quarta-feira, março 01, 2017

MARINE LE PEN SOB INVESTIGAÇÃO POR TER EXIBIDO IMAGENS REAIS DO CALIFADO

Marine Le Pen está agora sob investigação, depois da votação dos eurodeputados, que consideram que a imunidade de eurodeputada deve ser levantada.
A líder da Frente Nacional publicou fotografias do ISIL no Twitter, em 2015. Le Pen partilhou três fotografias de decapitações feitas pelo auto-proclamado Estado islâmico, incluindo imagens da decapitação do jornalista norte-americano James Foley, como escreve a agência Reuters.
“Mostrar e falar sobre o horror do ISIL permite-nos lutar contra ele”, disse à Reuters Florian Philippot, vice-presidente do partido de Extrema-Direita da Frente Nacional.
A imunidade de Le Pen protege-a da acusação. Se a eurodeputada vir a sua imunidade ser retirada, a acção legal vai ser permitida. A acusação considerada é a de “publicação de imagens violentas”, que em determinadas circunstâncias pode levar uma pena de três anos de prisão e uma multa de 75 mil euros.
A decisão final tem de ser ainda ratificada pelo Parlamento em plenário, numa segunda votação, situação que deve acontecer durante esta semana.
A imunidade de Le Pen já foi levantada em 2013. Foi processada em 2015 com “incitamento à discriminação sobre as crenças religiosas das pessoas”, por ter comparado muçulmanos a rezar em público à ocupação nazi da França, durante a Segunda Guerra Mundial. Mas acusações foram retiradas.
E é caso para dizer “tal pai, tal filha”. O fundador do partido de extrema-direita francês, Jean-Marie Le Pen, teve a sua imunidade levantada, na sequência de um processo em que é acusado de em 2014 ter promovido o ódio racial num vídeo divulgado no site do partido.
*
Fonte: http://www.jornaleconomico.sapo.pt/noticias/le-pen-publica-imagens-do-isis-e-esta-em-risco-de-perder-imunidade-como-eurodeputada-127848

* * *

É mais medinho da parte da elite político-cultural reinante a originar mais um acto de descarada desonestidade, mostrando, com toda a clareza, que a historieta da «imunidade parlamentar» só serve para proteger corruptos, mas não a mais elementar liberdade de expressão. Chamar-se «incitamento à discriminação sobre as crenças religiosas das pessoas» quando se diz «não gosto daquela religião» ou se constata que há pessoas dessa religião a violar ostensivamente a liberdade de circulação no espaço público, isso só por si já foi de um primarismo descarado que só podia vir de gente que não tem vergonha nenhuma nas ventas; e, precisamente por não ter pudor algum é que agora considera crime a exibição de imagens reais do maior inimigo externo do Ocidente, isto como se exibir imagens violentas não fosse o chamado pão nosso de cada dia por parte dos mé(r)dia dominantes, ou como se a contemplação atenta, demorada e respeitosa das imagens horrendas dos campos de concentração nazis não constituísse há muito uma obrigação moral dos bem-pensantes...
Tudo isto constitui simplesmente a confirmação de que Marine Le Pen está portanto a fazer um trabalho positivo em prol não apenas da sua Nação mas também da Europa toda.

7 Comments:

Anonymous Anónimo said...

"The media has not reported that the National Debt in my first month went down by $12 billion vs a $200 billion increase in Obama first mo.
— Donald J. Trump (@realDonaldTrump) February 25, 2017"
http://www.infowars.com/trump-calls-on-supporters-to-hold-biggest-ever-rally/

Impressionante e os media caladinhos. Se fosse o Obama já tinham anunciado várias x e os comentadores falado disso.

1 de março de 2017 às 15:50:00 WET  
Anonymous Anónimo said...

A católica Marine Le Pen mostra como são os cristãos que estão lutando contra o globalismo e não os pagãos que gostam de se exibirem.

1 de março de 2017 às 17:02:00 WET  
Blogger Titan said...

Olha-me só para esta propaganda nojenta, camarada Caturo:

https://www.youtube.com/watch?v=X3-_KZExlJ0

1 de março de 2017 às 19:50:00 WET  
Blogger Caturo said...

É mais que propaganda, é uma tentativa de dar por adquirido que a Suécia está perdida como Nação. Se houver justiça isto há-de ser pago e pago com juros, em julgamentos de tribunais populares.

1 de março de 2017 às 23:16:00 WET  
Blogger Caturo said...

«A católica Marine Le Pen mostra como são os cristãos»

Coitada da supostamente católica Marine Le Pen, tem de se haver com a merda do clero da «sua» própria religião: http://gladio.blogspot.pt/2017/01/em-franca-lideres-nacionalistas.html

1 de março de 2017 às 23:17:00 WET  
Blogger Caturo said...

E é assim que em matéria de religião cristã tida como «pilar da Europa», está-se numa situação de «lose-lose» ou, como dizem os brasucas, «si ficá o bicho cômi, si côrrê o bicho pega»: por um lado, o Cristianismo é dado como a religião «da família e da Nação», por outro é precisamente na moral desse credo que radica o pior inimigo da Nação. Um patriota europeu que seja integralmente coerente com a sua doutrina tem de rejeitar o Cristianismo, mas ao fazê-lo arrisca alienar de si grande parte da população que, ingenuamente, ainda é cristã, porque os NOJENTOS ratos de sacristia souberam ao longo de séculos fazer o seu trabalhinho de fazer crer que o Cristianismo é «a religião da Nação».

1 de março de 2017 às 23:29:00 WET  
Blogger João José Horta Nobre said...

Divulguei:

http://historiamaximus.blogspot.pt/2017/03/a-malevolencia-do-sistema-contra-le-pen.html

3 de março de 2017 às 16:27:00 WET  

Enviar um comentário

<< Home