho Gay" promove os seus Lobys, e na hora do embate com o seus Inimigos, será apalpado e enrabado ... e se calhar até vai gostar !

Isto claro ... se entretanto os Nacionalistas não fizerem a necessária Revolução e arredarem essa raça de traidores para o cantinho da sua pequenez

Eu realmente não entendi como é que o Caturo não vê que os Inimigos da Nação são os mesmo que promovem a Paneleiragem na Holanda . Os que proclamam :

Não há Raças ... só há seres humanos

Não há Nações só há humanidade.

Não há Casamento só há Comunidade de afectos

Não há mãe nem Pai, só há Progenitor A e Progenitor B ( Casamento Gay )

22 de abril de 2006 às 15:55:00 WEST  
Anonymous CiscoKid said...

"Nem o facto de serem uniões contra a Natureza ? Vou-te fazer um desenho :

Homosexualidade = Comportamento contra a Natureza"


O teu raciocínio, caro Pedro, erra logo aqui. O comportamento homosexual existe na natureza e manifesta-se nos mamíferos, não apenas no Homem. Como eles são guiados por instintos - prova-se que não é uma escolha.

É que eu não escolhi ser heterosexual e ninguém ensinou-me a gostar de mulheres - o meu corpo simplesmente responde a um beijo de uma mulher e ao seu corpo. É a minha natureza. Se os homens respondem a homens... é a sua natureza.

E se Deus criou a natureza - não pode ficar ofendido por ela.

Cumprimentos.

]:->

22 de abril de 2006 às 19:44:00 WEST  
Anonymous CiscoKid said...

"Não há Raças ... só há seres humanos"

As raças existem mas deve ser irrelevante numa sociedade: igualdade de oportunidades, direitos e deveres. Não percebo porque raio isto é complicado de aceitar. As raças são sem dúvida um marcador genético de afinidade entre pessoas do mesmo povo. Tem utilidade no que diz respeito a medicamentos que funcionarão melhor num grupo do que o outro.

"Não há Nações só há humanidade"

Isto é falso. Existem Nações, mas elas podem ser multi-raciais. Ver o EUA, o Canada ou Austrália. Não me parece que haja muita gente a defender que se acabem com fronteiras e haja um só País, não é?

"Não há mãe nem Pai, só há Progenitor A e Progenitor B ( Casamento Gay )"

Mas também há famílias onde só existe um Pai ou uma Mãe. Existem famílias onde os dois são abusivos e maus pais. E existem divórcios. Parece-me a mim que o ataque ao casamento tradicional vem precisamente dos heterosexuais.


]:->

22 de abril de 2006 às 19:55:00 WEST  
Blogger Pantera said...

muito bem dito amigo caturo

22 de abril de 2006 às 20:39:00 WEST  
Blogger Caturo said...

Sou a favor da medida holandesa,

Mas foi preciso eu obrigar-te a dizer tal coisa...


É curioso que tu concordes e fiques contente com tal medida - e não questiones porque é que a homosexualidade é considerado como pertencente a cultura holandesa:

De facto, não é a homossexualidade que é pertencente à cultura holandesa, mas sim a liberdade de se ser o que se quiser, inclusivamente homossexual, sem que ninguém tenha a ver com isso.


Mas és demasiado imbecil para perceber a primeira,

E tu és tão estúpido, ou incapaz de argumentar (estupidez variante manha-de-chico-esperto) que nem sequer percebes que um dos valores desta medida, que foi aliás aquele que eu salientei, é o facto de constituir um sinal de que os Holandeses são cada vez menos receptivos aos alienígenas - aliás, o relato final, a última frase, citação dum marroquino que se diz discriminado mesmo estando integrado, é sintomática.

De facto, continuas a ser intelectualmente medíocre nas tuas análises.

22 de abril de 2006 às 21:16:00 WEST  
Blogger Caturo said...

O Heroi não é aquele que defende primeiro a sua própria estirpe, mas sim o que tem a "coragem" de ser contra a sua estirpe, chegando a defender os proprios inimigos da estirpe.

Pois é.

Caro Pedro, o que defendo não é a promoção da homossexualidade, mas a liberdade. E a liberdade é a possibilidade de cada um fazer de si o que lhe apetecer (desde que não nos prejudique ou prejudique a Nação), mesmo que não gostemos do que o indivíduo faz a si próprio. Não concordo por exemplo com o suicídio, mas, pelo menos teoricamente, creio que deve ser permitido.

22 de abril de 2006 às 21:22:00 WEST  
Blogger Caturo said...

As raças existem mas deve ser irrelevante numa sociedade

Não, não devem ser irrelevantes numa sociedade, pelo contrário, devem ser relevantes numa sociedade. A raça é como uma extensão da nação, que por sua vez é uma extensão da família - e existe o direito, e, atenção, o dever de exercer a discriminação racial, porque, do mesmo modo que o indivíduo tem mais deveres para com os seus familiares do que para com os que não são seus familiares, também tem mais deveres para com quem é da sua raça do que para com quem não é da sua raça.

Ora as nações são sempre duma raça - as europeias, pelo menos, são-no seguramente, dado que as suas populações sempre foram caucasóides, desde a sua origem. E a raça é um elemento crucial na definição duma entidade, não apenas pelo aspecto estético em si (ou seja, pela imagem de si próprio que o Povo tem e também para que os indivíduos se reconheçam mais facilmente como parentes, reforçando assim a coesão do grupo) mas também porque ser duma raça é como ser duma família - é ser de um grupo à nascença, devendo a esse grupo uma lealdade suprema - porque quem não está disposto a sacrificar-se por esse grupo e considera que outro grupo é mais importante (seja outra raça, seja simplesmente um clube religioso), não tem direito a pertencer plenamente à sua própria raça, motivo pelo qual deve ser extraditado ou, em caso de guerra, eliminado.

Como eu dizia, as nações são duma raça, e essa pertença define-as, tal como a língua, por exemplo - assim, se Portugal deixasse de falar Português e passasse a falar Crioulo, deixava de ser Portugal; do mesmo modo, se deixasse de ser um país branco e passasse a ser um país mulato, negróide ou mongolóide (de raça amarela), deixava igualmente de ser Portugal para passar a ser outra coisa qualquer.

Por conseguinte, a discriminação racial não é apenas um direito - é, antes de mais nada, um dever. Um alienígena não pode de maneira alguma ter tantos direitos em minha casa como eu próprio, isso seria o cúmulo do nojo, do ultraje, da revolta.

22 de abril de 2006 às 21:34:00 WEST  
Blogger Caturo said...

Obrigado, camarada Pantera.

Saudações.

22 de abril de 2006 às 21:35:00 WEST  
Anonymous Anónimo said...

Cisko Kid

Tambem se te tocares em ti proprio pode ter uma reacçao sexual ao teu toque, e isso nao faz de ti um amante da tua propria mão.
O sexo tem uma função ultima prevista pela Natureza, a procriação. Para isso é necessario um macho e uma femea. O ser uma coisa tão boa e apelativa, foi a extratégia que a Natureza encontrou para a perpetuação das espécies. Evidentemente que por isso mesmo o Sexo é altamente poderoso. Pode ser elevado a Amor, ou pode ser rebaixado a puro sexo, ou pode ainda ser rebaixado a simples masturbação e no fim pode ainda tornar-se em pura perversão . Perversão significa a utilizaçao para fins que não os previstos.

De qualquer maneira o teu argumento de que o facto de um homem reagir ao toque de outro homem torna o sexo homosexual natural, é tão errado meu caro que eu pergunto :
E os gajos que so reagem a crianças ? Torna a Pedofilia Natural e prevista por Deus ?
E os gajos que só sentem prazer tendo sexo sadomasoquista ? Retira a preversäo do sadomasoquismo ?

Ass: Pedro Caçorino Dias

22 de abril de 2006 às 21:44:00 WEST  
Anonymous Pedro Caçorino Dias said...

"
Caro Pedro, o que defendo não é a promoção da homossexualidade, mas a liberdade. E a liberdade é a possibilidade de cada um fazer de si o que lhe apetecer (desde que não nos prejudique ou prejudique a Nação), mesmo que não gostemos do que o indivíduo faz a si próprio. "

Caro Caturo :

Aqui estamos plenamente de acordo, enquanto a homosexualidade for um assunto exclusivamente do próprio encantados da vida !

O problema põe-se quando se exterioriza isto é :

Achas admissivel que o Adido militar Portugues se apresente com um conjugue homem em cerimonias oficiais de representação do exercito Portugues ?

Achas bem que o Presidente da Republica possa ter um "Primeiro Damo" ?

Achas bem que se ensine nas escolas nas deciplinas de educação sexual que o comportamento homosexual é um comportamento tão normal como o heterosexual ?

É que todos nõs sabemos que aquilo que a esquerdalha quer em última instancia, quando se fala em homosexualidade é tudo isto, e não o direito a não serem importunados na intimidade do seu quarto, e que ninguém ande a espreitar pelo buraco da fechadura a ver com quem é que aquele gajo ou gaja está a dar uma queca ...

O que estes gajos querem é destruir tudo o que é Natural ! Tudo ! Eliminar tudo o que são as fronteiras da própria Natureza !

Família, Nação, Raça, Sexo, Idade ... etc... tudo ... simplesmente tudo !

Não há fornteiras entre Familia,
NAções, Raças,Sexo, Idade ... Não há fronteiras nenhumas mesmo aquelas que a própria Natureza previo !

A Direita defende o Direito Natural !
A Esquerda defende o Direito Positivo !

Eu em termos de Direita e Esquerda, costumo dizer que só tenho dois braços : Um Direito e um Extremo Direito

22 de abril de 2006 às 22:47:00 WEST  
Anonymous Anónimo said...

"um dos valores desta medida, que foi aliás aquele que eu salientei, é o facto de constituir um sinal de que os Holandeses são cada vez menos receptivos aos alienígenas"

Eu percebo que com qualquer migalha queiras cantar vitória. Mas aqui estamos a falar de um teste de cidadania (aposto que deves gostar do conceito de testes para obter a cidadania) onde a homosexualidade é mostrada como algo normal. Por outro lado visa excluir todos aqueles que não partilham da visão liberal, o que é um bonus, porque vocês ficam também sem poder estereotipar um grande número de pessoas pelos actos de radicais e extremistas.

Sempre o disse que apoio qualquer medida que visa a expulsão ou interdição de criminosos e de radicais da Europa. E fico contente por apoires tal medida ainda que sejas imbecil para perceberes que joga contra ti e contra o resto dos nazioracistas.

]:->

22 de abril de 2006 às 23:09:00 WEST  
Anonymous Anónimo said...

"Ora as nações são sempre duma raça - as europeias, pelo menos, são-no seguramente"

Mas há Nações que não são de uma raça. O que mostra que as Nações não têm de seguir o teu modelo: uma raça - uma nação.

Por outro lado, mesmo que o teu vizinho seja branco - não é da tua família e portanto não tens qualquer dever com ele. Nenhum. Ou seja, é irrevelente se é preto ou branco. Se achas que tens alguma afinidade com o teu vizinho por ter uma cor mais clara ou um nariz mais parecido com o teu, óptimo. Mas não esperes que toda a gente sinta o mesmo pelos que estão a sua volta.

]:->

23 de abril de 2006 às 00:34:00 WEST  
Anonymous Anónimo said...

"E os gajos que so reagem a crianças ? Torna a Pedofilia Natural e prevista por Deus ?"

Se há gajos que reagem só com crianças então é essa a sua sexualidade. Agir segundo essa sexualidade é um acto criminoso sem igual por razões óbvias. Ora isto nada tem a ver com a relação entre duas pessoas adultas, que é o que estamos a falar.

"O sexo tem uma função ultima prevista pela Natureza, a procriação. Para isso é necessario um macho e uma femea."

Só que há casais heterosexuais que decidem não ter filhos, e outros que não podem ter filhos. Portanto ter filhos não é condição para haver um casamento heterosexual, e portanto não serve de argumento contra o casamento homosexual.

Acho piada que os que são contra os casamentos homosexuais trazem a poligamia, o incesto e a bestialidade - que em nada são especifícos a homosexualidade. Cada um debate-se separadamente.

O que estamos a falar é simplesmente dar os mesmos direitos de casamento aos casais homosexuais.

É que não há nada mais natural do que duas pessoas adultas e maduras que sintam atraidas uma pela outra e decidam viver juntas e ter um futuro em comum. E parece-me razoavel dizer que tu nada tens a ver com isso, nem o direito de impedir que isto aconteça por causa da tua moralidade.

Já agora, estava a falar nas uniões civis. Também não existe qualquer razão para que igreja católica não aceite os casamentos homosexuais a não ser o facto de ser conservadora.

]:->

23 de abril de 2006 às 00:59:00 WEST  
Anonymous Pedro Caçorino Dias said...

" Se há gajos que reagem só com crianças então é essa a sua sexualidade. "

É a sua sexualidade ? Ou é a sua doença ?

" Agir segundo essa sexualidade é um acto criminoso sem igual por razões óbvias. "

Assumindo a tua aberrante resposta de que é essa a sua sexualidade , porque terá de ser um crime ? Se " Ele é mesmo assim ... nasceu assim " como é que uma pessoa ser-se como é por nasceu assim po ser criminosa ? A primeira parte da tua resposta é uma enorme contradição com a segunda, sendo ambas um disparate . Eu cito aqui o teu comentario ao que eu escrevi sobre comportamentos Naturais ,

" .... Se os homens respondem a homens... é a sua natureza.

