quarta-feira, junho 24, 2009

JOVEM MULHER ATINGIDA A TIRO POR CRIMINOSOS QUE FALAVAM CRIOULO

Notícia aqui trazida pelo camarada Phoenix Lusitanus, pela qual lhe agradeço e que mostra bem como está a ficar este país graças à imigração em massa e à política oficial multicultural e multirracial:

A condutora buzinou assustada mal viu dois encapuzados aproximarem-se do seu carro para o roubarem, quando ia meter combustível em Palhais, na Charneca da Caparica, Almada, e foi logo atingida na cabeça por um tiro de caçadeira. Não morreu porque os chumbos lhe acertaram de raspão – mas, ferida, foi depois sequestrada no seu carro e passou duas horas refém, na madrugada de ontem, para lhe roubarem o dinheiro do multibanco.
Aos 24 anos, ‘Ana’ começou a viver um verdadeiro pesadelo a partir da 01h30, junto às bombas da Galp de Palhais. A vítima, num Daewoo Matiz, parou por instantes o automóvel numa rua contígua à estação de serviço. E foi nessa altura que os dois homens, caras tapadas e com uma caçadeira, aproveitaram para atacar. Gritaram-lhe ameaças em crioulo – e, assustada, ‘Ana’ cometeu o erro de começar a buzinar, a pedir socorro.
Um dos assaltantes, que empunhava a caçadeira, levantou o cano da arma – e, de pronto, fez um disparo em direcção à cabeça da jovem condutora. Foi atingida de raspão, ficando ensaguentada, e os ladrões entraram de imediato no carro da vítima, obrigando-a a conduzir.
Foi forçada a percorrer praticamente toda a freguesia da Charneca da Caparica, de arma apontada, parando a viatura junto a diversas caixas multibanco. Os ladrões acabaram por só conseguir roubar 50 euros. Ferida na cabeça e aterrorizada, a jovem ‘Ana’ acabou por ser abandonada pelos dois assaltantes na Estrada Florestal da Costa de Caparica, junto à praia da Mata, pouco depois das 03h00.
Os dois assaltantes deixaram a vítima e a sua viatura junto a um restaurante, fugindo a pé. Em pânico, ‘Ana’ telefonou aos pais, que por sua vez alertaram a GNR da Costa de Caparica. A vítima acabou por ser assistida no Hospital Garcia de Orta, em Almada, e a investigação está entregue à PJ de Setúbal, que, entre outras diligências, procura vestígios biológicos dos assaltantes no carro de ‘Ana’.

ASSISTIDA POR PSICÓLOGOS DOS BOMBEIROS
Foram os pais da jovem de 24 anos quem chamou a GNR. Ferida, com sangue a jorrar da cabeça e abandonada num local escuro e deserto, a vítima implorou por auxílio. A primeira ajuda veio de uma patrulha da GNR da Costa de Caparica, que de imediato accionou meios dos bombeiros. Em face da gravidade da situação, o comando da Corporação dos Voluntários de Cacilhas decidiu enviar, em conjunto com os bombeiros, dois psicólogos que trabalham para a corporação.
"O corpo de bombeiros de Cacilhas é confrontado com várias situações em que as vítimas precisam de apoio psicológico de urgência e, por isso, conta com dois técnicos especializados", referiu fonte dos bombeiros. Com ferimentos na cabeça e em pânico, a mulher foi transportada ao Hospital Garcia de Orta, em Almada.

PATRULHAS DA GNR DÃO CAÇA AOS ASSALTANTES
Mal a GNR da Costa de Caparica tomou conta da ocorrência, todo o dispositivo territorial desta força de segurança, na Margem Sul do Tejo, foi informado da descrição dos assaltantes. Diversas patrulhas de postos nos concelhos de Almada, Seixal, Montijo, Barreiro e Setúbal receberam comunicações internas para se manterem atentas aos dois ladrões.
Nas imediações da praia da Mata, local onde a jovem foi encontrada abandonada, alguns militares chegaram mesmo a efectuar buscas apeadas, que não deram resultados. Os dois assaltantes são considerados perigosos e a investigação está com a Polícia Judiciária de Setúbal.

PORMENORES

BOMBAS SEM CÂMARAS
A estação de serviço da Galp, em Palhais, Charneca da Caparica, não dispõe de sistema de videovigilância. A PJ não pode recorrer a esse meio de prova, mas procura impressões digitais ou outros vestígios dos assaltantes no carro da vítima.

MORADORES OUVEM GNR
O CM falou com vários moradores da rua onde ocorreu o sequestro da jovem de 24 anos. Ninguém viu o crime. No entanto, várias testemunhas asseguraram ter ouvido o barulho dos vários carros-patrulha da GNR.

52 Comments:

Anonymous Tyr said...

enfim, pretogal no seu melhor...

