segunda-feira, maio 20, 2019

MARINE LE PEN APELA A UMA REVOLUÇÃO PACÍFICA EUROPEIA A BEM DO SENSO COMUM

A líder da Direita conservadora de França, Marine Le Pen, pediu neste sábado uma "revolução pacífica" para trazer o poder de volta à Europa e aos Estados soberanos nas próximas eleições para o Parlamento Europeu.
"Queremos viver nos nossos países como somos. Em França como franceses, em Itália como italianos […] Hoje estamos a assinar o acto fundador da revolução pacífica europeia […] A 26 de Maio, vamos devolver o poder ao povo", declarou Le Pen durante uma manifestação organizada em Milão por Matteo Salvini, vice-primeiro-ministro da Itália e chefe do partido político de Direita Liga.
Le Pen enfatizou que o principal objectivo dos manifestantes era viver na Europa, respeitando os interesses de cada Estado.
"O nosso projecto é a cooperação na Europa entre nações soberanas livres, na Europa que respeita os Estados […] A nossa tarefa agora é escrever juntos o futuro da Europa. Será a revolução do senso comum na Europa", prosseguiu a líder francesa.
Além disso, Le Pen salientou mais uma vez que o presidente francês Emmanuel Macron teria de deixar o cargo, caso o seu partido não vença as eleições para o Parlamento Europeu. A 11 de Maio, também pediu ao líder francês que se demitisse caso o seu partido perdesse.
Neste sábado, Milão sediou um grande comício sob o slogan "Itália primeiro em direcção a um senso comum europeu", pois Salvini construiu um bloco pan-europeu de partidos de Direita antes das eleições para o Parlamento Europeu, em que seu partido é projectado para fazer alguns dos ganhos mais marcantes.
A demonstração em curso é acompanhada por 11 representantes dos partidos europeus de Direita, incluindo Le Pen, o co-líder da Alternativa para a Alemanha (AfD), Jorg Meuthen, e o líder do Partido Holandês pela Liberdade (PVV), Geert Wilders.
O partido de Le Pen também pode alcançar o sucesso na próxima votação. De acordo com a recente pesquisa da Ipsos / Sopra-Steria, o Rally Nacional pode contar com 22% dos votos, enquanto o La Republique En Marche!, de Macron, foi apoiado por 21,5% dos entrevistados.
De 23 a 26 de Maio, a União Europeia realizará eleições para o seu principal órgão legislativo. A nova composição da Comissão Europeia e o seu chefe serão determinados com base nos resultados da votação.
*
Fonte: https://br.sputniknews.com/europa/2019051813908725-le-pen-revolucao-europa/

* * *

Um apelo verdadeiramente democrático e nacionalista - alteração pacífica do poder instituído em nome do senso comum, demonstrando que quem mais lidera o Nacionalismo político percebe com cada vez mais clareza que a perspectiva nacionalista é a tendência mais natural no seio do povo: é esse o significado profundo, o da pulsão vital popular, que manda dar prioridade à Estirpe, aquilo que se traduz aqui com a expressão «senso comum». 
O Nacionalismo amadurece e está pois melhor que nunca.

1 Comments:

Anonymous Anónimo said...

https://hypescience.com/esse-chiclete-de-10-mil-anos-ainda-contem-dna-humano/

20 de maio de 2019 às 23:17:00 WEST  

Publicar um comentário

<< Home