E se Deus criou a natureza - não pode ficar ofendido por ela. "

Então porque ficas ofendido a ponto de chamar criminosos aos homens que respondem a crianças ... ?

Eu dou-te a resposta que tu como alvo da lavagem cerebral que os mérdia te deram tu não consegues sequer ver :

Se há gajos que respondem a crianças, são gajos muito doentes, e essa doença impele-os a um crime ... o quererem materializar esse desejo incontrolavel que é o terem sexo com crianças .

A Homosexualidade como doença que é, é um desiquilibrio, e esse desiquilibrio deve ser tratado .

Sabias que até à muito pouco tempo atrás a homosexualidade era considerada uma doença, e que só muito recentemente um conselho de médicos, em que a maioria eram homosexuais ( o Loby leva o seu tempo a funcionar : ) ) , a retirou da lista das doenças ?

Para finalizar vou comentar tardiamente a forma como tu no blog da PORTUGUESA, tentaste ridicularizar os cartazes do PNR, à uns meses atrás . Tu afirmaste que não era verdade que " 80% dos Homosexuais são Pedofilos ", quando o que se afirmou foi que ( 80% dos Pedofilos são Homosexuais ) . É exactamente o inverso, e o que é revoltante é a forma como se deturpam as afirmações .

É verdade sim que 80 % dos pedófilos são homosexuais ! Conta-me lá ciskokid, quais os nomes de alegados pedófilos são mulheres no caso CASA PIA ?

Se quiseres eu tambem te mostro estudos associados ao comportamento homosexual que são de fazer vomitar qualquer gajo normal ! Queres que eu te fale dos chamados balneários ? E do Quarto escuro ? Sabias também que a esmagadora maioria dos chamados bacanais, ou sexo em grupo, são promovidos por homosexuais para prática de bisexualidade ?

Porque não pormos o Parlamento a discutir estes comportamentos sexuais todos, e a legislar sobre eles ?

Afirmo aqui o seguinte . Enquanto andamos a discutir o indiscutível, e o aberrante, o Islão invade-nos ! Todas as civilizações cairam assim

23 de abril de 2006 às 10:30:00 WEST  
Blogger Sliver said...

http://www.observatoriodajihad.blogspot.com/

23 de abril de 2006 às 12:37:00 WEST  
Anonymous Anónimo said...

"Assumindo a tua aberrante resposta de que é essa a sua sexualidade , porque terá de ser um crime ?"

Lê com atenção este parágrafo.
A sexualidade não é uma escolha, mas sim é guiada por instintos. Se há quem se excite apenas com crianças então é essa a sua sexualidade e faz parte da sua natureza - e não é crime. Tal como haja pessoas com instintos violentos.

O que é crime é agir de acordo com esses instintos. Aí sim há uma escolha.

Agora o que é que a pedofilia tem a ver com o que estamos a debater - repito, duas pessoas adultas que se amam e queiram ter um futuro juntas?

"Tu afirmaste que não era verdade que " 80% dos Homosexuais são Pedofilos ", quando o que se afirmou foi que ( 80% dos Pedofilos são Homosexuais )."

Não tenhas dúvidas que ambas afirmações estão falsas. Mas o que eu escrevi vezes sem conta sobre este tema é a vossa tentativa de ligar a pedofilia e a homosexualidade com o intuito de confundir as pessoas. Ao afirmar que 80% dos pedófilos são homosexuais, nas mentes das pessoas os homosexuais são na maioria pedófilos. Aliás, a confusão viu-se quando um nazioracista foi entrevistado na manifestação e disse isso mesmo: que foi provado que 80% dos homosexuais são pedófilos.

Talvez não tenhas percebido o jogo. Mas pensa nisso: o que achas se as feministas fizessem uma campanha contra os direitos dos Pais (homens) para tomar conta dos filhos num divórcio, dizendo que 99% dos pedófilos são homens...

É vergonhoso e é triste.

]:->

23 de abril de 2006 às 13:16:00 WEST  
Anonymous Pedro Caçorino Dias said...

" Se há quem se excite apenas com crianças então é essa a sua sexualidade e faz parte da sua natureza - e não é crime. Tal como haja pessoas com instintos violentos. "

Estás a evoluir ... já comparas alguns instintos, sexuais ou não a instintos violentos . Ou seja já concordas com o óbvio que nem todos os instintos são ordenados .
Pois não são meu caro CiskoKid, e o instinto homosexual, é uma desordem . Friso aqui meu caro que disse aqui que é uma desordem . Não merece cadeia por isso nem nenhum tipo de perseguição . O que merece é que seja considerada como isso mesmo, UMA DESORDEM, e como todas as desordens deve ser TRATADA .

Aliás ... este é mais um daqueles assuntos que todas a gente no seu intimo sabe que o que eu afirmei é o que está certo, mas a lavagem ao cérebro dos mérdia politicamente correctos fizeram uns calar, e outros vender um peixe só para armarem em bons .


" duas pessoas adultas que se amam e queiram ter um futuro juntas? "

HaHAhAHahAHA, Porquê duas ? e não 3 ou 4 ou 5 ? Se se amarem ? Porque não o casamento Poligamico ?


" Não tenhas dúvidas que ambas afirmações estão falsas. "

Não tu é que não tenhas dúvidas que existe uma correlação entre ambas ... Nenhum gajo com dois dedos de testa quer ter como esplicador do filho um paneleiro, e sabes porque ? Porque sem ser preciso Estatistica nenhuma, o senso comum já lho disse !

Mas de qualquer maneira a estatística existe ! Gostes ou não !


" o que achas se as feministas fizessem uma campanha contra os direitos dos Pais (homens) para tomar conta dos filhos num divórcio, dizendo que 99% dos pedófilos são homens... "

Pois é ... as feministas teriam toda a razão, mas a realidade é que não basta ser homem para se ser Pedofilo, é necessário ser-se tambem Paneleiro ! Nesse caso as feministas seriam inatacaveis !

Achas que há esperanças de elas avançarem com uma petição nesse sentido ? Avisa-me nessa altura !

23 de abril de 2006 às 19:36:00 WEST  
Anonymous CiscoKid said...

"HaHAhAHahAHA, Porquê duas ? e não 3 ou 4 ou 5 ? Se se amarem ? Porque não o casamento Poligamico ?"

Duas, porque é um direito que os heterosexuais já têm. A questão da poligamia é totalmente irrelevante para a questão homosexual, visto que se aplica igualmente aos heterosexuais.

"Não tu é que não tenhas dúvidas que existe uma correlação entre ambas... mas a realidade é que não basta ser homem para se ser Pedofilo, é necessário ser-se tambem Paneleiro !"

Tu não consegues provar que 80% dos pedófilos são homosexuais. Não há nenhum estudo que conclua tal número. Portanto, poupo-te o embaraço de provares tal afirmação.

De qualquer forma, a única estatística que importa para poderes demonizar os homosexuais é: qual é a percentagem de homosexuais que são pedófilos, e não o inverso. E isto tu não mencionas. Ficaste indignado com o que eu escrevi no blogue da Mara, mas acabas por cair na mesma armadilha que eu apontei.

]:->

23 de abril de 2006 às 20:12:00 WEST  
Blogger Caturo said...

Eu percebo que com qualquer migalha queiras cantar vitória

Eu é que percebo que todos estes factos do mundo actual te fazem ficar nervoso - a tal ponto que, mesmo depois de confrontado com as realidades que se atiram à cara, insistes em desviar a conversa para fingir que está tudo bem. O facto de continuares a nem sequer comentar o essencial do artigo deste blogue, comprova isto mesmo.


Mas aqui estamos a falar de um teste de cidadania

Não, aqui estamos a falar de uma vontade crescente da população holandesa não deixar entrar imigrantes. O teste é pois uma escalada nesta marcha.


(aposto que deves gostar do conceito de testes para obter a cidadania)

De facto, não. Mas, no contexto, é um sinal positivo - significa um apertar das fronteiras.


Por outro lado visa excluir todos aqueles que não partilham da visão liberal, o que é um bonus, porque vocês ficam também sem poder estereotipar um grande número de pessoas pelos actos de radicais e extremistas.

Ficaríamos se um teste destes servisse de facto para isso que querias... mas, na verdade, os mais radicais e perigosos para o Ocidente, não são os que entram, são os que nascem cá.

E, assim, mesmo nas tuas barbas, teremos sempre material que chegue, sem que possas evitá-lo.:)


E fico contente por apoires tal medida ainda que sejas imbecil

Já provei que, mais uma vez, és tu o imbecil, porque metes os cornos debaixo da areia para evitar ver que esta medida expressa um aumento generalizado de repulsa pelos estrangeiros não europeus - e estás tão irritado com isto que, mais uma vez, esbracejas furiosamente mas calas-te muito caladinho sobre a última frase do artigo.:)

24 de abril de 2006 às 11:10:00 WEST  
Blogger Caturo said...

Mas há Nações que não são de uma raça.

Primeiro, não é esse o caso das nações europeias e é da Europa que se está a falar. Por conseguinte, insistir-se em que «ah, mas o Brasil não é duma só raça», é uma atrasadice mental muito típica da tua laia.

Por isso, vou-te explicar assim:
Portugal, Suécia, Grécia, não são o Brasil.
Quem quer Brasil, vai para o Brasil.
Quem quer Portugal, fica em Portugal.

Agora, se quem ficar em Portugal quiser transformar Portugal no Brasil, temos dois Brasis e zero Portugais.
(Não sei se nesta altura ainda estás a ler ou se entretanto suspendeste a leitura por te «doer a cabeça» com o esforço mental. Mas, de qualquer modo, tenta).

E, já agora... será que o Brasil é mesmo uma nação? Ou é simplesmente uma pátria? Não é nada impossível que, um dia, o sul do Brasil, quase exclusivamente de raça branca, se separe do resto do país.


O que mostra que as Nações não têm de seguir o teu modelo:

Não, não mostra, dado que as nações europeias nasceram assim, são assim e, se deixarem de ser assim, deixam pura e simplesmente de ser as nações que eram originalmente.


Por outro lado, mesmo que o teu vizinho seja branco - não é da tua família e portanto não tens qualquer dever com ele.

Tenho sim, porque é da minha raça. E tu também tens, mesmo que digas que não.


Ou seja, é irrevelente se é preto ou branco

Não, não é irrelevante se é preto ou branco. É, pelo contrário, de crucial relevância se é preto ou branco. Faz toda a diferença do mundo.


chas que tens alguma afinidade com o teu vizinho por ter uma cor mais clara ou um nariz mais parecido com o teu, óptimo. Mas não esperes que toda a gente sinta o mesmo pelos que estão a sua volta.

É uma questão de educação. E, de facto, o português médio que não foi ainda colonizado pela tua escumalha, ainda sente naturalmente mais proximidade perante um branco do que perante um negro, como bem o demonstra, por exemplo, o modo como os imigrantes da Europa de leste são recebidos, em contraste com os africanos.

24 de abril de 2006 às 11:19:00 WEST  
Anonymous CiscoKid said...

"Não, aqui estamos a falar de uma vontade crescente da população holandesa não deixar entrar imigrantes. O teste é pois uma escalada nesta marcha."

Não deixar entrar *qualquer* imigrante, especialmente quem seja fundamentalista. É que só na tua mente é que nós - os liberais - desejamos que entrem todo tipo de pessoas, especialmente aquelas que visam desestibilizar a harmonia entre as pessoas com a sua mentalidade do sec.XV. Sempre disse que os islamistas são tão perigosos como os nazioracistas para as sociedades liberais - e é brilhante que se façam este tipo de testes. Era bom que outros paises adoptassem este método. Não vá os islamistas apanharem um ataque de coração quando todos os paises europeus aceitarem o casamento homosexual. ;)

O multiculturismo só funciona quando as culturas satélite são compatíveis com a cultura matriz do País. Estes testes visam verificar a compatibilidade, e ao contrário do que havias de querer, não são racistas.

]:->

24 de abril de 2006 às 11:31:00 WEST  
Anonymous CiscoKid said...

"E, de facto, o português médio que não foi ainda colonizado pela tua escumalha, ainda sente naturalmente mais proximidade perante um branco do que perante um negro, como bem o demonstra, por exemplo, o modo como os imigrantes da Europa de leste são recebidos, em contraste com os africanos. "

Gostei do pormenor do "português médio" :). Este tipo de argumentação - que aliás gostas muito de utilizar - que é baseado nas tuas experiências e projeções da tua personalidade racista, valem zero. Da mesma forma, podia argumentar que um português "médio" que vá de férias ao estrangeiro e encontre um brasileiro (de raça não necessariamente branca) e um alemão - o Português irá com certeza ter mais afinidade com o brasileiro, devido a língua e a cultura. Só um racista endoutrinado é que não consegue ultrapassar a barreira da raça, e conviver com pessoas que tenham um nariz e um cabelo diferente do seu.

Felizmente a maioria dos portugueses percebe o que é um racista.

]:->

24 de abril de 2006 às 11:47:00 WEST  
Blogger Caturo said...

"Não, aqui estamos a falar de uma vontade crescente da população holandesa não deixar entrar imigrantes. O teste é pois uma escalada nesta marcha."

