sexta-feira, agosto 31, 2012

PROTESTO COM CÃES AGENDADO PARA FRENTE DE MESQUITA(S)

No Canadá, sucedeu que no passado dia 20 de Agosto, Cupcake, um cão, foi violentamente agredido por um grupo de muçulmanos no Parque da Rainha de Toronto, lugar onde se celebrava uma concentração xiita anti-judaica. Como o dono do cão, Allan Einstoss admoestasse os agressores do seu animal, foi detido pelas autoridades por «alteração da ordem pública»...
Em resposta, foi criada a página de Facebook cujo link se encontra acima, apelando a que no dia catorze de Setembro os canadianos levem os seus cães a passear diante da mesquita de Salahuddin (Saladino, grande inimigo dos Cruzados...), em Scarborough, Ontário. A «indignação» muçulmana não se fez esperar. E na página apareceu um alegado muçulmano a dizer que tensionava receber os cães a tiro junto à mesquita...
Assim, é bem possível que a catorze de Setembro se verifique, em muitas cidades europeias, a passagem de cães diante de mesquitas, como gesto de solidariedade para com Cupcake e gesto simbólico para mostrar quem é que (ainda) manda no Ocidente.
O evento no Canadá será levado a cabo em conjunto com o grupo hindu Canadian Hindu Advocacy.

4 Comments:

Anonymous Anónimo said...

"Como o dono do cão, Allan Einstoss admoestasse os agressores do seu animal, foi detido pelas autoridades por «alteração da ordem pública»..."

Mas ele foi preso por admoestar os agressores do seu animal?!

2 de setembro de 2012 às 14:17:00 WEST  
Blogger Caturo said...

É exactamente isso que diz a notícia. Ler no link.

2 de setembro de 2012 às 21:08:00 WEST  
Anonymous Anónimo said...

Já li o link, e não vi nada sobre isso. E depois se isso é verdade a frase seria assim para fazer sentido : "Como o dono do cão, Allan Einstoss admoestou os agressores do seu animal, foi detido pelas autoridades por «alteração da ordem pública»..."

2 de setembro de 2012 às 22:00:00 WEST  
Blogger Caturo said...

Pus agora mais um link no artigo.

2 de setembro de 2012 às 22:38:00 WEST  

Publicar um comentário

<< Home