24 de junho de 2009 às 15:36:00 WEST  
Anonymous Tyr said...

aposto que essa "Ana" é mais uma imigracionista e que, mesmo depois dessa, mesmo depois de ser alvejada na cabeça, vai continuar a defender imigrantes, continuar a ser contra o "racismo", etc, porque essa gente é mesmo assim, não aprende nunca e não tem remédio possivel.

24 de junho de 2009 às 15:37:00 WEST  
Anonymous Anónimo said...

--
aposto que essa "Ana" é mais uma imigracionista e que, mesmo depois dessa, mesmo depois de ser alvejada na cabeça, vai continuar a defender imigrantes, continuar a ser contra o "racismo", etc, porque essa gente é mesmo assim, não aprende nunca e não tem remédio possivel.
--

Tens razão, não seria incomum. Mas é precis ver que mesmo que não fosse já várias vezes vi os jornalistas acabarem com a entrevista quando os entrevistados começam a falar "demais"...

24 de junho de 2009 às 16:04:00 WEST  
Anonymous Phoenix Lusitanus said...

"(...) mesmo depois de ser alvejada na cabeça, vai continuar a defender imigrantes, continuar a ser contra o "racismo"

Na volta está neste mesmo momento a racionalizar o sucedido, naquele estilo condescendente a que as extrema-esquerda nos habituou: "coitadinhos, são desfavorecidos, têm necessidade de roubar".

Ou como dizia aquela tipa do POUS no debate da RTP para as europeias: "é a miséria!"

...enfim, para o invasor só há desculpas, para o indígena a culpa vem logo à nascença.

"(...)mesmo que não fosse já várias vezes vi os jornalistas acabarem com a entrevista quando os entrevistados começam a falar "demais"...

Aliás, o(a) jornalista que redigiu este artigo já foi longe demais ao referir que os atacantes falavam crioulo. Estou convencido que alguém lhe vai dar um bela reprimenda!

24 de junho de 2009 às 16:08:00 WEST  
Anonymous Anónimo said...

http://www.youtube.com/watch?v=ykAVuSMA8j4

Um vìdeo dedicado ao Marcos.
Um abraço aí para terras de Veracruz.

24 de junho de 2009 às 16:17:00 WEST  
Anonymous Anónimo said...

para o brasucagay esta malta é lixo sub-humano.que borrego.

24 de junho de 2009 às 16:34:00 WEST  
Blogger Caturo said...

«é precis ver que mesmo que não fosse já várias vezes vi os jornalistas acabarem com a entrevista quando os entrevistados começam a falar "demais"...»

Podem não acreditar, eu próprio duvidei por momentos que tivesse assistido a uma cena dessas, mas aqui há uns anos vi e ouvi, num programa da TVI, uma entrevista a um grupo de «jovens» afro, programa esse que contava com chamadas telefónicas em directo - e quando uma mãe telefonou a dizer qualquer coisa como «eu gostava de perguntar a estes meninos que estão com cara tão sorridente porque é que o meu filho vem todos os dias para casa sem as coisas depois de ter sido roubado e agredido por negros» e... a pouco e pouco... a voz da senhora foi baixando... e o programa foi para intervalo SEM que a apresentadora, Júlia Pinheiro, dissesse fosse o que fosse. Parecia uma falha técnica. Passado um bocado, o programa recomeçou, sem qualquer referência ao sucedido, NADA. Nem um pedido de desculpas à telespectadora cuja voz fora cortada, NADA.

Eu se visse isto num filme sobre uma conspiração mundial qualquer, era capaz de comentar «bah, vê-se mesmo que é filme», qual era a televisão que fazia uma destas na vida real». Parece inacreditável, é de mais, é nojo de mais, é a vontade explícita de não deixar o Povo tomar consciência do que se está a passar até ser tarde de mais para impedir a total africanização do país.

24 de junho de 2009 às 16:35:00 WEST  
Anonymous Anónimo said...

SÒ falta a senhora vir desculpabilizar estes criminosos.

24 de junho de 2009 às 16:37:00 WEST  
Anonymous Anónimo said...

A única coisa que nos poderá salvar é uma crise profunda e longa!

24 de junho de 2009 às 16:40:00 WEST  
Anonymous Anónimo said...

logo tiro na cabeça para a matar

esta gente esta-se a cagar pos brancos, querem é que eles morram todos
os negros sao muito mais racistas mas os ideais da nossa sociedade é que os negros nao sao racistas, so os brancos.


enfim, eu espero que essa gaja que foi atingida seja mais uma dessas bloquistas, defensoras dos imigrantes e ai teve bem o que merecia.
e se é dessas pessoas, mesmo depois desta aventura que so escapou por muita sorte, ira continuar a defender mais imigraçao e a ser "anti-racista"

24 de junho de 2009 às 16:42:00 WEST  
Anonymous Anónimo said...

nem com crises profundas e longas o povo anestesiado vai la


olha frança teve uma crise profunda e longa, os motins de paris que se estenderam a toda a frança, belgica e alemanha, durou varias noites e pouco depois foram eleiçoes e a FN ate baixou ou pouco subiu.
o povo esta anestesiado pelos media, nem com crises vao la porque os media desvalorizam o que acontece.
se fosse um branco a dar uma estalada a um preto é que era muito grave.