Não deixar entrar *qualquer* imigrante, especialmente quem seja fundamentalista. É que só na tua mente é que nós - os liberais - desejamos que entrem todo tipo de pessoas,

Vocês os auto-proclamados «liberais»(é que até na designação que dão a vocês próprios são mentirosos, como tenho provado) nunca se pronunciam contra a entrada de imigrantes - e mesmo os ranhosos conservadores do CDS/PP falam nisso a medo, mas mesmo assim não travam imigração alguma.

Quanto ao teste, é de facto mais um degrau na demonstração de repulsa pela imigração que os Holandeses demonstram. E, pela terceira vez, mnantiveste-te silencioso que nem rato dos canos perante as frases do artigo que mostram um recusa generalizada dos imigrantes de cor, mesmo os «integrados».
Sinal de que os Povos se borrifam para as vossas «integrações» da treta que não resolvem nada de importante, e, nalguns casos, só agravam.

24 de abril de 2006 às 15:39:00 WEST  
Blogger Caturo said...

Este tipo de argumentação - que aliás gostas muito de utilizar - que é baseado nas tuas experiências e projeções da tua personalidade racista, valem zero.

Não, valem muito... precisamente porque não são apenas referidos por mim, mas também, e muito mais ainda, pelos teus coleguinhas anti-racistas que visam dar lições de moral aos «portugueses racistas».

Perante isto, que eu já tinha dito, ficas sempre calado. Porque será?...:)


Da mesma forma, podia argumentar que um português "médio" que vá de férias ao estrangeiro e encontre um brasileiro (de raça não necessariamente branca) e um alemão - o Português irá com certeza ter mais afinidade com o brasileiro, devido a língua e a cultura.

É discutível. Já encontrei brasileiros lá fora e nem eu nem eles nos aproximámos...

De resto, um encontro casual é bem diferente duma vivência prolongada, diária - e, nisto, os de leste são preferidos aos africanos. Porque será?...:)

24 de abril de 2006 às 15:43:00 WEST  
Anonymous CiscoKid said...

"É discutível. Já encontrei brasileiros lá fora e nem eu nem eles nos aproximámos..."

Talvez por teres levado a tua t-shirt "BRASILEIROS FORA DE PORTUGAL". :) Claro que é discutível, tal como a tua argumentação baseada na tua experiência: vale zero.

"De resto, um encontro casual é bem diferente duma vivência prolongada, diária - e, nisto, os de leste são preferidos aos africanos. Porque será?...:) "

A única estatística que temos mostra que os portugueses não querem europeus de leste na mesma proporção que os africanos. A mesma estatística mostra que os portugueses são ligeiramente mais receptivos aos brasileiros. E aqui vai a tua teoria ao esgoto.

]:->

24 de abril de 2006 às 16:20:00 WEST  
Anonymous CiscoKid said...

" E, pela terceira vez, mnantiveste-te silencioso que nem rato dos canos perante as frases do artigo que mostram um recusa generalizada dos imigrantes de cor, mesmo os «integrados»."

Não percebo aonde queres chegar com a tua imbecilidade. E o teu texto não mostra uma recusa generalizada, mas sim a indignação de um activista muçulmano. Isto é uma questão de liberalismo vs fanatismo. E vocês - nazioracistas - estão igualmente no outro lado do campo com os muçulmanos radicais.

É que já reparaste que até o nosso amigo Pedro Caçorino Dias (que tenho o maior respeito) bem como uma grande parte dos nacionalistas que rejeitam a homosexualidade, poderiam chumbar o tal teste?

]:->

24 de abril de 2006 às 16:34:00 WEST  
Blogger Caturo said...

Claro que é discutível, tal como a tua argumentação baseada na tua experiência: vale zero.

Como mais uma vez se demonstra, não tens competência para discutir e por isso é que repetes a mesma imbecilidade, depois de eu já ter dito, aponta para aqui os cornos para ver se percebes, que isto não é só experiência minha, é sobretudo dito pela merda da tua laia.



"De resto, um encontro casual é bem diferente duma vivência prolongada, diária - e, nisto, os de leste são preferidos aos africanos. Porque será?...:) "

A única estatística que temos mostra que os portugueses não querem europeus de leste na mesma proporção que os africanos.

Não. A estatística demonstra uma preferência por imigrantes de leste - e, aliás, mais uma vez, os observadores «anti-racistas» queixam-se de que o português comum trata melhor o imigrante de leste do que o africano.

Ou seja, mais uma vez tens os teus aliados a cravar-te punhalada nas costas.


A mesma estatística mostra que os portugueses são ligeiramente mais receptivos aos brasileiros. E aqui vai a tua teoria ao esgoto.

Querias tu puxar a teoria para onde tu estás, mas enganas-te, dado que o caso dos brasileiros não é directamente racial, dado que há muitos brasileiros cá que são brancos (embora também haja muitos mestiços).

24 de abril de 2006 às 18:54:00 WEST  
Anonymous Pedro Caçorino Dias said...

" É que já reparaste que até o nosso amigo Pedro Caçorino Dias (que tenho o maior respeito) bem como uma grande parte dos nacionalistas que rejeitam a homosexualidade, poderiam chumbar o tal teste? "

Tu não entendeste que não se está aqui a discutir liberalismo vs conservadorismo ? Que isso nada tem a ver com a Guerra NAcionalista epor conseguinte nada tem a ver com o que o Caturo escreveu no Artigo ?

é tão simples como isto :

Na Holanda quem manda são os Holandeses, e se eles querem Leis que permitem o aborto e o casamento de Paneleiros, são os Conservadores Holandeses quem tem de lutar contra isso e não os Muçulmanos Invasores. Se eles assim querem nenhum outro Povo tem nada que meter o bedelho por muito que isso me cause Asco ( E causa muito acredita ) . Foi só isso que o Caturo disse .

Da mesma maneira os Holandeses não têm nada de vir meter o bedelho em Portugal quando não gostam das nossas Leis AntiAborto enviando barcos abortistas ilegais em Portugal . Foram recebidos com um barco de Guerra e bem .

Na Holando mandam os Holandeses !
Em Portugal mandam os Portugueses !

Isto é o Nacionalismo .

Tu na tua obcessão anti-Nacionalismo, nem percebeste que o Caturo é um Nacionalista Liberal ( no plano dos costumes ), e que eu sou um Nacionalista menos Liberal ( também há muitos ).

Até à vitoria final do Nacionalismo eu o Caturo estamos do mesmo lado. Após a Vitória, ele marchará para as bancadas liberais, e eu para as bancadas menos liberais .

Até lá vais gramar cada vez mais com os Nacionalistas todos unidos .

No fim da nossa vitória Nacionalista, quem sabe tu até te venhas sentar no Parlamento numa bancada liberal ao lado do Caturo, contra mim e outros gajos menos tolerantes ? Ia ter piada :-))

24 de abril de 2006 às 19:36:00 WEST  
Anonymous Pedro Caçorino Dias said...

" De qualquer forma, a única estatística que importa para poderes demonizar os homosexuais é: qual é a percentagem de homosexuais que são pedófilos, e não o inverso. E isto tu não mencionas. Ficaste indignado com o que eu escrevi no blogue da Mara, mas acabas por cair na mesma armadilha que eu apontei. "


Estas estatísticas existem todas, e estudos comprovativos também . O Kinsley, autor dos maiores e mais obscenos estudos estatísticos, que já se fizeram sobre sexualidade, foi o próprio a dizer que a razão pela qual ele se tornou homosexual foi o factop de ter sido vilado em criança . Não coloco aqui estatísticas, não vou incorrer no ridículo das guerras estatísticas ( à semelhança do que fazem os dois Nortenhos em matéria de sangue ). Digo-te apenas que é tão obvio que os Homosexuais estão muito mais próximo da Pedofilia que os heterosexuais, que isso nem se discute .

Lê bem esta minha frase intolerante :
Um Homosexual não ama outro homem nem quer casar com ele ! O que um homosexual gosta é de levar forte e feio entre os folhos ! E lá com ele ... se tem mau gosto melhor, mais mulhers ficam para os outros ! Agora não venha para aqui conspurcar a palavra Amor que essa emprega-se em coisas elevadas :

Amor à Pátria
Amor aos Filhos
Amor à Mulher
Amor ao Sporting

Agora amor a levar na "anilha" ? Tem dó !!!

24 de abril de 2006 às 19:47:00 WEST  
Blogger Caturo said...

Na Holanda quem manda são os Holandeses, e se eles querem Leis que permitem o aborto e o casamento de Paneleiros, são os Conservadores Holandeses quem tem de lutar contra isso e não os Muçulmanos Invasores.

É natural que o sujeito não entenda isto, porque, na sua intrínseca degradação, a questão essencial da determinação de quem é ou não é nacional, nada significa para ele.

24 de abril de 2006 às 19:58:00 WEST  
Anonymous CiscoKid said...

"Querias tu puxar a teoria para onde tu estás, mas enganas-te, dado que o caso dos brasileiros não é directamente racial, dado que há muitos brasileiros cá que são brancos (embora também haja muitos mestiços). "

É só racial quando te é conveniente. É por isso que a tua argumentação é lixo. Se os portugueses fossem como tu, haviam de preferir os europeus de leste. Mas tal não acontece. Dão preferência aos brasileiros. Aqui claramente vê-se que a afinidade existe porque é cultural e não racial.

E se 3/4 da população portuguesa não quer mais imigrantes - seja lá de onde vierem, incluindo os europeus de leste - a sondagem mostra que mais de 90% é a favor de um tratamento justo aos imigrantes, sem descriminação. Somos afinal um País Europeu.

]:->

24 de abril de 2006 às 19:58:00 WEST  
Blogger Caturo said...

É só racial quando te é conveniente.

Quando é que disse que a questão dos imigrantes brasileiros era racial na mente dos Portugueses?


É por isso que a tua argumentação é lixo

É por isso que tu, quanto mais falas, mais te afundas - porque queres a todo o custo encontrar falhas no que digo, falhas por completo e nem sequer tocas na parte da legitimidade em si (da ideologia).



Se os portugueses fossem como tu, haviam de preferir os europeus de leste.

Não, dado que, para a maioria dos portugueses, os brasileiros são brancos. E muitos dos imigrantes brasileiros são de facto caucasóides (ou parecem-no, pelo menos - e, aliás, nas novelas que cá chegam, é raro haver negros importantes).



Aqui claramente vê-se que a afinidade existe porque é cultural e não racial.

E aqui enterras-te novamente, porque, se fosse assim, então iriam preferir imigrantes africanos, dado que, supostamente, falam a mesma língua.

Ou seja, bem querias que o Povo pensasse como tu, mas, como tal não acontece, limitas-te a ter de deturpar, imbecilmente, os factos.


E se 3/4 da população portuguesa não quer mais imigrantes - seja lá de onde vierem, incluindo os europeus de leste - a sondagem mostra que mais de 90% é a favor de um tratamento justo aos imigrantes, sem descriminação.

Com tão massiva propaganda anti-racista, era de admirar que a resposta fosse outra. Mas, de facto, o «racismo» cresce... é que, efectivamente, somos afinal um País Europeu. :)

24 de abril de 2006 às 20:08:00 WEST  
Anonymous CiscoKid said...

"Ou seja, bem querias que o Povo pensasse como tu, mas, como tal não acontece...
Com tão massiva propaganda anti-racista, era de admirar que a resposta fosse outra."


Decide-te. Ou o povo dá respostas racistas, ou não dá. Não é dá quando te é convieniente dizer que é racista, e depois quando não dá dizeres que é lavado com propaganda anti-racista.

Não podemos falar pelos Portugueses segundo a nossa perspectiva. Apenas temos a sondagem para guiarmos. E das duas uma: ou aceitamos a sondagem na sua totalidade, ou não aceitamos. Não é escolher parcialmente o que nos interessa.

74% dos Portugueses não quer mais imigrantes de leste e africanos (dentro da margem de erro), e 71% não quer mais imigrantes brasileiros. Quanto aos imigrantes que já vivem no nosso País, mais de 85% acha que os imigrantes devam ter os mesmos direitos que o resto da população e trazer as suas famílias.

É este o povo que conheço e me orgulho.

]:->

24 de abril de 2006 às 22:14:00 WEST  
Anonymous Pedro Caçorino Dias said...

" É este o povo que conheço e me orgulho. "

De vez em quando fico satisfeito contigo ! Seja lá como for até já tens orgulho Portugues ... quase ouso dizer Orgulho Pátrio !
Tu ainda lá vais !

O Cisko ... er pessoa para me responder a uma ou duas perguntas ? Só para te conhecer um pouco melhor ...

1 - COmo te classificas em termos Políticos ? por exemplo como costumas votar ?

2- e em termos religiosos ? Crente ? Ateu ? Agnostico ? ... e se crente optaste por alguma Religião em específico ?


Melhores cumprimentos

25 de abril de 2006 às 10:11:00 WEST  
Anonymous CiscoKid said...

"De vez em quando fico satisfeito contigo ! Seja lá como for até já tens orgulho Portugues ... quase ouso dizer Orgulho Pátrio !"

Caro Pedro Caçorino Dias, sempre tive orgulho de ser Português e do nosso Povo e tradições. E isto inclui todos os Portugueses: brancos e negros, heterosexuais e homosexuais, benfiquistas e sportinguistas (é mais difícil aceitar os portistas...;). Ao rejeitar elementos da população portuguesa, são os nacionalistas que não têm orgulho daquilo que somos 1000 anos depois da nossa exposição com outros povos, e preferem excluir certas partes da população.

