terça-feira, novembro 29, 2011

MÃE INGLESA É PRESA POR DIZER NA SUA PRÓPRIA TERRA QUE O ALÓGENO É ALÓGENO...

Insultos racistas de uma mulher inglesa, que chamou “preta” a uma cidadã britânica que viajava no mesmo metro, em Londres, acabaram divulgados no Youtube e chegaram à Autoridade Britânica de Transportes. Resultado: a mulher foi acabou detida, por ofensas racistas agravadas. Agrediu com palavras, com o filho ao colo e um discurso violento, que não pode ser traduzido.
Um metro em Londres, uma inglesa racista e uma mulher negra. Resultado? Um inenarrável diálogo com insultos racistas. “Porque não vão para os vossos países? Regresse para o sítio de onde veio. Você não é inglesa. É preta”, diz a mulher racista. O resto não deve ser traduzido e resume-se a mais de duas dezenas de palavrões.
O vídeo acabou divulgado no Youtube e levou a que a Autoridade Britânica de Transportes procedesse à detenção da mulher, que viajava com o filho ao colo. A história tem diversas personagens, entre as quais testemunhas que se envolvem na altercação. Mas só são visíveis algumas das personagens.
A mulher começa por se dizer rodeada de “pretos e polacos”, com um discurso muito agressivo. A vítima dos insultos acaba a pedir respeito e recebe mais insultos. “Regresse para a sua terra”, diz, provocando a fúria da maioria das pessoas.
Você não é inglesa, é preta”, diz a mulher racista. A determinada altura, os próprios ingleses sentiram-se ofendidos pela atitude racista. E entraram na discussão. “Eu sou branca, eu sou inglesa. O que me tem a dizer?”, questiona.
(...)

Mas que é que queres que ela te diga? Que não tens nada a ver com o assunto, a menos que por uma estupidamente retorcida lógica julgues que por seres inglesa tens direito a estender a tua nacionalidade a quem é alógeno, a modos que por solidariedade-contágio?...

Enfim. Este é mais um caso a mostrar a verdadeira diferença entre os contos infantis e a realidade real - só mesmo num conto infantil é que quem diz que o rei vai nu acaba por ser recompensado no fim pelo próprio rei. Porque, na realidade real, o rei metia era o puto que se atreveu a denunciar-lhe a nudez, metia-o numa instituição de correcção e re-orientação, até o puto aprender a dizer que afinal a vestimenta do rei é magnífica... O Europeu na sua própria terra tem de comer e calar quando lhe metem toneladas de alógenos em casa, porque a elite reinante, além de provocar a iminvasão, também fez leis para de antemão impedir o povinho de reagir ou sequer queixar-se de estar a perder a sua própria terra.

Por outro lado, a inglesa, embora tenha manifestado coragem, foi todavia gravemente imprudente. Teve foi muita sorte em não ser agredida, arriscando indirectamente o bem-estar do filho... e talvez não o tenha sido porque alguém estava (assaz estranhamente...) a filmar. Não se pode pôr em risco as poucas crianças brancas que por aí existam, e, sobretudo, não se podem pôr em risco as próprias mulheres brancas. Toda a coragem tem o seu cunho de nobreza, mas a coragem suicida pode e deve ser rejeitada.... Numa altura em que a Estirpe se aproxima perigosamente de perder a sua própria terra devido à iminvasão, é quase obsceno arriscar em simples desabafos as fontes da vida branca (as mulheres).

De qualquer modo, e fora a parte negativa dos insultos, a inglesa não deixou de mostrar alguma dignidade, embora de modo perigosamente ingénuo. Trouxe-me à memória uma cena de um filme de ficção científica dos anos oitenta... ora atentai...
Nesta cena cinematográfica de há vinte e poucos anos, a personagem principal precisa de óculos para ver que há por ali alienígenas infiltrados:

Nesta cena real desta semana, a personagem principal não precisou de óculos para denunciar o que já toda a gente vê:

A senhora até pode vir a ser muito útil ao seu Povo, mas antes de mais nada tem de aprender que a melhor Resistência é como a Vingança - é um prato que se saboreia frio...

9 Comments:

Anonymous Anónimo said...