24 de junho de 2009 às 16:44:00 WEST  
Anonymous Phoenix Lusitanus said...

"Parece inacreditável, é de mais, é nojo de mais, é a vontade explícita de não deixar o Povo tomar consciência do que se está a passar até ser tarde de mais para impedir a total africanização do país."

O problema é que já não parece assim tão inacreditável. A lavagem cerebral tem essencialmente duas formas: (1) a censura, acerca da qual o exemplo da TVI dado pelo Caturo é paradigmático e (2) a promoção da multirracilidade, mediante a qual se procura passar a mensagem que é desejável fomentar as relações inter-raciais.

Por exemplo, há dois ou três anos atrás, desfolhei uma revista (acho que era a Afro) que falava do casamento entre a Heidi Klum e o Seal, e concluía: "os casamentos inter-raciais dão certo". E incentivava os africanos a procurar relações com portuguesas brancas, argumentando que numa sociedade miscigenada nunca haveria lugar a confrontos e (pasme-se!) injustiças sociais.

Tenho "amigas" que me dizem sistematicamente coisas do género "os pretos são mais potentes, melhores na cama e mas carinhosos. Os brancos são é uns frustrados porque não estão à altura".

Eu pergunto-lhes logo "e tu como é que sabes? já namoraste com um preto?"

Ao que elas respondem, atrapalhadas "não, mas sabes como são as mulheres, contam tudo umas às outras". Claro que dá logo para perceber que não é nada isso, mas sim a doutrinação sistemática do sistema. “Uma mentira repetida muitas vezes torna-se verdade”. É um princípio básico das lavagens cerebrais.

Ou seja, por um lado não se pode saber nada acerca dos crimes dos “jovens”, mas por outro lado é obrigatório dizer tudo e mais alguma coisa acerca das maravilhas das relações inter-raciais.

24 de junho de 2009 às 16:56:00 WEST  
Blogger Caturo said...

«E incentivava os africanos a procurar relações com portuguesas brancas, argumentando que numa sociedade miscigenada nunca haveria lugar a confrontos e (pasme-se!) injustiças sociais.»

E é verdade.

Por isso é que o Brasil é um paraíso sem conflitos sociais nem criminalidade... :)

24 de junho de 2009 às 17:13:00 WEST  
Anonymous Anónimo said...

"Por isso é que o Brasil é um paraíso sem conflitos sociais nem criminalidade... :)"

e o mesmo nos USA, principalmente nas areas mais multiraciais, como aquele quadro das cidades por raças e criminalidade mostrava.

mas eles so focam o que lhes interessa.

é como essa dos casamentos interraciais dao certos.
um da certo e dizem logo que os outros dao todos certos e sao melhores k os casamentos de branco com branco.
nem interessa que 80% dos casamentos interraciais falhem, que em grande parte deles o negro mate a mulher branca e cometa crimes barbaros.
so focam o que lhes interessa.
propaganda como esta nunca houve.

24 de junho de 2009 às 18:39:00 WEST  
Anonymous Anónimo said...

Que dizer é um verdadeiro nojo, e ou o povo português e os restantes povos europeus acordam de vez ou a futuro será negro e lá terá que haver de novo uma RECONQUISTA.

Na grande área metropolitana de Lisboa é o que se sabe os primatas estão em todo o lado, sempre prontos a fazer merda, assaltos, arrastões, simples discussões acabam em merda com os invasores, até quando é que os nacionalistas vão continuar a ser perseguidos por defenderem a sua nação?

O pior é que está-se a espallhar, áreas 100% brancas á 1 decada atrás estão a ser invadidas também.

ex: Évora, Guarda, Braga outrora 100% brancas hoje em dia já começa a haver merda com invasores...

24 de junho de 2009 às 19:28:00 WEST  
Anonymous Phoenix Lusitanus said...

"(...)Évora, Guarda, Braga outrora 100% brancas hoje em dia já começa a haver merda com invasores..."

Mesmo em áreas do interior de onde os indígenas têm emigrado (Trás-Os-Montes, Beira Alta, Alentenjo, etc.) os efeitos começam a ver-se.