Sobre a minha posição política sou do centro, e só votei em dois partidos políticos: PS e PSD. Costumo votar nos políticos e não no partido. Embora considere a nossa classe política mediocre comparada com por exemplo a inglesa, gosto do Cavaco Silva e do Sócrates - mete-me nojo o Mário Soares, Louçã e Paulo Portas.

A minha ideologia resume-se no seguinte: todos os Homens devem ter os mesmos direitos, oportunidades e deveres dentro da sociedade.

Como qualquer cidadão responsável exijo que o governo controle a imigração, mas que trate bem e garanta os direitos e enforçe os deveres de quem esteja a viver na nossa sociedade.

É que, caro Pedro, uma forma de medir um grande povo é a forma como trata os mais desfavorecidos.

Quanto a minha religião, sou Católico no essencial.

Cumprimentos.

]:->

25 de abril de 2006 às 12:01:00 WEST  
Anonymous CiscoKid said...

Quanto à questão homosexual e a sua ligação à pedofilia, parece-me que esqueces duas coisas:

1) Existem mulheres homosexuais, e as estatísticas mostram que os pedófilos são na esmagadora maioria homens.

2) Se lês jornais como o Correio da Manhã, certamente terás encontrado notícias de homens que violam meninas de 7 ou 8 anos que apanham nas escolas e nas casas dos vizinhos, bem como notícias de casos de incesto onde pais violam as suas filhas.

Isto por si só mostra que não existe uma ligação particular entre a homosexualidade e a pedofilia. Considero a pedofolia como uma outra orientação sexual - chama-lhe pedosexual.

E já que falas em actos sexuais: anal, oral e vaginal - estes são praticados pelos heterosexuais e homosexuais de acordo com o tipo de parceiro. Precisamente por isso, qualquer acto sexual praticado não invalida o amor que duas pessoas possam ter.

Eu percebo que a afectividade homosexual entre homens te faça impressão. Mas não podemos justificar isto com argumentos sem fundamentos e chama-los de pedófilos - um crime simplesmente horrendo.

]:->

25 de abril de 2006 às 16:25:00 WEST  
Blogger Caturo said...

Decide-te. Ou o povo dá respostas racistas, ou não dá

Vou explicar outra vez o que já antes tinha dito e te tinha calado a boca: evidentemente que o Povo, de quando em vez, deixa transparecer o seu «racismo» - e é também evidente que, bombardeado com a vossa merda por todos os lados, não se pode esperar que as suas respostas sejam sempre impecavelmente racialistas, até porque muita gente, quando interrogada sobre estas questões, começa logo por dizer «Eu cá não sou racista!, mas...».

Por conseguinte, que um povo dê respostas destas, mesmo estando por completo sujeito à vossa lavagem (comida para porcos) cerebral (e quase nunca podendo sequer ouvir a nossa mensagem), dê ainda respostas «racistas», é um sinal de saúde, dadas as circunstâncias - significa que ainda não está perdido de todo, apesar dos vossos esforços em contrário.



74% dos Portugueses não quer mais imigrantes de leste e africanos (dentro da margem de erro), e 71% não quer mais imigrantes brasileiros

Mais uma demonstração de cretina desonestidade da tua parte, como seria de esperar. Como os factos não te agradam - a saber, a preferência dos portugueses por imigrantes de leste em detrimento dos africanos - tratas de tentar aldrabar os números, para esconder aquilo que te «envergonha», que é o «racismo» dos Portugueses (que é para depois apareceres a dizer que «orgulho-me deste povo anti-racista»).

Ora aqui estão os números que tu escondeste:
http://www.nexus.ao/milonga/ver.cfm?m_id=8421
A Sondagem constata oposição a novos fluxos migratórios, em 74,4 por cento relativamente aos africanos, 71,7 por cento em relação aos brasileiros e 73,4 por cento não quer mais imigrantes de leste.

Ah mas é só um por cento, diz o anti-racista... vamos então ver mais abaixo:
Os inquiridos com graus de instrução mais baixos são quem mais discorda da vinda de imigrantes para Portugal sejam de onde forem, contudo, em relação ao africanos a discordância é maior seja qual for o grau de instrução.

Como se sentiria de o seu filho se cassasse com um imigrante, os brasileiros continuam a ser os mais aceites, a grande maioria declarou sentir-se pouco ou nada incomodado, 24,2% sentem-se incomodados ante a possibilidade de que os filhos casem africanos. (Já há vinte e quatro por cento de pessoas a dizer que o rei vai nu, cuidado, anti-racistas...:)).

Este sim, é um Povo Europeu que, a pouco e pouco, vai escapando à Nova Inquisição... pois se já escapou a uma, também escapa à outra...:)

25 de abril de 2006 às 17:56:00 WEST  
Blogger Caturo said...

De vez em quando fico satisfeito contigo ! Seja lá como for até já tens orgulho Portugues

Ou afinal o Suevo tem razão a teu respeito, ou então estás a ser um bocado ingénuo, sem ofensa. Não percebes que a gentinha dessa, quando diz que tem orgulho de ser português, é só no sentido de patriotismo multiculturalista?

Não vês que essa gente gosta imenso de armar em patriota, não apenas para enganar os ingénuos, mas sobretudo porque percebem que uma Pátria (à sua maneira) é instrumento porreiro do multirracialismo, porque pode incluir todas as cores e culturas?

Usam a Pátria como um substituto da Nação - porque aquilo que querem e sempre quiseram destruir, são as barreiras intransponíveis entre os homens, a saber, aquelas que vêm com o nascimento: os vínculos que o sangue transmite, sejam a família (nos casos da comunagem mais radical), sejam as nações, sejam,sobretudo, as raças (no caso dos anti-racistas burgueses como o ciscokid).

Assim, uma pátria multirracial é «porreira» porque se assemelha à plasticina - dá para esticar e meter tudo lá dentro; mas uma raça ou uma nação, são como são, não há nada a fazer, não se pode manipular, não se pode esticar, não se pode ajeitar - e, por isso, os ciscokids tratam de dizer que «não interessam nada nem devem ser tomados em linha de conta», enquanto os seus coleguinhas mais abertamente radicais, fazem os possíveis, ou para as destruir, ou para negar a sua existência.

25 de abril de 2006 às 18:05:00 WEST  
Anonymous CiscoKid said...

"evidentemente que o Povo, de quando em vez, deixa transparecer o seu «racismo»"

"Deixa" transparecer o racismo quando te é conveniente, disto não restam dúvidas. A sondagem mostra sem dúvidas que os Portugueses não são racistas, ou seja, não favorecem a raça mas sim a cultura. Pois segundo a tua noção de nação e do povo português, a afinidade seria com os europeus de leste, povo estruturalmente europeu, loiro e de olhos azuis, e tal não acontece. Prefere um povo que é estruturalmente mulato, mestiço e que fala a nossa língua.

"Ah mas é só um por cento, diz o anti-racista..".

A margem de erro - que é dado - é de 2.6%. Ou seja, a diferença de 1% é um empate estatístico.

Que os europeus de leste sejam preferidos por uma margem maior que os africanos não admira: em geral integram-se mais depressa.

Mas o que te lixa por completo e te "escapou": "Os brasileiros são tidos como os mais semelhantes aos portugueses e os mais populares, os imigrantes de leste menos."

Ou seja, os portugueses acham-se mais semelhantes que os brasileiros e africanos do que os imigrantes de leste.

Isto torna o vosso trabalho muito ... muito complicado.

]:->

25 de abril de 2006 às 19:10:00 WEST  
Anonymous CiscoKid said...

Mais estatísticas dos racistas portugueses que estão prontos para acordar com uma revolução nazioracista:

"Há rejeição à entrada, mas, os dados desta sondagem revelam que uma grande parte dos portugueses considera justo que os imigrantes tenham os mesmos direitos que os nacionais, desde que estejam legais. Sustentam também que estes devem poder trazer para Portugal as suas famílias. 84% pensa que se deve facilitar a naturalização contra 16 por cento que acha o contrário.

Sobre os ilegais 79,7 por cento acha que lhes deve ser facilitada a legalização

]:->

25 de abril de 2006 às 19:16:00 WEST  
Blogger Caturo said...

"Deixa" transparecer o racismo quando te é conveniente,

Para mim, é sempre conveniente.

Agora, para ti... deixa transparecer o «racismo» sempre que te é incoveniente, disto é que não restam dúvidas. E, vai daí, tentas ocultá-lo ou considerá-lo «irrelevante».


A sondagem mostra sem dúvidas que os Portugueses não são racistas,

Que ridículo - ao ponto a que tu desces, à medida que vais falando. Agora, quando a maioria da população não quer mais imigrantes, e quando prefere imigrantes de leste em detrimento dos africanos, agora aquilo que é formalmente declarado já conta como «anti-racismo».


ou seja, não favorecem a raça mas sim a cultura

Absoluta e flagrantemente errado: se favorecessem a cultura, os africanos estavam à frente dos Europeus, já que falam Português; mas não. Apesar das distâncias linguísticas e históricas(porque nunca Portugal teve, ao longo da sua História, relações com o leste europeu), a população borrifa-se para isso e prefere imigrantes de leste.


Pois segundo a tua noção de nação e do povo português, a afinidade seria com os europeus de leste, povo estruturalmente europeu, loiro e de olhos azuis, e tal não acontece

Pelo contrário - acontece precisamente isto, como diz a sondagem.


Prefere um povo que é estruturalmente mulato,

Não, porque muitos dos brasileiros que para cá vêm são brancos. Logo, o critério racial não serve no caso dos brasileiros.


"Ah mas é só um por cento, diz o anti-racista..".

margem de erro - que é dado - é de 2.6%. Ou seja, a diferença de 1% é um empate estatístico.

O «pior» é que, a seguir, o resto da sondagem confirma que os portugueses preferem mesmo os de leste... e, coincidência curiosa, mas é só coincidência:):):), os anti-racistas que observam estas coisas, dizem precisamente, quando falam para a comunicação social, que os portugueses andam a discriminar os africanos e a beneficiar os europeus de leste...:):):)
E este facto continua encravado no teu discurso. E tu, estupidamente, sais-te com um alarve «ai, isso não interessa porque sso é a minha experiência».


Que os europeus de leste sejam preferidos por uma margem maior que os africanos não admira: em geral integram-se mais depressa.

Agora, até te contradizes formalmente - pois se à partida estariam mais distantes do que os africanos (porque a raça não interessa nada!!!!!!!!!!! jurooooo!!!!!!!!), então era natural que não se integrassem com tanta facilidade.

Ou seja, sucede precisamente o contrário do que tu dizes que sucede, mentiroso como és.


Mas o que te lixa por completo e te "escapou": "Os brasileiros são tidos como os mais semelhantes aos portugueses e os mais populares, os imigrantes de leste menos."

E o que te sai pela culatra, é que o texto não é suficientemente claro, pelo que o ser semelhante não implica necessariamente o ser popular - daí que não seja claro que os imigrantes de leste sejam menos populares do que os outros, embora sejam vistos, à partida, como menos semelhantes. Mas menos semelhantes... que os brasileiros apenas, ou que os africanos também? Não é claro.

Por conseguinte, continuas na estaca zero, já que aquilo que o estudo revela, abertamente, é a preferência dos portugueses por imigrantes de leste em detrimento de imigrantes africanos.

25 de abril de 2006 às 19:23:00 WEST  
Anonymous CiscoKid said...

"Não percebes que a gentinha dessa, quando diz que tem orgulho de ser português, é só no sentido de patriotismo multiculturalista?"

Multiculturista? Portugal tem apenas uma cultura que estruturalmente europeia com influências externas.

Multiracial? Sim. Temos cidadãos das ex-colónias que vivem no nosso País, que lutaram nas nossas guerras, bem com portugueses que têm ancestrais de outras paragens. Dizer que um destes é menos português é ser anti-patriota. Mas é irrelevante. A sondagem mostra que são uma minoria.

Já agora, qual é percentagem de Português que será a favor da remoção de portugueses pela sua aparência física? Uhm...

]:->

25 de abril de 2006 às 19:25:00 WEST  
Blogger Caturo said...

Multiculturista? Portugal tem apenas uma cultura que estruturalmente europeia

Não era isso que tu querias, mas sim que houvesse várias culturas em Portugal. Mais uma vez és apanhado a mentir.


Multiracial? Sim. Temos cidadãos das ex-colónias que vivem no nosso País,

São das ex-colónias, não são do nosso País. Pertenciam ao império, não à Nação Portuguesa.


que lutaram nas nossas guerras,

E nas guerras deles também, porque escolheram o seu lado. Era melhor lutar por um Estado europeu do que lutar por africanos independentistas terceiro-mundistas que levariam, como levaram, os países africanos à miséria total.


bem com portugueses que têm ancestrais de outras paragens.

Mas que, em sendo maioritariamente de origem caucasóide, são portugueses, pertencem por isso à Nação Portuguesa e não a outras paragens.


Dizer que um destes é menos português é ser anti-patriota

Dizer que são todos igualmente portugueses, é anti-nacionalista e anti-racialista.


A sondagem mostra que são uma minoria.

A sondagem mostra que os portugueses que se atrevem a manifestar o seu «racismo» estão a crescer.


Já agora, qual é percentagem de Português que será a favor da remoção de portugueses pela sua aparência física? Uhm...

Faça-se esse estudo... mas não à luz do dia, com câmaras e holofotes a incidir no cidadão...

25 de abril de 2006 às 19:31:00 WEST  
Anonymous CiscoKid said...