ELA É UMA CIDADÃ COMUM..NÃO CONVIVE COM NACIONALISTAS ETNICOS..É APENAS MAIS UMA CANSADA DE SER ESTUPRADA, LATROCINADA, INVADIDA HÁ 50 ANOS IMPUNEMENTE PELO LIXO SIMIESCO..

NÃO A JULGO E DARIA UMA BOA PARTIDARIA DO BNP..

É UMA PENA QUE ESTEJA NO MEIO DESSE LAMAÇAL PODRE DO ZOG DEMONIZANDO ELA NA PROPRIA TERRA DELA APENAS POR DIZER A VERDADE..

29 de novembro de 2011 às 22:28:00 WET  
Anonymous Anónimo said...

o preto por tras preparava-se para descarregar a furia dele. Os media fizeram-no sentir que aquela é a terra dele e de todos e ele todo empreado ja queria bater na senhora.
E depois reparem, uma branca ao lado dele conforta-o, depois vem outra e coitadinho do menino, tem todo o direito de estar cheio de raiva e a ferver coitadinho..

Quanto à senhora, tambem estava ca com uma raiva. Ou é da aldeia ou dalguma terra onde ainda ha pouca imigraçao, ou o dia correu-lhe muito mal e nao se conteve.

Ela que tenha cuidado nas ruas. Se algum imigrante a reconhece..

30 de novembro de 2011 às 00:39:00 WET  
Blogger 1143 said...

já tinha recebido esse video de um camarada inglês , enquanto isso aqui vai-se buscar mais uns quantos pretos para vila de rei(deu hoje na tv) pelo menos viesse buscar a lisboa sempre era menos esses , isto com dinheiro publico

30 de novembro de 2011 às 01:41:00 WET  
Blogger 1143 said...

lembrei-me deste vídeo para dar uma motivação aos nossos companheiros de luta ingleses
I Am An Englishman

http://www.youtube.com/watch?v=w9_ZWzC9N98&feature=channel_video_title

30 de novembro de 2011 às 02:38:00 WET  
Anonymous Anónimo said...

30 de Novembro de 2011 0:39:00 WET

tinha uma sanoide com um carro de bebê atraz na guerra demografica..devia ser uma paki tipica..

eu pensava que era uma preta atraz dela..lolol

eu vi no youtube que londres está 70% alogenizada..não é só east london..

se tornar minoria na propria terra é isso daí..um alerta aos tugas e ibericos fica portanto..com tanto latrino das americas querendo atravessar o atlantico pra poluir a europa..são 50 milhões de ibericos e centenas de milhões de latrinos; esses latrinos absorviriam vc´s ao terceiro mundo de vez numa invasão demografica em escala ainda maior..fora claro a congaria directa..

30 de novembro de 2011 às 05:19:00 WET  
Anonymous Anónimo said...

já tinha recebido esse video de um camarada inglês , enquanto isso aqui vai-se buscar mais uns quantos pretos para vila de rei(deu hoje na tv) pelo menos viesse buscar a lisboa sempre era menos esses , isto com dinheiro publico

isso daí vai virar um sub-bostil..um congo 2..

30 de novembro de 2011 às 05:20:00 WET  
Anonymous Anónimo said...

«já tinha recebido esse video de um camarada inglês , enquanto isso aqui vai-se buscar mais uns quantos pretos para vila de rei(deu hoje na tv) pelo menos viesse buscar a lisboa sempre era menos esses , isto com dinheiro publico»

fdx!
a taxa de desemprego está elevada! neo-liberalismo e esquerda de merda!

30 de novembro de 2011 às 19:43:00 WET  
Anonymous Anónimo said...

"MÃE INGLESA É PRESA POR DIZER NA SUA PRÓPRIA TERRA QUE O ALÓGENO É ALÓGENO..."


deportação do alógeno!

30 de novembro de 2011 às 19:44:00 WET  
Anonymous Anónimo said...

Honra á coragem da senhora, muito bem a dizer as verdades.
Portugal aos portugueses
Europa aos europeus

30 de novembro de 2011 às 21:16:00 WET  

Enviar um comentário

<< Home