O fenómeno é particularmente dramático nessas regiões porque os nativos saem e os alienígenas entram. Quem não se lembra daquele episódio em em S. João da Pesqueira onde quatro negros Cabo-verdianos agrediram os locais várias vezes, até que a população se juntou toda e os tentou linchar?

GNR evita linchamento de quatro estudantes africanos (2008)


O problema é que mesmo quando os nativos se juntam para correr com os invasores abusadores, a justiça e os mérdia estão sempre do lado dos agressores.

24 de junho de 2009 às 19:52:00 WEST  
Anonymous Anónimo said...

"os casamentos inter-raciais dão certo".

lolololololol

24 de junho de 2009 às 22:02:00 WEST  
Anonymous Anónimo said...

"os pretos são mais potentes, melhores na cama e mas carinhosos. Os brancos são é uns frustrados porque não estão à altura"


isso já não é racismo?

24 de junho de 2009 às 22:10:00 WEST  
Anonymous Anónimo said...

se dizem que os africanos têm pilas maiores então as europeias têm vulvas menores... não deve dar muito jeito.

24 de junho de 2009 às 22:12:00 WEST  
Anonymous Anónimo said...

deportação

24 de junho de 2009 às 22:18:00 WEST  
Blogger MARCOS SZYMANSKI BAUMANN said...

É fato que todo lugar do mundo onde tem muito negro junto só pode dar merda.É um negócio de genes e sistema endócrino-neurológico que se vai multiplicando demograficamente:o negro é por natureza impulsivo e denota constituição muito "sui generis",como escreveu um antropólogo brasileiro,Djacir Menezes.A própria seleção natural se exerce na África sobretudo pelo uso intensivo da força e ferocidade.

24 de junho de 2009 às 23:38:00 WEST  
Anonymous Anónimo said...

"se dizem que os africanos têm pilas maiores então as europeias têm vulvas menores... não deve dar muito jeito."


ja ouvi dizer que o tamanho racial das pilas e vulvas é proporcional
isto é, o negro tem pila grande e a negra tem vulva grande
os europeus tem pilas medias e as europeias tem vulvas medias
os mongois tem pilas menores e as vulvas tambem sao menores.

alias ja todos ouviram que as asiaticas tem a "cona" mais apertadinha.

25 de junho de 2009 às 03:40:00 WEST  
Blogger Rio sur Seine said...

Eu vivo com pretos desde hà mais de 30 anos, em proporções que mesmo em Portugal ainda não hà.

Posso confirmar que muitos indevidos sofrem de mithomania, uns mais outros menos.

Confrontando-se com brancos isso transforma-se em paranoia.

25 de junho de 2009 às 12:46:00 WEST  
Blogger Caturo said...

«GNR evita linchamento de quatro estudantes africanos (2008)

O problema é que mesmo quando os nativos se juntam para correr com os invasores abusadores, a justiça e os mérdia estão sempre do lado dos agressores.»

E isso é enquanto há brancos capazes de se unir e resistir... e quando já nem isso se verifica?

Ficam os brancos dependentes de haver ou não policiamento forte nas ruas... como já acontece em Lisboa...

25 de junho de 2009 às 12:56:00 WEST  
Anonymous Anónimo said...

Tyr disse...
enfim, pretogal no seu melhor...

LOL - E ISSO POR QUE VC´S AINDA NEM VIRAM NADA; ESPEREM ESTA MINORIA CHEGAR A PORCENTAGEM DO BRASIL E AI SIM VERÃO O QUE É CRIMINALIDADE, OU MELHOR, NÃO ESPEREM..!!

25 de junho de 2009 às 14:05:00 WEST  
Anonymous Anónimo said...

aposto que essa "Ana" é mais uma imigracionista e que, mesmo depois dessa, mesmo depois de ser alvejada na cabeça, vai continuar a defender imigrantes, continuar a ser contra o "racismo", etc, porque essa gente é mesmo assim, não aprende nunca e não tem remédio possivel.

POIS É, POR ISSO QUE NEM TENHO PENA DOS QUE MORRERAM NO WTC; DEVIAM SER OS TIPICOS NOVA-IORQUINOS ORGULHOSOS DO SEU "MULTICULTURALISMO"..(LOL)!!

E TIVERAM UMA MORTE BEM MULTI-CULTURAL MESMO, VIDE QUE OS SEUS ASSASINOS ERAM DE VÁRIOS PAÍSES DIFERENTES..!!

25 de junho de 2009 às 14:06:00 WEST  
Anonymous Anónimo said...

É "CHIQUE" TER UMA MORTE "MULTICULTURAL" AGORA..(LOL)!!

25 de junho de 2009 às 14:07:00 WEST  
Anonymous Anónimo said...

O SISTEMA TE DA TAIS OPÇÕES PARA SERES MORTO:

A)POR UM AFRICANO

B)POR UM CIGANO

C)POR UM ISLAMICO

D)POR UM PAKI

E)ESCOLHA OUTRA ALTERNATIVA..!!(VALE BRASILEIRO TAMBEM - LOL)!!