"os africanos estavam à frente dos Europeus, já que falam Português;"

Excepto que não foste tu que disseste inúmeras vezes que os imigrantes africanos têm maiores dificuldades em falar a nossa língua e os europeus de leste facilmente integram-se? E integram-se mais facilmente porque têm um nivel de escolaridade superior aos africanos.

"é que o texto não é suficientemente claro, pelo que o ser semelhante não implica necessariamente o ser popular "

Não implica popular. É ainda pior para ti: semelhança significa afinidade. Afinal para os portugueses, a lusofonia canta mais alto que a suástica. Os portugueses revem-se mais com a população das antigas colónias do que com os europeus de leste.

Mas Caturo, se estás contente com os resultados da sondagem - óptimo. É mais uma coisa que ambos ficamos satisfeitos. Vê se fazes um post dos resultados no forum nacional para espalhares as boas notícias. :))

]:->

25 de abril de 2006 às 19:35:00 WEST  
Anonymous Pedro Caçorino Dias said...

" 1) Existem mulheres homosexuais, e as estatísticas mostram que os pedófilos são na esmagadora maioria homens. "

Tens toda a razão, a esmagadora maioria dos pedófilos são homosexuais e homens . Por isso defendo que em defesa da criança e dos seus direitos fundamentais, se deve vigiar atentamente eventuais aproximações de homens homosexuais a crianças. Em termos de combate ao crime potencial, chama-se a isso circunscrever universos de investigação. Colocar crinaças perto de homosexuais, é um acto de aumento potencial de risco para elas . Professores , médicos, etc ... que se saiba que são homosexuais têm de ser muito bem controlados .

" 2) Se lês jornais como o Correio da Manhã, certamente terás encontrado notícias de homens que violam meninas de 7 ou 8 anos que apanham nas escolas e nas casas dos vizinhos, bem como notícias de casos de incesto onde pais violam as suas filhas. "

tudo coisas que acontecem, mas :

1 - Há pedófilos homens que têm tara com meninas , mas a maioria dos pedófilos são homens homosexuais que têm a tara dos meninos .

2 - Há Pais que violam as filhas, bem como há Pais de familia heterosexuais, que mantêm a tara homosexual de vez em quando as escondidas .

Tudo isso existe meu Caro Cisco Kid, só que tudo isso incluindo a homosexualidade é de gente muito doente, e às vezes a doença torna-se perigosa .

O que nos destingue meu caro, é que tu ainda não entendeste que a homosexualidade é simplesmente mais uma tara sexual desviada e desviante, como todas as outras taras sexuais, Pedofilia, Incesto ,bestialidade , Sadomasoquismo etc etc ... ! Há gajos que só têm orgasmo se durante o acto sexual agredirem o parceiro , outros têm mesmo de o matar .

Eu pergunto porque é que de todas as preversões sexuais existentes, a homosexualidade tem de ter um tratamento de excepção com direito a Cotas, regime jurídico-legal especial, direitos especiais ... etc ? Porquê ? Quando na realidade ainda por cima as taras sexuais andam todas ligadas umas com as outras !

A única sexualidade equilibrada é : Duas pessoas adultas de sexo diferente a fazerem o que lhes der na real gana e com consentimento mútuo em privado .

O resto é tudo desiquilibrios mais ou menos inócuos em que a maioria não faz mal a ninguém, mas que não tem de ser alvo de discussões Políticas de excepção . A menos que se suspeite de que possam ser um risco para a segurança de terceiros . Assim sendo, se se desconfiar que existe uma relação que seja entre uma preversão qualquer que não seja crime ( Homosexualidade ), e outra preversão que seja crime ( Pedofilia ), então aí sim o estado tem de estar atento e preocupar-se .

25 de abril de 2006 às 19:43:00 WEST  
Anonymous Pedro Caçorino Dias said...

" E já que falas em actos sexuais: anal, oral e vaginal - estes são praticados pelos heterosexuais e homosexuais de acordo com o tipo de parceiro. Precisamente por isso, qualquer acto sexual praticado não invalida o amor que duas pessoas possam ter. "

Eu não falei nos actos sexuais em si, tu é que estás a relacionar por exemplo sexo anal ( uma autentica cagada já de si pouco higiénica, mas enfim ) e a homosexualidade ! Eu não disse nada disso, eu simplesmente falei no sexo dos protagonistas ...

25 de abril de 2006 às 19:47:00 WEST  
Anonymous Pedro Caçorino Dias said...

Ou seja duas pessoas sexo igual ou diferente ou seja qual for a idade, podem praticar actos sexuais ... mas Amor Conjugal só existe entre homem e mulher ... o resto é só o vicio . O sexo vicia.... claro que vicia ... e há seres humanos que se viciam em actos sexuais desviados ... mas o amor não entra aí

25 de abril de 2006 às 19:54:00 WEST  
Blogger Caturo said...

Excepto que não foste tu que disseste inúmeras vezes que os imigrantes africanos têm maiores dificuldades em falar a nossa língua e os europeus de leste facilmente integram-se?

Sem dúvida. Porque será?

Como é que os de leste, que nunca estiveram em Portugal, se calhar mal tinham ouvido falar deste País antes da altura em que lhes foi dado a conhecer que este era um destino catita para imigrantes - como é que esta gente aprende tão bem o Português, que é considerado um dos idiomas mais difíceis do mundo?

E como é que o falam melhor do que os negros «portugueses»:):):) e «lusófonos»:) que sempre falaram Português?

É de esperar que o português médio fique maravilhado com estas coisas...:)


E integram-se mais facilmente porque têm um nivel de escolaridade superior aos africanos.

Seja lá pelo que for - o que é facto é que se integram mais facilmente.


"é que o texto não é suficientemente claro, pelo que o ser semelhante não implica necessariamente o ser popular "

Não implica popular. É ainda pior para ti: semelhança significa afinidade

Não... semelhança é só isso, semelhança. Não implica afinidade, porque afinidade tem já uma conotação emocional, subjectiva, preferencialista - e, como tens constatado, os portugueses preferem os imigrantes de leste aos africanos.

Ou seja, apesar dessa «semelhança», os de leste continuam a ser preferidos.

E é isto que mais te incomoda - porque significa que, por mais que te esforces a integrar os negros, eles, por mais «semelhantes» que pareçam ser relativamente aos Portugueses, vão continuar sempre a ser preteridos em proveito dos imigrantes de leste acabadinhos de chegar.:):):)

Engole esta. Aguenta e não chora.


Afinal para os portugueses, a lusofonia canta mais alto que a suástica

Pelos vistos, é precisamente o contrário, já que, apesar da lusofonia, os portugueses preferem os imigrantes de leste.

Por conseguinte, a lusofonia, tão cantada e glorificada pelos anti-racistas como pretexto para encher o País de negros e até para fomentar a misturada... a lusofonia, afinal, não conta nada para os Portugueses.

Bons sinais, sem dúvida - não admira que vocês andem acagaçados.:)

Mas Caturo, se estás contente com os resultados da sondagem - óptimo. É mais uma coisa que ambos ficamos satisfeitos.

Sem dúvida - só que enquanto o amante-da-lusofonia faz um sorriso de pateta alegre, o nazioracista faz um sorriso maligno de genocida e inimigo da «ómanidade»...:)

25 de abril de 2006 às 19:57:00 WEST  
Anonymous Pedro Caçorino Dias said...

Caro Caturo :

" De vez em quando fico satisfeito contigo ! Seja lá como for até já tens orgulho Portugues

Ou afinal o Suevo tem razão a teu respeito, ou então estás a ser um bocado ingénuo, sem ofensa. Não percebes que a gentinha dessa, quando diz que tem orgulho de ser português, é só no sentido de patriotismo multiculturalista? "

Não sei se foi o que disse o Suevo ou não, mas eu já disse mais que uma vez que para mim uma Nação é também uma Raça, mas que não defendo o Zero Pretos em Portugal . Desde que o essencial seja branco e isso não se preverta .

Sobre o que disse ao CiscoKid devo dizer-te que prefiro um Patriotismo algo multiculturalista, do que o vulgar " Estou-me a cagar para a pátria ", e o " Não tenho orgulho nenhum em ser Portugues que para aí prolifera " . Olha que já mais de uma vez nos últimos meses puz gajos a andar do meu gabinete por afirmações dessas . " O Pedro .. tu és um naif ... não vez que está tudo a cagar-se para o País e para a Pátria ? " . Gajos que tenho como amigos .. ! Pelo menos isso aida não vi o Cisco dizer ... já não é mau !

Eu prefiro encontrar o que de melhor diz um compatriota meu como o Cisco do que o que de pior ele diz, e diz muitas barbaridades antinacionais ! Encontrar pontos de união e não pontos de fractura . A Solidez de um País constoi-se dos pontos de união e não dos pontos de fractura .

O Cisco parece-me ser um daqueles gajos que acham que o Radicalismo o Racismo e o que eles chamam de "Odio" se destroiem facilmente com muita dialética Inteligente, e sendo assim vem aqui dar as suas liçõezitas de moral Civilizacionalmente Superior .

Acho engraçado o esforço dele ... cá para mim é ele quem vai sair daqui Nacionalista porque como dizia alguém " A RAZÃO É INVENCÍVEL "

Como temos razão o gajo muda

Saudações

25 de abril de 2006 às 20:54:00 WEST  
Anonymous CiscoKid said...

"Por conseguinte, a lusofonia, afinal, não conta nada para os Portugueses."

Pois não. Os Portugueses dizerem que se assemelham mais com os africanos (pretos) e brasileiros (mestiços) do que os europeus de leste é a prova disso. :)

E mesmo esquecendo a treta da margem de erro, a diferença entre a preferência de mais imigrantes de leste e mais africanos é apenas de 1%. Vamos supor que a única razão para preferir os europeus de leste é a raça e não o facto de serem mais qualificados. 1% são os racistas de Portugal que não querem ter vizinhos pretos. Portanto, vocês podem esperar 1% nas eleições... ah espera, vocês já têm esse pedaço!

Mas a estatística mais chata para os nacionalistas são os 95% que consideram que os imigrantes devam ter os mesmos direitos que os nativos. Isto sim deve doer, e portanto aquela história de deportação não irá cair muito bem junto da população quando souber que é por razões raciais. A vossa sorte é que o estado não vos permite falar sobre isso.

"Sem dúvida - só que enquanto o amante-da-lusofonia faz um sorriso de pateta alegre, o nazioracista faz um sorriso maligno de genocida e inimigo da «ómanidade»...:) "

Faço um sorriso porque tenho razões para o fazer. Enquanto que tu não tens outro remédio senão fazer um sorriso genocida, porque és impotente. Podes sentir que 100% dos portugueses são racistas, e 100% dos portugueses teriam nojo de ter um neto mulato, e 100% vos dariam flores quando fizessem a revolução - mas quando acordas, e voltas a realidade - vives o pesadelo.

]:->

26 de abril de 2006 às 00:24:00 WEST  
Blogger Caturo said...

Pois não. Os Portugueses dizerem que se assemelham mais com os africanos (pretos) e brasileiros (mestiços) do que os europeus de leste

A prova disso é que, mesmo com a Lusofonia, os Portugueses preferem imigrantes de leste. Portanto, a suposta semelhança cultural, embora possa ser reconhecida à partida, não faz com que a Lusofonia seja decisiva ou se sobreponha à raça. Sem apelo nem agravo, por mais que os ciscokids se empenhem em contrariar, sem mais nem menos, com toda a falta de vergonha que os caracteriza, os números expostos. (Não admira, a desonestidade está-lhes no sangue - a realidade não é como eles querem? Muda-se a realidade no papel e já está:)).


E mesmo esquecendo a treta da margem de erro,

Sim, esquecendo essa treta, que é desmentida pelas conclusões seguintes do próprio estudo (enfim, já recua...:)).


a diferença entre a preferência de mais imigrantes de leste e mais africanos é apenas de 1%

Nada que um anti-racista militante não consiga esquecer...:)


Vamos supor que a única razão para preferir os europeus de leste é a raça e não o facto de serem mais qualificados. 1% são os racistas de Portugal que não querem ter vizinhos pretos.

Não... são pelo menos 74%... porque foram 74% os que disseram não querer mais imigrantes africanos, por mais que esperneies e te esganices, forçando a deturpação da realidade, para depois guinchares, como os teus donos te mandam, que «tens orgulho deste Povo anti-racista».

E depois ainda tens a falta de vergonha de censurar a suposta desonestidade de outros - é que a desonestidade, no teu caso, está-te no sangue, mesmo à frente de toda a gente, sem réstia de pudor.


Portanto, vocês podem esperar 1% nas eleições... ah espera, vocês já têm esse pedaço!

Então, porque será que a tua laia tem tanto medo de nós e visa proibir-nos - e porque será que tu apoias essa proibição?...:)


Mas a estatística mais chata para os nacionalistas são os 95% que consideram que os imigrantes devam ter os mesmos direitos que os nativos

Tudo a seu tempo - as opiniões podem mudar se as pessoas puderem ouvir mais de um dos lados ideológicos, o que não tem acontecido, porque os teus donos se empenham em propagandear o teu ponto de vista e em boicotar o nosso.
De resto, é ainda de ter em conta o modo como a pergunta é feita: perguntar por exemplo «Acha que os imigrantes devem ter o direito de votar?» é diferente de perguntar «Acha que os imigrantes devem ser discriminados nos seus direitos?», actuando a palavra «discriminação» como uma campainha de Pavlov, a blasfémia máxima perante a qual é suposto que o condicionado diga «Nãoooo, eu cá não sou racista...».