25 de junho de 2009 às 14:09:00 WEST  
Anonymous Anónimo said...

para o brasuca esta malta é lixo sub-humano.que borrego.

EU JAMAIS FALEI QUE ESLAVOS E POLACOS ERAM LIXOS SUB-HUMANOS; VIDE OS RUSSOS QUE NEM PARECEM ESLAVOS DE TÃO FABULOSOS(BASTA COMPARAR OS RUSSOS COM OS DEMAIS POVOS ESLAVOS INFERIORES QUE DÃO O CU AO OESTE FEITO PUTINHAS..)!!

SEJAM POLACUS, SEJAM CROATAS..!!

OS ÚNICOS BALCANICOS DECENTES SÃO MESMO OS SÉRVIOS..!!

E FORA SÉRVIOS E RUSSOS NÃO VEJO NENHUM OUTRO POVO ESLAVO DIGNO..!!

OS POLONESES NA IDADE MEDIA ERAM UMA POTENCIA, MAS DEIXARAM ENTRAR MUITO LIXO JUDEU PARASITICO LA E ACABARAM DECAINDO..!!

ALIÁS A EUROPA DO LESTE CAIU NA MIZERIA POR QUE TINHA MUITO JUDEU PRA POUCA GENTE; E PARASITA NÃO VIVE DE PARASITA TAL COMO VAMPIRO NÃO VIVE DE VAMPIRO..!!

25 de junho de 2009 às 14:15:00 WEST  
Anonymous Anónimo said...

E OS ESLAVOS FORAM TROUXAS POR QUE DEIXARAM OS JUDEUS SE INFILTRAREM; ALIÁS É POR ISSO MESMO QUE ESTES PAÍSES CONCENTRAVAM AS PIORES SUB-RAÇAS DA EUROPA; ATÉ CIGANOS ELES ACEITAVAM..!!

25 de junho de 2009 às 14:16:00 WEST  
Anonymous Anónimo said...

ACHO QUE SE NÃO FOSSE O SANGUE NORTE-AMARELO E CITA/ALANO/SÁRMATA/CIA JA TERIAM IDO PELO RALO..!!

25 de junho de 2009 às 14:17:00 WEST  
Anonymous Anónimo said...

Podem não acreditar, eu próprio duvidei por momentos que tivesse assistido a uma cena dessas, mas aqui há uns anos vi e ouvi, num programa da TVI, uma entrevista a um grupo de «jovens» afro, programa esse que contava com chamadas telefónicas em directo - e quando uma mãe telefonou a dizer qualquer coisa como «eu gostava de perguntar a estes meninos que estão com cara tão sorridente porque é que o meu filho vem todos os dias para casa sem as coisas depois de ter sido roubado e agredido por negros» e... a pouco e pouco... a voz da senhora foi baixando... e o programa foi para intervalo SEM que a apresentadora, Júlia Pinheiro, dissesse fosse o que fosse. Parecia uma falha técnica. Passado um bocado, o programa recomeçou, sem qualquer referência ao sucedido, NADA. Nem um pedido de desculpas à telespectadora cuja voz fora cortada, NADA.

Eu se visse isto num filme sobre uma conspiração mundial qualquer, era capaz de comentar «bah, vê-se mesmo que é filme», qual era a televisão que fazia uma destas na vida real». Parece inacreditável, é de mais, é nojo de mais, é a vontade explícita de não deixar o Povo tomar consciência do que se está a passar até ser tarde de mais para impedir a total africanização do país.

SE VC NÃO TIVESSE DITO EU NEM TERIA ACREDITADO..!!

25 de junho de 2009 às 14:19:00 WEST  
Anonymous Anónimo said...

os negros sao muito mais racistas mas os ideais da nossa sociedade é que os negros nao sao racistas, so os brancos.

DE FACTO, OS NEGROS SÃO MAIS RACISTAS POR QUE ODEIAM A TODOS, INCLUINDO A SI PROPRIOS(ODEIAM BRANCOS, AMARELOS, PRETOS E CIA..)!!JÁ OS BRANCOS SE AMAM(NEM TODOS, INFELIZMENTE..)!!

MAS MESMO ESTES BRANCOS QUE SE ODEIAM AMAM OUTRAS RAÇAS E PORTANTO NÃO ODEIA A TUDO E A TODOS TAL COMO O PRETALHAME!!

25 de junho de 2009 às 14:22:00 WEST  
Anonymous Anónimo said...

Tenho "amigas" que me dizem sistematicamente coisas do género "os pretos são mais potentes, melhores na cama e mas carinhosos. Os brancos são é uns frustrados porque não estão à altura".

É, MAS VAI SÓ VC DIZER QUE AS NEGRAS POSSUEM CORPOS MAIS FEMININOS DEVIDO A HORMONALIDADE MAIOR OU QUE AS BRANCAS "AZEDAS" PARECEM MAIS UMA TABUA RETA QUE NÃO TEM PEITO E NEM BUNDA QUE VC JA VAI SER CHAMADO DE MISÓGINO..!!

A DISPARIDADE ENTRE GENEROS TAMBEM É INTERESSANTE..!!

25 de junho de 2009 às 14:27:00 WEST  
Anonymous Anónimo said...

E JA ATACAM AS MULHERES MAIS POR QUE SABEM QUE ELAS SÃO MAIS FACEIS DE SEREM ALIENADAS, ENQUANTO O HOMEM É NATURALMENTE MAIS QUESTIONADOR..!!

25 de junho de 2009 às 14:28:00 WEST  
Anonymous Anónimo said...

E é verdade.

Por isso é que o Brasil é um paraíso sem conflitos sociais nem criminalidade...(LOL)!!

POIS É..!!

VENHAM PRO INFERNO VC´S TAMBEM..(LOL)!!

25 de junho de 2009 às 14:29:00 WEST  
Anonymous Anónimo said...

e o mesmo nos USA, principalmente nas areas mais multiraciais, como aquele quadro das cidades por raças e criminalidade mostrava.

mas eles so focam o que lhes interessa.

é como essa dos casamentos interraciais dao certos.
um da certo e dizem logo que os outros dao todos certos e sao melhores k os casamentos de branco com branco.
nem interessa que 80% dos casamentos interraciais falhem, que em grande parte deles o negro mate a mulher branca e cometa crimes barbaros.
so focam o que lhes interessa.
propaganda como esta nunca houve.

DE FACTO, ELES SÃO BEM MAIS PROPENSOS A BATEREM E MATAREM AS PARCEIRAS E NINGUEM FALA QUE A RELAÇÃO INTRA-RACIAL É BEM MAIS IGUALITARIA QUE A INTER-RACIAL, AONDE GERALMENTE UM SE SENTE MAIS INFERIOR NA RELAÇÃO(É COMO O FEIO QUE SE CASA COM O BELO), PORÉM NESTE CASO JÁ VI CASOS DE MULHERES GORDAS CAINDO AOS PEDAÇOS QUE FAZIAM TUDO COM OS MARIDOS E ELES NÃO LARGAVAM ELAS POR QUE ELAS ERAM SOCIALMENTE "BRANCAS"(NOTAR QUE SOCIALMENTE NÃO É O MESMO QUE GENETICAMENTE, JA QUE MUITAS SÃO MERAS MESTIÇAS DE PELE CLARA E AFINS..)!!

25 de junho de 2009 às 14:33:00 WEST  
Anonymous Anónimo said...

Que dizer é um verdadeiro nojo, e ou o povo português e os restantes povos europeus acordam de vez ou a futuro será negro e lá terá que haver de novo uma RECONQUISTA.

Na grande área metropolitana de Lisboa é o que se sabe os primatas estão em todo o lado, sempre prontos a fazer merda, assaltos, arrastões, simples discussões acabam em merda com os invasores, até quando é que os nacionalistas vão continuar a ser perseguidos por defenderem a sua nação?

O pior é que está-se a espallhar, áreas 100% brancas á 1 decada atrás estão a ser invadidas também.

ex: Évora, Guarda, Braga outrora 100% brancas hoje em dia já começa a haver merda com invasores...

NEGRO EU NÃO SEI, MAS DRAVIDICOIDE/AFRO-VIRA-LATA COM TODA A CERTEZA..!!

25 de junho de 2009 às 14:37:00 WEST  
Anonymous Anónimo said...

Que dizer é um verdadeiro nojo, e ou o povo português e os restantes povos europeus acordam de vez ou a futuro será negro e lá terá que haver de novo uma RECONQUISTA.

Na grande área metropolitana de Lisboa é o que se sabe os primatas estão em todo o lado, sempre prontos a fazer merda, assaltos, arrastões, simples discussões acabam em merda com os invasores, até quando é que os nacionalistas vão continuar a ser perseguidos por defenderem a sua nação?

O pior é que está-se a espallhar, áreas 100% brancas á 1 decada atrás estão a ser invadidas também.

ex: Évora, Guarda, Braga outrora 100% brancas hoje em dia já começa a haver merda com invasores...

NEGRO EU NÃO SEI, MAS DRAVIDICOIDE/AFRO-VIRA-LATA COM TODA A CERTEZA..!!

25 de junho de 2009 às 14:37:00 WEST  
Anonymous Anónimo said...

O problema é que mesmo quando os nativos se juntam para correr com os invasores abusadores, a justiça e os mérdia estão sempre do lado dos agressores.