Isto sim deve doer, e portanto aquela história de deportação não irá cair muito bem junto da população

Logo se vê. Como bem sabes, as populações europeias (de França e de Inglaterra, por exemplo) são cada vez menos receptivas a imigrantes africanos e votam cada vez mais nos partidos nacionalistas. Se estas coisas não pudessem mudar, as percentagens de simpatizantes do BNP e da FN francesa não subiam.

Aliás, isto é que te dói, mas dói a sério, para além de não te deixar dormir descansado. Portanto, deixa lá as supostas dores dos outros, que o teu mal te basta...:):):)


A vossa sorte é que o estado não vos permite falar sobre isso

Ah, então a vossa proibição do nosso discurso, afinal, é por nos amarem...:):):)


"Sem dúvida - só que enquanto o amante-da-lusofonia faz um sorriso de pateta alegre, o nazioracista faz um sorriso maligno de genocida e inimigo da «ómanidade»...:) "

Faço um sorriso porque tenho razões para o fazer

Defesa do pateta alegre.


Enquanto que tu não tens outro remédio senão fazer um sorriso genocida, porque és impotente

Quem faz um sorriso genocida, não é por ser impotente - um sorriso genocida significa precisamente que se está prestes a cometer um genocídio ou que já se cometeu um genocídio e se ficou impune. Vê lá se ao menos sabes controlar a raiva e responder com um mínimo de lógica.


Podes sentir que 100% dos portugueses são racistas, e 100% dos portugueses teriam nojo de ter um neto mulato,

Podes perguntar aos teus amigos e tutores anti-racistas se é ou não do mais comum que haja portugueses a dizer «eu cá não sou racista, mas não queria a minha filha casada com um preto...».

Ah, espera... é que tu se calhar até sabes disso... por esse motivo é que apoias a censura ideológica e política... porque, para ti, são as elites que devem decidir em que é que o Povo pode ou não votar...

Ou seja, o povo é amante de todas as raças, ou então não, mas, se não, tu e quejandos lá estão para calar a boca ao povinho e ministrar-lhe mais umas injecções...

E, assim, o pateta alegre continua a sorrir (embora de noite, por vezes, tenha dúvidas, e acorde com uns pesadelos esquisitos que envolvem suásticas a cair-lhe em cima da mona...) e o nazioracista continua a esboçar o seu sorriso de genocida, inimigo da «ómanidade» e instigador do ódio racial...

E quando o nazioracista diz «I have a dream...», o anti-racista treme logo, com suores frios, a recordar o que lhe faz perder o sono, porque sabe que esse «dream» não é o do propagandeado negro ianque...:)

26 de abril de 2006 às 08:19:00 WEST  
Blogger Caturo said...

Sobre o que disse ao CiscoKid devo dizer-te que prefiro um Patriotismo algo multiculturalista, do que o vulgar " Estou-me a cagar para a pátria ",

Pedro Dias, os segundos, pelo menos, não enganam ninguém; os ciscokids, pelo contrário, tentam contaminar os Portugueses que ainda sentem algo pela Pátria mas que não têm partido em quem votar nem nenhuma figura pública com quem se identifiquem.

Está o patriota português sozinho perante uma multidão de anti-patriotas ou de indiferentes e aparece um chico-esperto a dizer-lhe «Olha que eu também tenho orgulho em ser Português!!!, vem comigo, vamos fazer um novo Portugal com orgulho!!!» e vai o patriota, ingenuamente confiante... e, pelo caminho, o chico-esperto diz-lhe «Num país multirracial de portugueses orgulhosos, negros ou brancos, o que interessa é que amem Portugal!!!», e o patriota, mesmo que não goste muito daquilo, deixa-se ir, porque de qualquer maneira já começou a andar e agora não sabe bem o que fazer, se romper e continuar sozinho, se continuar mesmo não concordando «a 100%...».

É por isso que organizações como o 10 de Junho são pejadas de veneno; é por isso que muitos patriotas votam no CDS/PP e alguns até «deitam» no PND.

Ora, para que serve esta gente, senão para contaminar o Nacionalismo?

Por conseguinte, mantenho o que já tinha dito: os PNDs, os CDSs, os ACRs, os ciscokids, os corcundas, são a longo ou médio prazo mais perigosos para Portugal do que os BEs.

26 de abril de 2006 às 08:26:00 WEST  
Anonymous CiscoKid said...

"A prova disso é que, mesmo com a Lusofonia, os Portugueses preferem imigrantes de leste. "

Só 1% dos Portugueses prefere imigrantes de Leste e pode ser que muitos deste 1% prefiram essa imigração por ser melhor qualificada. Portanto, menos de 1%
vê a "suástica" como mais importante do que a lusofonia. É que infelizmente para ti os portugueses acham-se menos semelhantes aos europeus de leste do que os africanos e brasileiros, dois povos que na essência são pretos e mestiços. Visto que os portugueses são brancos, a semelhança reside na cultura e língua. Ou seja, na lusofonia. :))

"Podes perguntar aos teus amigos e tutores anti-racistas se é ou não do mais comum que haja portugueses a dizer «eu cá não sou racista, mas não queria a minha filha casada com um preto...». "

Até nisto foste rebatido. 75% não se sente incomodada com isso. Como disse, a tua experiência vale ZERO. Os pais tendem a querer que os filhos se casem com pessoas socialmente estáveis e com sucesso, e os pretos são uma classe desfavorecida. É portanto natural o incómodo e ansiedade de que os filhos tenham feito uma boa escolha neste sentido. O que eu sei é que muitos País ficariam incomodados se a filha trouxesse um skinhead em casa. :) Enfim, eu sei que gostavas de impedir, mas os casamentos inter-raciais acontecem. A questão de aceitar um neto mulato é sem dúvida racial. E qualquer Avó que não aceite um neto por ser mais moreno é sem dúvida um racista.

"E quando o nazioracista diz «I have a dream...» "

Realmente com estas estatísticas vocês só podem mesmo sonhar. :)

]:->

26 de abril de 2006 às 09:07:00 WEST  
Anonymous CiscoKid said...

"«Olha que eu também tenho orgulho em ser Português!!!, vem comigo, vamos fazer um novo Portugal com orgulho!!!»"

Ao menos, imita como deve ser. Nâo quero construir um novo Portugal. Quero sim manter o Portugal como ele é: um País europeu mas com as influências de 500 anos de exposição com outros povos. É essa a nossa identidade. E fazer esquecer quem esteve ao nosso lado é vítima de traição dos nossos antepassados, e não merece ser considerado patriota ou mesmo nacionalista. Porque a Nação Portuguesa não é lusitania. Se querem a Lusitania, façam a revolução nacionalista.

"Por conseguinte, mantenho o que já tinha dito: os PNDs, os CDSs, os ACRs, os ciscokids, os corcundas, são a longo ou médio prazo mais perigosos para Portugal do que os BEs."

Péssima análise como sempre. O BE tal como os outros partidos são partidos pequenos e sem muito poder. É o PS e o PSD, os partidos que estão alternadamente no poder, que fazem as leis, e que apelam ao centro (ou seja a maioria dos portugueses) os maiores inimigos dos nazioracistas. Ver o BE ou até o PND como inimigos é simplesmente ser-se míope.

]:->

26 de abril de 2006 às 09:15:00 WEST  
Blogger Caturo said...

Só 1% dos Portugueses prefere imigrantes de Leste

Não. 74% dos Portugueses prefere imigrantes de leste relativamente aos Africanos, é isso que a sondagem diz:):):):):), por mais que esperneies e a tentes falsificar.

Aliás, o facto de, mesmo perante os números, tentares aldrabar a situação, mostra bem a credibilidade que mereces.

Tem portanto paciência, mas há mais gente com potencial para preferir a suástica do que com potencial para se tornar numa coisa igual a ti. Assim, o «Portugal de que te orgulhas»... não existe.:):):)

E o mais giro é que tu até «desconfias»:):):) disso, não apenas pelo modo desesperado como tentas falsificar a realidade, mas também porque, embora digas que te orgulhas deste Povo, preferes que ele seja proibido de decidir por si próprio nas eleições. Não admira, efectivamente, que assim penses, dado que, no fundo, desprezas o Povo e só confias na elitezinha de que fazes parte, como tu deste claramente a entender noutro blogue:
Mas o Povo não tem sempre razão, e não vejo razão para que a democracia acomode a qualquer seu capricho. (Tradução: só se pode obedecer aos bons caprichos do povo, isto é, se o Povo pensar como os anti-racistas).

E isto verifica-se ainda hoje. O povo limita-se a olhar o progresso, e zanga-se apenas quando não tem o seu pão. E é facilmente manipulado (dispensa traduções:):):)).



que infelizmente para ti os portugueses acham-se menos semelhantes aos europeus de leste do que os africanos e brasileiros,

Infelizmente para ti, os portugueses continuam a preferir os europeus de leste aos africanos, embora o queiras esconder, contornar, deturpar, ou, ao teu melhor estilo, considerá-lo «irrelevante»:):):)

Por conseguinte, esta sondagem prova, com os números bem à vista, que o Povo se borrifa para a Lusofonia e é cada vez mais atreito a despertar para a luz da suástica.


"Podes perguntar aos teus amigos e tutores anti-racistas se é ou não do mais comum que haja portugueses a dizer «eu cá não sou racista, mas não queria a minha filha casada com um preto...». "

Até nisto foste rebatido

Nem nisso fui rebatido, como a seguir se vê:
75% não se sente incomodada com isso

75% não o revelam - mas que haja 35% a afirmá-lo categoricamente, mostra que há cada vez mais gente com coragem para dizer que o rei vai nu.

Como disse, a tua experiência vale ZERO

Disseste mal, e não adianta pores em maiúsculas porque isso não te dá mais razão, servindo apenas para mostrar que estás nervoso.

E disseste mal porque, cobarde e imbecilmente, continuas a ignorar que quem diz isto que eu digo, não sou apenas eu, mas sobretudo os teus amigos anti-racistas. Zanga-te com eles.:)


Os pais tendem a querer que os filhos se casem com pessoas socialmente estáveis e com sucesso, e os pretos são uma classe desfavorecida

Ah, mais um recuo... não conseguindo ser convincente a negar o que todos sabem, o anti-racista trata de querer justificar o «racismo» dos seus portugueses de quem ele diz ter orgulho, mesmo que os despreze (é a mesma lógica de quem quer cá meter imigrantes mas prefere colocar os seus filhos em colégios longe da maralha estrangeira...:)).

Mas, para sua infelicidade, o que o português diz neste caso
não é,
«não quero a minha filha casada com um pobretanas»,
mas sim,
«não quero a minha filha casada com um preto/não quero um neto negro ou mulato».

Não admira pois que o anti-racista despreze o povo e, embora bata no peito a dizer que tem orgulho na gente portuguesa, prefere, à cautela, impedir as eleições realmente livres, não vá o diabo nazi tecê-las...:):):)


O que eu sei é que muitos País ficariam incomodados se a filha trouxesse um skinhead em casa

A tua experiência pessoal vale zero.:)


"E quando o nazioracista diz «I have a dream...» "

Realmente com estas estatísticas vocês só podem mesmo sonhar.

O sonho comanda a vida, como já te disse... e o sonho de uns é o pesadelo de outros. É por isso que não dormes descansado e, durante o dia, suas as estopinhas para falsificares a realidade de maneira a que possas conseguir alguma tranquilidade. :)

26 de abril de 2006 às 11:14:00 WEST  
Blogger Caturo said...

Ao menos, imita como deve ser

Foi por o ter feito que estás tão irritado.


Nâo quero construir um novo Portugal. Quero sim manter o Portugal como ele é

Queres é construir um novo Portugal com base naquilo que os teus donos impuseram recentemente. Um Portugal onde a raça seja «irrelevante», que possa ser como o Brasil ou como Cabo Verde.


E fazer esquecer quem esteve ao nosso lado é vítima de traição dos nossos antepassados,

Apoiar-se em contingências históricas e aliados ocasionais para desse modo tentar esquecer a identidade primordial, isso sim, é traição - traição ao sangue, à própria estirpe.

De resto, não é um anti-nacionalista, que diz que as nações se fazem pela força e só pela força se justificam, não é um gajo desses que dá lições de Nacionalismo ou sequer de Patriotismo seja a quem for.


"Por conseguinte, mantenho o que já tinha dito: os PNDs, os CDSs, os ACRs, os ciscokids, os corcundas, são a longo ou médio prazo mais perigosos para Portugal do que os BEs."

Péssima análise como sempre

Como sempre, a discordância que confirma a correcção da minha análise. É sempre um bom sinal quando uma coisa como o Ciscokid discorda do que dizemos.


O BE tal como os outros partidos são partidos pequenos e sem muito poder

Ainda por cima nem percebe que a mensagem do BE é disseminada aos quatro ventos pelos mé(r)dia, pelo que, mesmo que o partido seja pequeno, os partidos grandes acabam por adoptá-la, mesmo que mais moderadamente. São os revolucionários que acabam por impor as suas ideias, e não os conservadores.


É o PS e o PSD, os partidos que estão alternadamente no poder,

Estupidamente, toma o acessório por essencial e não entende que quando se diz «BE», se está a falar de toda a trampa esquerdista militantemente anti-racista, ala esquerda do PS incluída.