SE TIVESSEM USADO A BALA TERIA SIDO BEM MAIS RAPIDO..!!

25 de junho de 2009 às 14:42:00 WEST  
Anonymous Anónimo said...

isso já não é racismo?

CLARO QUE NÃO, NÃO É RACISMO CONTRA BRANCOS E NEM CONTRA AMARELOS POR QUE SÓ EXISTE RACISMO QUANDO É CONTRA NEGROIDES..!!

25 de junho de 2009 às 14:42:00 WEST  
Anonymous Anónimo said...

se dizem que os africanos têm pilas maiores então as europeias têm vulvas menores... não deve dar muito jeito.

NA VERDADE AS MENORES VULVAS SÃO DAS ASIATICAS; ELAS SÃO MUITO APERTADINHAS..!!

SERÁ QUE AS NEGRAS TEM VAGINA MAIOR??

NUNCA COMI UMA PRETA..!!

25 de junho de 2009 às 14:44:00 WEST  
Anonymous Vera said...

"apresentadora, Júlia Pinheiro, dissesse fosse o que fosse. Parecia uma falha técnica. Passado um bocado, o programa recomeçou, sem qualquer referência ao sucedido, NADA. Nem um pedido de desculpas à telespectadora cuja voz fora cortada, NADA."

Tou a ver que a Júlia Pinheiro tem queda para o "alternativo".
Costumo ir a um sítio onde a sala de espera está sempre na Tvi (ou seja, quando não apanho com a Júlia Pinheiro levo com a Cristina Ferreira, que sempre é melhor).
Aquele programa da tarde é pretos, é o "yoga do riso", é gays de 15 anos que vão para lá contar as suas aventuras... quanto mais repulsivo, mais ela gosta de apresentar! Parece programa de atrasados mentais... e é aquilo o entretenimento dos portugueses! Santa paciência... não admira que esteja tudo a dizer "amen" aos crioulos, são todos muito "exóticos" e tal. É fashion!

25 de junho de 2009 às 14:50:00 WEST  
Anonymous Vera said...

"EU JAMAIS FALEI QUE ESLAVOS E POLACOS ERAM LIXOS SUB-HUMANOS; VIDE OS RUSSOS QUE NEM PARECEM ESLAVOS DE TÃO FABULOSOS(BASTA COMPARAR OS RUSSOS COM OS DEMAIS POVOS ESLAVOS INFERIORES QUE DÃO O CU AO OESTE FEITO PUTINHAS..)!!"

E o que dizes dos ucranianos?

25 de junho de 2009 às 14:52:00 WEST  
Anonymous Vera said...

"DE FACTO, OS NEGROS SÃO MAIS RACISTAS POR QUE ODEIAM A TODOS, INCLUINDO A SI PROPRIOS(ODEIAM BRANCOS, AMARELOS, PRETOS E CIA..)!!JÁ OS BRANCOS SE AMAM(NEM TODOS, INFELIZMENTE..)!!"

LOL isso faz-me lembrar quando, em África, chamas negro a um mulato...eles ficam logo lixados a dizer que não são "pretos", são mulatos (que para eles é muito diferente). Porque será...

25 de junho de 2009 às 14:54:00 WEST  
Anonymous Anónimo said...

"NUNCA COMI UMA PRETA..!!"

E asiáticas já?

25 de junho de 2009 às 15:46:00 WEST  
Anonymous Phoenix Lusitanus said...

"A DISPARIDADE ENTRE GENEROS TAMBEM É INTERESSANTE..!!"

Ui, falar desse assunto é arriscar-se a abrir a caixa de Pandora.

Eu sou da opinião de que o feminismo radical tem tido grande culpa na implementação do multirracialismo, graças ao seu discurso abusivo de culpabilização da "patriarquia branca ocidental", "opressão histórica das mulheres", "os homens são todos potenciais violadores", etc.

Actualmente, a mulher independente (eufemismo esquerdista para sanguessuga emocional inconsequente) tem que dar valor a si própria e à sua carreira profissional acima de tudo, sendo a família e os filhos relegados para segundo plano. Por outro lado os homens são constantemente diabolizados, caricaturados como incompetentes, boçais e superficiais, quando não bêbados e delinquentes.

O resultado é que os rapazes educados nesta geração tendem a encarar a masculinidade como um defeito, como algo de indesejável e até criminoso, com graves consequências não apenas para eles e para as suas vidas pessoais, mas também para a sua nação: rapazes efeminados geralmente transformam-se em homens fracos, como aquele pai do post "VIOLADOR DE MENORES ANDA À SOLTA EM LISBOA".