Ver o BE ou até o PND como inimigos é simplesmente ser-se míope

Não perceber sequer o porquê de o PND ser inimigo, mesmo depois da explicação, é simplesmente ser-se estúpido.

26 de abril de 2006 às 11:23:00 WEST  
Anonymous CiscoKid said...

"Não. 74% dos Portugueses prefere imigrantes de leste relativamente aos Africanos, é isso que a sondagem diz:):):):):), por mais que esperneies e a tentes falsificar."

Agora até trocas as estatísticas e os números tal é o desespero e a ignorância. Ora traz cá o parágrafo onde diz isso, ou então corrige lá para eu poder dar-te o correctivo, que tornas-me as coisas demasiado fáceis. :)

"75% não o revelam - mas que haja 35% a afirmá-lo"

Enfim, números mal apresentados, contas mal feitas (75+35 > 110%!) - o desespero continua. 110% de racistas em Portugal. Bravo. :)

"Não perceber sequer o porquê de o PND ser inimigo, mesmo depois da explicação, é simplesmente ser-se estúpido."

Eu percebi - realmente vocês só podem ter inimigos a vossa altura, e o PND parece-me apropriado. Sem dúvida o PNR parece ser o único partido racista, e quem não é racista é o vosso inimigo.

]:->

26 de abril de 2006 às 14:47:00 WEST  
Blogger Caturo said...

Agora até trocas as estatísticas e os números
Enfim, números mal apresentados,

O teu desespero, se já era ridiculamente desonesto, passou a estupidamente infantil - agora, uma diferença numérica é suficiente para julgares que te escapas airosamente ao desmentido - estás irritado, mas já devias saber que aqui não tens hipótese de armar em advogado baratinho e acabas sempre esmigalhado. Com que então só um por cento dos portugueses é que era racista, quando a sondagem diz, preto no branco (ai estas discriminações de cores, c'horror!...:):):)), que há mais portugueses a preferir imigrantes de leste do que imigrantes africanos.

É por estas e por outras que a tua laia censura os nacionalistas sempre que pode... é que acaba sempre cilindrada a discutir factos; e como, em cima de ser incompetente, ainda tem um imbecil mau perder, faz tristes figuras a querer dizer que não perdeu por dez a zero mas apenas por nove a zero e quem diz que perderam por dez a zero é porque é «mentiroso!!! fascista desonesto!!!!». :):):):):)



"Não perceber sequer o porquê de o PND ser inimigo, mesmo depois da explicação, é simplesmente ser-se estúpido."

realmente vocês só podem ter inimigos a vossa altura, e o PND parece-me apropriado

Nem uma coisa tão simples és capaz de comentar sem ceder à tua emotividade, tal é a vontade de nos insultar pelos vexames que sofres? Então e o CDS/PP (um dos principais partidos portugueses), desta vez esqueceste-te? E a própria dimensão do PNR, não és tu quem passa a vida a dizer que é um partido minúsculo? Qual é pois a surpresa que os nossos inimigos mais directos sejam ainda em reduzida quantidade?


Sem dúvida o PNR parece ser o único partido racista, e quem não é racista é o vosso inimigo

É só substituir o «racista» por «consciência racial» e pronto, a tua frase está certa - porque quem se opõe formalmente à consciência racial é nosso inimigo. E quem o faz parecendo que está do nosso lado, é o nosso pior inimigo (tive que explicar isto outra vez...).

26 de abril de 2006 às 17:20:00 WEST  
Anonymous CiscoKid said...

"Não. 74% dos Portugueses prefere imigrantes de leste relativamente aos Africanos, é isso que a sondagem diz:):):):):), por mais que esperneies e a tentes falsificar."

Ah, Caturo. 74% dos Portugueses prefere imigrantes de leste relativamente aos africanos? É isso que diz a sondagem? Aonde?

"É só substituir o «racista» por «consciência racial» e pronto, a tua frase está certa - porque quem se opõe formalmente à consciência racial é nosso inimigo."

E quem é contra os racistas, não é o vosso inimigo?

]:->

26 de abril de 2006 às 19:14:00 WEST  
Blogger Caturo said...

Ah, Caturo. 74% dos Portugueses prefere imigrantes de leste relativamente aos africanos? É isso que diz a sondagem? Aonde?

Vai ver onde é que a sondagem revela os números e depois vem cá dizer «Ganhei!!!! Não é 74%, é 73,99999987%!!! Isto prova como és mentiroso!!!!!!», que é esse o teu melhor estilo argumentativo, vai lá, desgraçadinho...



"É só substituir o «racista» por «consciência racial» e pronto, a tua frase está certa - porque quem se opõe formalmente à consciência racial é nosso inimigo."

E quem é contra os racistas, não é o vosso inimigo?

Quem é contra os racistas que são contra a raça branca ou que querem provocar a miscigenação por acharem que a mistura gera gente superior, é nosso inimigo sem dúvida.:)

26 de abril de 2006 às 19:26:00 WEST  
Anonymous CiscoKid said...

"Ah, Caturo. 74% dos Portugueses prefere imigrantes de leste relativamente aos africanos? É isso que diz a sondagem? Aonde?

Vai ver onde é que a sondagem revela os números "


Que surpresa, não diz nada disso.

O que diz é que 26.6% prefere mais imigrantes de leste, e 25.6% prefere mais africanos. Ou seja, uma diferença de 1%, como disse desde o início. Ou seja, quanto muito apenas 1% não gosta de africanos.

Não percebo de onde tiraste a ideia de que a 74% população portuguesa prefere os europeus de leste em relação aos africanos - mas não tiraste de certeza da sondagem.

]:->

27 de abril de 2006 às 00:31:00 WEST  
Blogger Caturo said...

Que surpresa, não diz nada disso.
O que diz é que 26.6% prefere mais imigrantes de leste, e 25.6% prefere mais africanos. Ou seja, uma diferença de 1%, como disse desde o início. Ou seja, quanto muito apenas 1% não gosta de africanos.


Não... a sondagem diz que 74,4% não quer mais africanos... portanto, de acordo com as tuas próprias palavras:) (pela boca morre o peixe, especialmente o que tem cabeça de boga:):):)), há 74,4% dos portugueses que, nota bem, não gostam de africanos:):):)

Sim, é desse povo que tu te orgulhas.:):):):):):)

Sim, é... desde que o povo esteja caladinho, porque tu tens medo que os nazioracistas cheguem ao poder, é que estas sondagens são lixadas...

Outra coisa muito evidente da qual eu nem me tinha lembrado - é que mesmo muitos «nazioracistas» portugueses (não uma maioria, mas bastantes), não querem cá imigrantes de espécie nenhuma, nem os de leste. Discordo pessoalmente do ponto de vista desses camaradas e tento fazê-los mudar de ideias, por uma questão de coerência ideológico-racial, mas, independentemente disso, o que é facto é que o movimento também se faz com esses camaradas - portanto, estes números não revelam que haja muitos portugueses anti-racistas, como tu dizias (mas duvido que acredites no que dizes::):):)), mas sim muitos portugueses que não querem cá mais imigrantes.

E agora mais um pormenor criado pelo Destino para te incomodar ainda mais: é que o PNR não pode falar em raças. Isso é mau, claro; mas, por outro lado, todos aqueles que não querem imigrantes de leste poderão rever-se no PNR.

Que tal?...:):):)

27 de abril de 2006 às 12:32:00 WEST  
Anonymous CiscoKid said...

"Não... a sondagem diz que 74,4% não quer mais africanos..."

Logo, a tua asserção que "74% dos Portugueses prefere imigrantes de leste relativamente aos Africanos" está totalmente errada. És mesmo, mesmo imbecil.

"há 74,4% dos portugueses que, nota bem, não gostam de africanos:):):)"

Eu percebo que gostavas de ligar a imigração ao racismo. Mas são e devem ser duas coisas separadas. Há paises que têm uma política fortemente anti-racista e ultra-liberal, mas no entanto têm um forte controle de imigração, precisamente para preservar os seus ideais e os seus recursos.

A sondagem diz que os portugueses não querem mais imigrantes, mas que se trate bem quem cá esteja. Se mostram suficientemente corajosos para dizer que não querem mais africanos, são suficientemente honestos para dizer que acham que os imigrantes devam ter os mesmos direitos.

E como é que sei que o povo português não é nazioracista?

Porque excepto no que diz respeito a querer *mais* imigrantes, a maioria dos votos em todas as perguntas é precisamente inverso ao que vocês haviam de votar: no facto de que os imigrantes tenham os mesmos direitos, em trazer as suas famílias, em sentir-se incomodado de ter um neto mulato... etc.

Ou seja, no essêncial vocês são um nicho da população com a mania que falam por todos, porque o povo não sabe o que diz porque está endoutrinado por uma cabala.

]:->

27 de abril de 2006 às 13:02:00 WEST  
Anonymous CiscoKid said...

"E agora mais um pormenor criado pelo Destino para te incomodar ainda mais: é que o PNR não pode falar em raças. Isso é mau, claro; mas, por outro lado, todos aqueles que não querem imigrantes de leste poderão rever-se no PNR."

Mas cá estás tu para lembrar que os imigrantes de leste até são bons para - tua afirmação - para aclarar a população mais necessitada. :) Palhaço.

]:->

27 de abril de 2006 às 13:09:00 WEST  
Blogger Caturo said...

"Não... a sondagem diz que 74,4% não quer mais africanos..."

Logo, a tua asserção que "74% dos Portugueses prefere

Logo, a tua asserção de que só um por cento dos portugueses é que é racista, está totalmente errada, testemunhando, mais uma vez, que és um mentecapto armado em manhoso que acaba sempre por meter os pés pelas mãos e enterrar-se a si próprio.


a tua asserção de que os imigrantes de leste relativamente aos Africanos" está totalmente errada

Primeiro, não está errada porque é dada a entender pela sondagem - de resto, tu próprio concordaste:):):):
Que os europeus de leste sejam preferidos por uma margem maior que os africanos não admira: em geral integram-se mais depressa.

Portanto, se eu sou imbecil, tu és duplamente imbecil...:):):)


"há 74,4% dos portugueses que, nota bem, não gostam de africanos:):):)"

Eu percebo que gostavas de ligar a imigração ao racismo

E eu percebo que tu gostavas que isso não fosse possível. E também percebo que não gostas que estas sondagens venham a público:):):), porque o povo do qual «tu te orgulhas:)) pode começar a pensar «é pá, se calhar afinal somos racistas... logo, eu, racista secreto, não estou sozinho nem sou uma minoria, como a tevê diz...:):):)».
Eu percebo tudo isto. Só tu é que não percebes que os teus truques não pegam.


Mas são e devem ser duas coisas separadas

Queriaaaaaas tu...:)



Há paises que têm uma política fortemente anti-racista e ultra-liberal, mas no entanto têm um forte controle de imigração, precisamente para preservar os seus ideais e os seus recursos

Então trata de falar com os teus pares do PSD e do PS para implementarem essa política, menino... depressa, antes que os nazioracistas aumentem de número...

Ah, espera... o que o PS do teu Sócrates anda a fazer é precisamente o contrário... vais ter muito trabalhinho, vais, vais...:)


A sondagem diz que os portugueses não querem mais imigrantes, mas que se trate bem quem cá esteja

O que será «tratar bem»? Levar ao colo? Ou simplesmente não os matar a tiro?
No caso de ser a segunda, também eu sou a favor de os tratar bem.:)


Se mostram suficientemente corajosos para dizer que não querem mais africanos, são suficientemente honestos para dizer que acham que os imigrantes devam ter os mesmos direitos.

Não... é mais isto: por um lado, lá conseguem ter coragem de dizer que não querem mais africanos, mas logo depois garantem que não são nada racistas, livra..., e vai daí chega-lhes a questão à queima-roupa «E acha que eles devem ser discriminados?» (discriminado - blasfémia máxima!, a Inquisição está à espreita...), e o português «Eeeeeeeeuuuu!!!... quê? Não sei... não, não devem ser discriminados, não, eu até já disse que não sou racista!...».

E pronto...


Ou seja, no essêncial vocês são um nicho da população com a mania que falam por todos,

Por isso é que vocês têm tanto medo que a gente fale... porque quem tem o direito de falar por todos são só vocês... desde que esses «todos» não possam escolher os nazioracistas, claro..:):):)

27 de abril de 2006 às 16:51:00 WEST  
Blogger Caturo said...

porque o povo não sabe o que diz

Quem é que diz que o povo não sabe o que diz?

Vamos lembrar:
povo iliterado foi sempre facilmente manipulado pelo poder (principalmente a Igreja) para que este atingisse os seus meios. As grandes revoluções científicas, artísticas, sociais e religiosas (reforma, iluminismo, renascimento, barroco, etc, etc) aconteceram no meio das elites.

E isto verifica-se ainda hoje. O povo limita-se a olhar o progresso, e zanga-se apenas quando não tem o seu pão. E é facilmente manipulado


Palavras do ciscokid, democratreteiro dos quatro costados, que tem orgulho nas opiniões do seu povo... mas nem por isso..:):):)

27 de abril de 2006 às 16:56:00 WEST  
Blogger Caturo said...

Mas cá estás tu para lembrar que os imigrantes de leste até são bons para - tua afirmação - para aclarar a população mais necessitada

Sim, para que essa população não sirva para que os merdas nojentos e traidores como tu arranjem chantagens morais para obrigar o povo a calar-se de maneira a que vocês possam livremente encher o país de negralhame.

É para isso.

27 de abril de 2006 às 16:58:00 WEST  
Anonymous CiscoKid said...