Não me interpretem mal, eu sou inteiramente a favor da igualdade entre géneros: iguais oportunidades, iguais salários, iguais direitos e deveres cívicos. Mas há diferenças muito significativas entre homens e mulheres e parece-me contra-producente e até perverso negá-las.

As mulheres são de facto preciosas: sem mulheres não haveria a maternidade, a família e os filhos, cada vez mais são necessários no contexto da luta nacionalista. Mas estou convencido que o feminismo radical está a contribuir para a destruição da família, um dos elementos essenciais dos valores nacionalistas.

Por outro lado, os rapazes não podem ser educados da mesma forma que as raparigas, sobretudo durante os anos da adolescência, que são decisivos para a formação do carácter, da combatividade, da capacidade de iniciativa. Estou cansado de ver os homens ocidentais à deriva pelas suas vidas, vazios de força interior e sem planos para o futuro, num estado constante de apatia e conformismo, inócuos nas suas intenções e descrentes das suas convicções.

.......Enfim, está discussão daria muito pano para mangas.

25 de junho de 2009 às 16:06:00 WEST  
Anonymous Vera said...

"Eu sou da opinião de que o feminismo radical tem tido grande culpa na implementação do multirracialismo, graças ao seu discurso abusivo de culpabilização da "patriarquia branca ocidental", "opressão histórica das mulheres", "os homens são todos potenciais violadores", etc."

Uma vez vi uma reportagem de feministas espanholas. Aquilo era uma vergonha!
Diziam que quando perguntavam às mulheres o que as tinha feito mais felizes na vida e elas respondiam que era o nascimento de um filho, em vez de dizer que era o facto de trabalharem, estavam a insultar todas as mulheres que lutaram pelos direitos femininos... Simplesmente ridículo!!! Qualquer pessoa normal gosta mais dos filhos do que qualquer outra coisa e isso não quer dizer que não dê valor à qualidade de vida.
Aquela gente tem sérios problemas psicológicos, não só porque não sabe o valor de ter um filho como tem necessidade de recorrer algo chocante e anti-natura para afirmar a própria personalidade...
O feminismo está ao mesmo nível do machismo...ambos devem ser desprezados!

25 de junho de 2009 às 17:14:00 WEST  
Anonymous Anónimo said...

Eu sou da opinião de que o feminismo radical tem tido grande culpa na implementação do multirracialismo, graças ao seu discurso abusivo de culpabilização da "patriarquia branca ocidental", "opressão histórica das mulheres", "os homens são todos potenciais violadores", etc.

Bem observado

25 de junho de 2009 às 18:33:00 WEST  
Anonymous Phoenix Lusitanus said...

"Diziam que quando perguntavam às mulheres o que as tinha feito mais felizes na vida e elas respondiam que era o nascimento de um filho, em vez de dizer que era o facto de trabalharem, estavam a insultar todas as mulheres que lutaram pelos direitos femininos..."

E o mais grave de tudo é que muitas mulheres vão nesta cantigae adoptam este discurso, mesmo quando não concordam.

Uma mulher tem todo o direito a escolher abdicar de uma família para seguir uma carreira profissional.

Mas também todo o direito de abdicar de uma carreira profissional para se dedicar à sua família.

No meio termo é que está a virtude, como diz o povo.

25 de junho de 2009 às 18:46:00 WEST  
Anonymous Vera said...

"E o mais grave de tudo é que muitas mulheres vão nesta cantigae adoptam este discurso, mesmo quando não concordam.

Uma mulher tem todo o direito a escolher abdicar de uma família para seguir uma carreira profissional.

Mas também todo o direito de abdicar de uma carreira profissional para se dedicar à sua família.

No meio termo é que está a virtude, como diz o povo."

Pois. Tal como pôr um filho acima de tudo não menospreza qualquer avanço social na igualdade de géneros, tecnológico, seja o que for. São coisas diferentes.
Filho é filho, até quem ainda não os tem percebe isso. Trata-se, no mínimo, de problemas afectivos dessas mulheres, que depositam a sua frustração nos outros.

Uma vez a estilista Fátima Lopes também pregou uma parecida, ao dizer que só as mulheres incompletas é que sentiam necessidade de ter filhos! Passaram isso no jornal da tarde, no da noite já cortaram, tal era a estupidez da mulher.

25 de junho de 2009 às 20:02:00 WEST  
Anonymous Phoenix Lusitanus said...

"Uma vez a estilista Fátima Lopes também pregou uma parecida, ao dizer que só as mulheres incompletas é que sentiam necessidade de ter filhos! Passaram isso no jornal da tarde, no da noite já cortaram, tal era a estupidez da mulher."

Acho que essa tipa chegou a divorciar-se de um fulano porque ele queria ter filhos e ela não. Enfim, se ela não queria ter filhos para que é que se casou!...

26 de junho de 2009 às 15:56:00 WEST  

Enviar um comentário

<< Home