"Mas são e devem ser duas coisas separadas
Queriaaaaaas tu...:)"


Mas é óbvio que é. Uma mãe pode dizer que não quer mais filhos, e isso não quer dizer que não goste dos filhos que já tenha, incluindo os adoptados. E tratar bem os adoptados significa - como a sondagem diz - dar os mesmos direitos que os nativos.

"porque o povo não sabe o que diz ...Quem é que diz que o povo não sabe o que diz?
povo iliterado foi sempre facilmente manipulado "


O contexto do parágrafo que citaste refere-se ao povo analfabeto, sem instrução. Tu sabes isso, claro, mas lá queres tentar a tua sorte.

Por outro lado, o povo que temos falado até agora é o povo português, que incluem todos. Independentemente de ser manipulado ou não, mostra o que as pessoas sentem e é perfeitamente coerente com a imagem que eu tenho do povo português: não é racista nem se revê nas vossa ideologia.

A sondagem apenas reforça essa imagem.

]:->

27 de abril de 2006 às 19:38:00 WEST  
Blogger Caturo said...

Mas é óbvio que é. Uma mãe pode dizer que não quer mais filhos,

Os imigrantes não são filhos e ninguém os vê como tal. Parte-se do princípio que a mãe gosta dos filhos, mas não se parte do princípio que o povo gosta dos estrangeiros que vivem no seu solo. Por conseguinte, a comparação é, no mínimo, desadequada.


tratar bem os adoptados significa - como a sondagem diz - dar os mesmos direitos que os nativos.

Direitos... à saúde? À segurança? Sem dúvida. Aos votos? Duvido...


"porque o povo não sabe o que diz ...Quem é que diz que o povo não sabe o que diz?
povo iliterado foi sempre facilmente manipulado "

O contexto do parágrafo que citaste refere-se ao povo analfabeto,

Não, o contexto refere-se ao contraste entre o povo e a elite reinante. Mais uma vez, foste apanhado em flagrante «delito de snobice» e estás irritado. E, para não estares armado em enguia escapadiça, cá vai o contexto integral, sem faltar uma só vírgula:
Lasch escreveu:
"exaltação das virtudes das classes populares, das massas, das classes médias e baixas, que considera como o verdadeiro último reduto dos princípios que ergueram o Ocidente."

E tu comentaste:
Isto é claramente falso. O povo iliterado foi sempre facilmente manipulado pelo poder (principalmente a Igreja) para que este atingisse os seus meios. As grandes revoluções científicas, artísticas, sociais e religiosas (reforma, iluminismo, renascimento, barroco, etc, etc) aconteceram no meio das elites.
E isto verifica-se ainda hoje. O povo limita-se a olhar o progresso, e zanga-se apenas quando não tem o seu pão. E é facilmente manipulado - e os nacionalistas obviamente aproveitam disso com receitas fáceis ("expulsa o preto que te rouba o pão e a tua filha").
É preciso notar que o povo resistiu a avanços sociais como o voto dos negros nos EUA, bem como o voto das mulheres no século passado - movimentos considerado de esquerda e degenerados.


http://www.blogger.com/comment.g?blogID=11141500&postID=114522541392506073


Por outro lado, o povo que temos falado até agora é o povo português, que incluem todos

O Povo do qual tens medo, dado que nem sequer permites que possa escolher os nazioracistas.::):):)


Independentemente de ser manipulado ou não,

A tua laia manipula o povo, trava-lhe a liberdade, atemoriza-o com a Nova Inquisição... e depois põem-no a falar, para dizer a liçãozinha que vocês lhe ministraram, com a vossa lavagem.
O pior, para vocês, é que o Povo ainda resiste... e, se calhar, cresce-lhe a revolta... e a extrema-direita acompanha esse crescimento...:)


mostra o que as pessoas sentem

Que a maioria não quer mais imigrantes, e que até prefere os de leste aos negros, mesmo que os negros falem Português.::):):)

É o que diz a sondagem, sem apelo nem agravo.

28 de abril de 2006 às 11:42:00 WEST  
Anonymous CiscoKid said...

"Mais uma vez, foste apanhado em flagrante «delito de snobice» e estás irritado"

Tudo o que eu escrevi está certo, sem tirar uma vírgula. Está lá bem explícito a palavra iletrado junto do "povo", que obviamente não tem a ver com a maioria do povo português, que como disse me orgulho.

"O pior, para vocês, é que o Povo ainda resiste... e, se calhar, cresce-lhe a revolta... e a extrema-direita acompanha esse crescimento...:)"

Óptimo! Não tens então que te queixar de nada. Segundo o que dizes então, estão a caminho da vitória. ;-)

]:->

1 de maio de 2006 às 20:59:00 WEST  
Anonymous CiscoKid said...

"Que a maioria não quer mais imigrantes, e que até prefere os de leste aos negros, mesmo que os negros falem Português.É o que diz a sondagem, sem apelo nem agravo."

Tu podes "sentir" que a sondagem diz isso, mas não. Claramente os portugueses preferem brasileiros do que os europeus de leste - que são loiros e olhos azuis. E quem são os brasileiros? Tu mesmo o disseste e passo a citar: "dado que boa parte senão mesmo a maior parte dos imigrantes brasileiros são negros ou mestiços".

]:->

2 de maio de 2006 às 10:32:00 WEST  
Blogger Caturo said...

Tudo o que eu escrevi está certo,

O que querias provar, por meio de distorções, está errado, como atrás se provou. E tu sabes disso, por esse motivo é que estás tão irritado: porque, por mais merdices que arranjes, não consegues negar o que realmente te incomoda:
- que os portugueses não querem mais imigrantes;
- que, entre os imigrantes, preferem os de leste aos africanos, apesar de estes falarem «Português«.

Isto sim, está certo, sem apelo nem agravo, e, por mais que esbracejes e esperneies histericamente, não o consegues nem negar nem sequer ocultar.


Está lá bem explícito a palavra iletrado junto do "povo", que obviamente não tem a ver com a maioria do povo português,

Ahahahahhah, que resposta tão imbecil e tão típica da merda como tu, que nem sequer é capaz de assumir as coisas que diz e depois tenta mascarar a «coisa».
Mas não há dúvida: o contexto mostra bem que tu desprezas o povo, e é por isso que lhe chamas «iletrado», não porque estivesses a falar apenas da parte iletrada do povo.

E, assim, mais depressa se apanha um mentiroso do que um coxo, especialmente se esse mentiroso, além de mentiroso, também é coxo;) e no entanto põe-se a querer armar em atleta dos dez mil metros.:):):)


"O pior, para vocês, é que o Povo ainda resiste... e, se calhar, cresce-lhe a revolta... e a extrema-direita acompanha esse crescimento...:)"

Óptimo! Não tens então que te queixar de nada

Pois não. Tu é que tens:)

2 de maio de 2006 às 14:08:00 WEST  
Anonymous CiscoKid said...

"Mas não há dúvida: o contexto mostra bem que tu desprezas o povo, e é por isso que lhe chamas «iletrado», não porque estivesses a falar apenas da parte iletrada do povo. "

Mesmo que a tua distorção fosse verdade, o contexto da palavra "povo" é diferente. No batalhafinal referia a uma classe social. Neste contexto refiro a toda a nossa população: o povo português que como disse me orgulho. Misturares os contextos propositadamente mostra o teu desespero continuo.

"Óptimo! Não tens então que te queixar de nada
Pois não. Tu é que tens:)"


Bem, tecnicamente tu é que tens um blogue onde queixas-te diariamente
sobre os "males" da imigração, e dos brasileiros que andam a vir cá a cuidar dos nossos velhos e ocupar as zonas desertas.. deve doer ler essas notícias e reporta-las. E se tivesses vergonha na cara, até não mentias dizendo que não tens nada que te queixar.

]:->

3 de maio de 2006 às 00:49:00 WEST  
Blogger Caturo said...

Mesmo que a tua distorção fosse verdade, o contexto da palavra "povo"

Quando és apanhado em flagrante ficas ainda mais ridículo do que é costume. Tu bem querias que aquilo que eu disse fosse resultado duma distorção, mas não - na verdade, foste tu quem o disse.


No batalhafinal referia a uma classe social

Não. No batalhafinal, referias o povo em contraste com a elite governativa. Nada mais. Está bem explícito.


Neste contexto refiro a toda a nossa população:

Referes-te à mesma população que mostraste desprezar - a maioria do povo, não apenas a tua elitezinha mete-nojo, que, tal como tu, gosta de falar em nome do Povo, mas não permite que o Povo fale directamente e escolha por si próprio, que é para depois virem armados em «amantes-do-povo», a dizerem «O povo é anti-racista, como nós!!!».

Ou seja, és uma amostra dessa tropa súcia - e é por isso que acabas sempre massacrado neste e noutros blogues. Porque aqui mandamos-te às trombas aquilo que a tua elitezinha mete-nojo não quer que nós expressemos perante o povo.


"Óptimo! Não tens então que te queixar de nada
Pois não. Tu é que tens:)"

Bem, tecnicamente tu é que tens um blogue onde queixas-te diariamente

Não - tecnicamente, eu tenho um blogue onde exponho diariamente as minhas ideias, para desespero da merda como tu, que queria poder silenciar-me e que me impede de expor estas mesmas ideias em contexto político; e, também tecnicamente, és tu quem aqui vem para tentar deitar por terra as ideias que incomodam os teus donos. Como não consegues, tentas dar a volta às questões, desviar as atenções, tudo para esconder o teu desespero causado pela tua ausência total de ideias ou de respostas minimamente decentes.


e dos brasileiros que andam a vir cá a cuidar dos nossos velhos e ocupar as zonas desertas

Sim, ocupar zonas desertas que deveriam ser ocupadas por portugueses, porque a tua elite mete-nojo assim o quer.


E se tivesses vergonha na cara, até não mentias dizendo que não tens nada que te queixar

E tu, como não tens mesmo vergonha na cara, misturas as coisas, sempre na esperança de um dia provares que sou mentiroso. Evidentemente que protesto contra o que está mal; mas não me queixo por o Povo pensar assim ou assado, ao contrário de ti, que manténs o Povo silenciado no que respeita à escolha porque temes a real opinião popular - e depois, com um descaramento típico da merda que és, ainda bates no peito a dizer que tens orgulho do teu «produto».

3 de maio de 2006 às 11:28:00 WEST  
Anonymous CiscoKid said...

"Evidentemente que protesto contra o que está mal; mas não me queixo por o Povo pensar assim ou assado, ao contrário de ti, que manténs o Povo silenciado no que respeita à escolha porque temes a real opinião popular - e depois, com um descaramento típico da merda que és, ainda bates no peito a dizer que tens orgulho do teu «produto»."

Ah, então o povo português é o meu "produto". Portanto, acusas de não ser genuino. Que nacionalista de merda me saiste. Pois bem, vão continuar a ter um PNR - porque até os racistas precisam de um partido - e vamos continuar a ouvir o que vocês dizem palavra por palavra. Se disserem uma mentira, e insultarem a êtnia, religião ou orientação sexual de qualquer individuo do nosso País, vão apanha-las. Sei que não sabes bem o significado da declaração dos direitos humanos, mas antes de tudo é necessário garantir o respeito de cada indivíduo o respeito, e não ser demonizado por ter nascido de uma forma ou outra.

]:->

3 de maio de 2006 às 12:57:00 WEST  
Blogger Caturo said...

Ah, então o povo português é o meu "produto"

Querias tu que fosse... mas não é. O teu produto é o estado de coisas em que o Povo não pode falar, por ser amordaçado, ameaçado ou pura e simplesmente silenciado a respeito de certo tema. Isso sim, é o teu produto.


Que nacionalista de merda

Bem querias apanhar-me em contradição, mas só revelas a mediocridade da tua capacidade de interpretação (na melhor das hipóteses, porque na pior, és imbecilmente desonesto).

Outra coisa: mete nos cornos que tu não dás lições de Nacionalismo a ninguém.


Pois bem, vão continuar a ter um PNR - porque até os racistas precisam de um partido

Pois, mas os anti-racistas cobardes e mete-nojo impedem que os racistas tenham um partido. Por isso é que o PNR não pode sequer falar em raças sem ter a merda da vossa laia agarrada à perna a exigir ilegalização dos «nazioracistas», porque pura e simplesmente não admitem que o Povo possa ouvir uma mensagem oposta à vossa.

A vossa rasquice cobarde e revoltantemente totalitária chega a isso. É isso que vos faz merecedores de serem deitados abaixo e eventualmente abatidos por um golpe de Estado.


e vamos continuar a ouvir o que vocês dizem palavra por palavra.

Isso mesmo - talvez aprendam alguma coisa.:)


Se disserem uma mentira,

Como não nos apontaram mentira alguma, deduz-se que, até agora, acham que tudo o que o PNR disse é verdade. Bom princípio.:)


Sei que não sabes bem o significado da declaração dos direitos humanos,

Uma coisa como tu, além de não dar lições de Nacionalismo, também não dá lições de direitos humanos, era o que faltava. Alguém que nega ao Povo o direito de viver na sua terra sem ter de aceitar gentes alienígenas, jamais terá qualquer legitimidade para falar em direitos de qualquer espécie. Essa atitude seria em si uma obscenidade e um ultraje que só agravaria a vossa pena caso estivessem a ser julgados em tribunal revolucionário.

4 de maio de 2006 às 13:19:00 WEST  

Enviar um comentário

<< Home